Destaques

Resenha| As crônicas de Gelo e Fogo #1

Por Porre de Livros •
25 de abril de 2020
Em Westeros, um lugar onde o verão dura algumas décadas e o inverno é temível por todos, os problemas políticos estão apenas começando. E, ao que parece, cabeças vão rolar – entendedores entenderão. Para chegar ao final deste primeiro livro, é preciso muita atenção e foco, ninguém quer ficar perdido no meio da história.


Tudo começa quando Robbert Baratheon, o rei dos Sete Reinos, viaja para o Norte para convidar o Eddard Stark para ser seu braço direito. O motivo? A antiga Mão do Rei foi morta. Ou assassinada? Ninguém sabe ao certo, somente há rumores. Por pressão, Eddard acaba aceitando o pedido do rei e grande amigo, mas com grande poder vem grandes responsabilidades... A rainha Cersei Lannister, casada com Robbert Baratheon, tem um relacionamento incestuoso com o seu irmão gêmeo, o Jaime Lannister. Após a descoberta do segredo, a vida da Mão do Rei não estará segura...

Do outro lado do mar, Daenerys e Viseryon lutam para sobreviver e retornar ao poder. Eles são os únicos Targaryen vivos, a Casa que governou por séculos os Sete Reinos. Agora, eles desejam a todo custo voltar ao poder e acabar com a vida daqueles que um dia acabaram com o reinado da família dos dragões (lê-se: Robbert Baratheon e Eddard Stark).

"Quando se joga o jogo dos tronos, ganha-se ou morre." 👑💀
Uma coisa é certa, se você procura uma leitura fácil... esse não é uma recomendação. O primeiro livro da série Guerra dos Tronos introduz o leitor num universo cheio de intrigas políticas, traições e a busca insaciável pelo poder. Além de tudo isso, ainda temos indícios de que haverá uma batalha entre os vivos e os mortos. Ou será que os vivos matarão uns aos outros antes de a morte (lê-se: os Outros) chegar?
CLASSIFICAÇÃO:
⭐⭐⭐

No primeiro capítulo somos introduzidos a uma história de que o Inverno está prestes a chegar, mas os Starks são os únicos que acreditam verdadeiramente nisso, inclusive o lema da casa é uma espécie de aviso e indica que o inverno está chegando. De todas as famílias apresentadas, fica evidente que eles são os mais justos e fieis ao que acreditam. Há também os Lannister, uma das famílias mais ricas e poderosas de Westeros. Além do poder, a casa é cheia de problemas, desde a relação de Cersei com Jaime até a conquista do Trono de Ferro. Os Targaryen também têm um grande destaque neste primeiro livro. Os únicos Targaryen vivos são Daenerys e seu irmão que estão do outro lado do Mar Estreito, eles buscam ajuda para restaurar seu poder, por isso Viseryon arranjou um casamento para sua irmã e em troca ele teria seu exército para reivindicar o Trono de Ferro. Além dessas famílias, há outras, mas não têm tanto destaque e aparecem em momentos específicos.

Os arcos narrativos e as ambientações são um fator muito positivo neste livro, tudo é muito grandioso e cheio de detalhes. A cereja do bolo é como todos os arcos narrativos se completam. Apesar disso, esse não é um livro perfeito, pois é impossível tecer os mesmos elogios para os personagens, principalmente se formos falar da diversidade presente no livro... Para piorar, há estupros, sexo e misoginia, o que incomoda bastante durante a leitura. E ainda há capítulos longos e os diversos narradores. A alternância de narradores também, em alguns momentos, pode não ser o ideal, visto que algumas histórias são mais interessantes que outras.

A primeira temporada da série segue bastante o livro. Para os fãs, isso é um ponto bastante positivo. Inclusive, a produção da HBO conseguiu traduzir muito bem as descrições dos ambientes apresentados neste livro. HBO merece o mundo! 🌍😍

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

© Porre de Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in