Resenha | A hora do lobisomem

13:04 11 Comments A+ a-


Tarker's Mills é uma cidade pacata do Maine, onde todos se conhecem e vivem bem ou, pelo menos, viviam, até o dia em que Arnie Westrum, sinaleiro da ferrovia, é encontrado morto nos trilhos do trem. Poderia ter sido mais uma tragédia acidental como essas que acontecem diariamente, mas, quando uma sucessão de mortes estranhas e violentas começam a acontecer na cidade, as opiniões se dividem. Será mesmo que Lobisomens existem?
Marty Coslaw é apenas uma criança, cadeirante, que tem pouco apoio da família e só consegue se abrir com o seu tio Al. Quando Marty conta que foi atacado pela "besta" e conseguiu fugir, nem mesmo o seu tio consegue acreditar na sua história, afinal de contas monstros não existem. Mas Marty jura que, depois do seu encontro com o lobisomem, será fácil identificá-lo à luz do dia.

"Na escuridão fétida sob o celeiro, ele ergueu a cabeça peluda. Os olhos amarelos e estúpidos brilharam. "Sinto fome", sussurrou."
O que um menino aleijado de 11 anos, uma mulher que apanha do marido, o dono de um café, um policial e um pastor têm em comum, além de morarem na mesma cidade? Durante os capítulos do livro, que se inicia em janeiro e termina no mês de dezembro, acompanharemos a história de diversos moradores de Tarker's Mill, onde muitos usam a religião e os sermões do Reverendo Lowe para esconder seus pecados. Numa cidade onde o verdadeiro terror vive dentro dos homens, é difícil aceitar que uma besta está à solta.

Não teve presente maior e melhor para os fãs de Stephen King do que a coleção Biblioteca do King, lançada pela Editora Suma. A coleção conta com vários relançamentos e, como não poderia deixar de ser, A hora do lobisomem ganhou uma nova. Todos sabem que os livros do King não precisam de ilustração para inserir o leitor em seu mundo sombrio, mas dizer que as ilustrações não são sensacionais e não me fizeram amar o livro 100 vezes mais seria uma mentira deslavada! As imagens mostram uma sequência e dão forma à história. 

Como inúmeros outros contos e livros, A Hora do Lobisomem também ganhou uma adaptação. E, como eu sou boazinha, eu vou falar pr'cês a grande diferença entre o filme e o livro e porquê vocês deveriam ler o livro e só depois ver o filme, ok? Silver Bullet ou simplesmente A Hora do Lobisomem foi adaptado para as telinhas 1985 e até hoje faz sucesso entre os fãs do autor. Por quê? Porque além de dirigido pelo próprio King, o longa tinha efeitos especiais "da hora" pra época. Confesso que até hoje, percebendo alguns detalhes toscos e a dublagem estilo SBT, o filme mexe comigo e prende minha atenção. Roteiro é tudo, né, mores?

O livro é muito curto (152 páginas), dá para ler em algumas horas (você não vai conseguir parar de ler) e tem um final surpreendente. No filme, como eu assisti antes de ler o livro e como a história varia um pouco, mesmo sem mudar a essência, ficou mais fácil entender a história, mas nada que tirasse o suspense da trama. Falando em diferença, a grande diferença que eu fiquei de contar para vocês sobre livro e filme é que, no filme, existe um protagonista e a história gira em torno dele. E no livro não tem? Tem, sim, mas como a história é contada através de ciclos e capítulos, o personagem "principal", digamos assim, é menos explorado.

Uma dica: leia o livro e, só depois, assista ao filme! Você já vai assistir sabendo o final, é claro, mas você vai conseguir perceber alguns detalhes que são melhores vistos e reforçar o laço criado entre alguns personagens do livro durante o filme. Não deixem de ler esse livro sensacional, aproveitem o halloween e não deixem de se perguntar ao final do livro: Você acredita em lobisomem?

Editora Suma | Classificação: 5/5 | Ofertas 

Pisciana, 2.6, humor de 60, dramática, apaixonada por livros e animais.

Instagram: @deebritoo

11 Comentários
Comentários

11 comentários

Write comentários
Debyh
AUTHOR
10 de novembro de 2017 15:15 delete

Olá,
Sinceramente não tinha grandes vontades de ler o livro, mesmo gostando muito de King. Mas acho que agora quero hahahaah!
Sobre os relançamentos eu estou com Zona Morta a nova edição, mas li a antiga há algum tempo, e também recomendo!

