Destaques

Resenha| Cinder (As crônicas lunares #1)

Por Porre de Livros •
4 de setembro de 2018
Essa é uma releitura fantástica com toques de ficção científica de um conto de fadas bastante conhecido, a Cinderela. Neste livro, vamos conhecer Linh Cinder, uma ciborgue mecânica de Nova Pequim. Assim como no conto de fadas original, ela não tem uma relação muita boa com sua madrasta, que foi obrigada a tomar conta da ciborgue após a morte de seu marido e "pai" de Cinder. Além, é claro, de culpá-la pela morte de sua meia-irmã. Porém, a vida de Cinder muda completamente após conhecer o Príncipe Kai, que está tentando criar uma aliança com os Lunares, a fim de evitar uma guerra. Agora, a ciborgue se vê em meio de uma batalha intergaláctica entre humanos e lunares e um relacionamento   quase — impossível de acontecer, isso porque o Príncipe Kai precisa casar com a Rainha Lunar para manter a paz.  Porém, Cinder tem muito mais a ver com isso do que imagina. Descobrindo sobre seu passado, ela pode pode proteger o futuro dos terráqueos. 


Uma premissa ousada e, digamos, até original para uma história que já conhecemos de cor. Ao propor isso, Marissa Mayer acabou pondo expectativas demais nos leitores de As crônicas lunares #1... mas tanta ousadia numa premissa não garante que ela de fato seja boa, sem furos e bem pensada. A verdade é que, mesmo com uma história que teria tudo (T-U-D-O) para ser um dos melhores livros do ano, a autora nos entregou um livro cheio de informação dada sem nenhuma explicação e uma protagonista pouco pensada.



CLASSIFICAÇÃO: ⭐⭐⭐
Indo um pouco mais além, quem são os vilões do livro, os lunares? Por que estão em guerra com a Terra? É claro que isso pode ser tratado em um próximo livro, mas o que impede de dar determinadas informações ao leitor no primeiro contato com a história? E Cinder? Como ela é humana-ciborgue? Ela tem emoções? E o cérebro tem algo de artificial? Até onde vai a humanidade da protagonista? São dúvidas que não são lançadas no livro. E você só as percebe se não se deixar levar por tantos acontecimentos nestas 448 páginas.

Depois de tantas perguntas não respondidas, podemos ir para os acertos do livro... Primeiramente, a narrativa deste livro é muito boa, bem dinâmica. E tem vários plot twits, o que prende o leitor até o final (e chegando no final, pode ter certeza que você vai pensar: "sério mesmo?"). É claro que alguma dessas reviravoltas são bem previsíveis... Outro acerto é a forma com a autora criou a releitura. Todo o universo é interessante, mesmo que ela não tenha desenvolvido bem neste primeiro livro. E esperamos que ela consiga e faça nos próximos.

Cinder tem um "boa" releitura do Cinderela. Uma história diferente para um conto de fadas tão conhecido. Fora isso, teve vários pontos fracos. O que nos resta é ler os próximos livros para talvez ter mais respostas. Essa releitura tem potencial (e muito). Só falta ser melhor desenvolvida.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

© Porre de Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in