Jay Asher é acusado de cometer assédio sexual

16:37 0 Comments A+ a-


Jay Asher, autor do livro que deu origem a série da Netflix 13 reasons why, foi expulso da Sociedade dos Escritores e Ilustradores de Livros Infantis depois de ser acusado de assédio sexual. As informações são do Deadline. O banimento ocorreu no final de 2017, mas apenas agora foi divulgado.

Não há detalhes sobre a acusação envolvendo o Asher, que foi expulso com o ilustrador David Diaz. "Alegações contra eles foram investigadas e, como resultado, eles não são mais membros ou aparecerão em eventos futuros da SCBWI", declarou Lin Oliver, diretora-executiva da organização. Ao BuzzFeed News, Asher disse que deixou a SCBWI voluntariamente e se sente traído pelas alegações. "É muito assustador quando as pessoas simplesmente não vão acreditar em você. Sinto-me em conflito sobre isso com o que estamos passando na nossa cultura, em quem você deve acreditar ou não", disse o autor.

A Netflix emitiu um comunicado declarando que a segunda temporada de 13 Reasons Why não será afetada pela acusações de assédio sexual do autor. De acordo com a Netflix, Asher já não estava envolvido na segunda temporada da série, portanto, isso não afetará a produção da nova temporada. 

Um porta-voz da Netflix se manifestou esclarecendo a posição da empresa. "Jay Asher não esteve envolvido na segunda temporada de 13 Reasons Why. A próxima temporada não será afetada de nenhuma maneiro por conta disso". Um dos motivos disso teria sido o fato de que o livro de Asher já teria sido todo adaptado na primeira temporada da série - a próxima temporada irá explorar uma narrativa que vai além da história original. 

Perfil do blog Porre de Livros. Se gosta de ler, você está no lugar certo. 

Acompanhe-nos em nossas redes sociais: 
Twitter: @_raypereira / Instagram: @PorreDeLivros / Facebook: Porre de Livros

0 Comentários
Comentários