Debyh
Eu insisto

Reply
avatar
Dryh Meira
AUTHOR
10 de novembro de 2017 18:29 delete

Oiee Diana ^^
Mesmo não sendo fã dos gêneros que o Stephen King escreve, eu tenho curiosidade de ler seus livros, principalmente porque eu nunca vi alguém falar que não gosta de Stephen King. Ainda não conhecia esse livro, e também não sabia a respeito do filme, mas ver que é curtinho me animou...haha' se vou começar a ler o Sr. King, que seja algo pequeno \0/
MilkMilks ♥
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Reply
avatar
Carla
AUTHOR
12 de novembro de 2017 14:13 delete

Oie!
Eu ainda não li nada do autor, acredita?
Estou sempre anotando as dicas, mas ainda não conferi nenhum título que foi me passado. Mesmo assim, vou anotar para conferir esse título, e ainda tem um filme para assistir.
Bjks!
Histórias sem Fim

Reply
avatar
13 de novembro de 2017 09:07 delete

Eu quero tanto, tanto, tanto ler este livro, assim como todos os outros do autor, estou sempre em busca de uma promoção para fazer uma coleção dele. Eu nunca vi o filme, mas espero continuar assim até ler o livro.
Como se diz o pessoal por aqui, eu nunca vi, mas que existe, existe kkk isso serve para tudo, inclusive lobisomens.

Beijos.
https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Lucy
AUTHOR
13 de novembro de 2017 15:38 delete

Oi, Diana! Ainda não li nada do King e espero mudar esse quadro até o ano que vem. rsrs
A Hora do Lobisomem parece um bom livro para começar, ainda mais por ser curto. Gostei muito da sua dica e, pode deixar, odeio assistir filmes antes de ter lido os livros. rsrs
Bjos!
Lucy - Por essas páginas

Reply
avatar
Nay*
AUTHOR
13 de novembro de 2017 20:35 delete

Eu tenho muita curiosidade em ler esse,a edição da biblioteca do King é perfeita, digo isso pela edição do Cujo que está linda,imagino que essa também esteja.

Reply
avatar
Delmara Silva
AUTHOR
14 de novembro de 2017 21:35 delete

Oi,
esse foi o primeiro e único (por enquanto) que tive com uma obra do autor, tive a oportunidade de ter em mão essa nova edição maravilhosa que está incrível, inclusive já quero muito montar minha coleção Stephan King. Eu gostei bastante da escrita do autor, embora não seja uma história aterrorizante, possui um suspense interessante e o fato do lobisomem ser retratado como uma criatura feroz e selvagem, sem as romantizações que vem ocorrendo nos últimos tempos me agradou bastante.

Abraços!
Nosso Mundo Literário

Reply
avatar
14 de novembro de 2017 22:21 delete

Oi, tudo bem?
Acredita que eu nunca li nada do King? Na verdade, para ser sincera, não tenho a menor curiosidade. Além de ter medo de livros de terror, também tenho uma certa preguiça porque todo mundo fala que ele tem um estilo muito descritivo.
Mesmo não sendo um livro que eu leria, achei interessante o comparativo que você fez com o filme. Tenho certeza que o fato de ter sido dirigido pelo próprio King foi determinante para ser uma boa adaptação.
Não pretendo ler, nem assistir ao filme, mas acho válida a sua dica de ler antes. Quase sempre acho que o filme estraga um pouco a experiência de leitura.
Adorei a resenha e acredito que você trouxe uma ótima dica para quem gosta do gênero. Inclusive, essa edição ilustrada deve ser mesmo um presentão para os fãs do autor.
Beijos!

Reply
avatar
15 de novembro de 2017 14:54 delete

Oi!

Eu tenho visto bastante comentarios sobre esse livro por ai, acho a capa e a sinopse fantásticas. Fico feliz ao ler que o final também foi surpreendente, nada melhor do que algo que não é previsível né? Como é curtinho, devo ler rapidinho também. :)

beijos!

Reply
avatar
15 de novembro de 2017 23:37 delete

Olá, tudo bem?

Livros de terror não são meu forte e se eu não correr contra isso, será sempre assim. Esse livro do Stephen King já pode ficar certa de que irá para minha lista de desejados. Preciso de verdade conhecê-lo e saber se é tudo isso que você disse, rsrs. Tomara que sim!

Beijos,
http://livro-apaixonado.blogspot.com.br

Reply
avatar
19 de novembro de 2017 20:58 delete

Olá!

Primeiro quero dizer que sua resenha está muito bem escrita que você está de parabéns, mas infelizmente King e qualquer livro do gênero não chama a minha atenção e não é de fato meu tipo de leitura, pretendo me aventurar em breve, mas por hora vou deixar a dica passar.

Beijos e Sucesso
Garotas Devorando Livros

Reply
avatar