Resenha| Caraval

13:20 0 Comments A+ a-


Em Caraval, conheceremos Scarlett e Donatella, duas irmãs que vivem numa ilha com um pai abusivo e ditador, o Governador Dragna. Desde criança, Scarlett sonha em conhecer o Mestre Lenda do Caraval, porém, mesmo mandando cartas, ela nunca obteve respostas e, consequentemente, numa conseguiu participar ou assistir ao espetáculo. Agora, Scarlett cresceu, está prestes a se casar com um misterioso conde e, finalmente, sair das garras do pai. E ai ela tem uma grande surpresa: o Mestre Lenda envia à Scarlett convites para participar do Caraval.

Porém, mesmo com os convites, Scarlett não quer desapontar o pai, e Donatella com a ajuda de um marinheiro resolve "incentivar" a irmã a participar do jogo. Chegando lá, Donatella desaparece e Scarlett só poderá voltar para casa com a irmã. O pior detalhe é que ela não tem tempo e terá que correr se quiser ganhar o jogo a tempo de chegar ao seu casamento. Porém, até o último dia do jogo, muitas coisas acontecerão, coisas que mudarão a vida das personagens. 

"Os portões fecham à meia-noite. Qualquer pessoa que chegue depois disso não será capaz de participar do jogo, nem de conquistar o prêmio deste ano, que é de um desejo."

O que falar sobre Caraval? É uma história cheia de segredos e mistérios, com uma premissa muito boa, mas que pode te decepcionar um pouco com a história, pois a ideia do jogo desaparece quando a autora se perde na construção de um romance um tanto forçado. Sem falar que o universo criado pela Stephanie Garber poderia ser bem mais desenvolvido, assim como os demais personagens. 

Outra coisa que me incomodou durante a leitura foi o fato de Scarlett, que é a personagem principal, só pensar em um dos personagens que aparece no decorrer da trama, esquecendo, muitas vezes, da própria irmã que estava desaparecida. Será mesmo que um "amor" resolveria todos os problemas dela? Enquanto isso, a Donatella era muito mais interessante, mas desapareceu e, consequentemente, não ganhou tanto destaque quanto merecia. 

Por não ter sido bem desenvolvido, senti falta de saber mais sobre o Caraval, sobre coisas mais específicas, eu diria, a leitura tornou-se um pouco arrastada, principalmente quando focava no romance. O importante é que é uma série, ou seja, terá mais livros (torcendo para ser melhor que esse), mas isso não quer dizer nada, infelizmente. No fim, Caraval deixa uma boa lição para o leitor, fala sobre ter coragem, procurar o melhor para si e não desanimar, apesar dos das dificuldades; e que viver é fazer escolhas e, consequentemente, abraçar as consequências dessas escolhas.

"[...] a vida era mais do que ficar em segurança."

Foto: Caligrafando-te

Perfil do blog Porre de Livros. Se gosta de ler, você está no lugar certo. 

Acompanhe-nos em nossas redes sociais: 
Twitter: @_raypereira / Instagram: @PorreDeLivros / Facebook: Porre de Livros

0 Comentários
Comentários