Resenha| Boston Boys, de Giulia Paim

10:51 0 Comments A+ a-

| Editora Globo Alt | Classificação: 5/5 | Ofertas |
O sonho de toda adolescente se realizou para Ronnie Adams: o maior astro pop da TV foi morar na casa dela. Ela deveria estar vibrando, como qualquer garota normal, mas, na verdade, está odiando a ideia. Ela não vê a menor graça em Boston Boys, programa sobre a vida de três integrantes de uma boy band, além de acha os garotos uns babacas. De fato, Mason McDougal se acha o máximo e está acostumado a ser recebido por meninas histéricas, por isso não faz o menor esforço para ser simpático. Tendo que lidar com o egocentrismo do garoto, além da perseguição de fãs ciumentas, a vida de Ronnie vira de cabeça para baixo.

Agora ela terá que se acostumar com a stalker no 1 dos garotos plantada em seu gramado, frequentar festas glamorosas e lidar com paparazzis, resolver uma guerra de fofocas on-line e até fazer uma viagem internacional. Em meio a tantas novas aventuras, Ronnie se envolve cada vez mais com os Boston Boys e percebe aos poucos que, no mundo da fama, nem tudo é o que parece ser...

Em Boston Boys, Giulia Paim nos conta a história de Veronica Adams, mais conhecida por Ronnie, uma garota pé no chão que tem sua vida virada de cabeça para baixo quando descobre que a sua mãe deixou de ser analista de sistemas para tornar-se produtora de um grande programa teen de Tv chamado Boston Boys; mas a surpresa não acaba aí. Originalemente gravado em Los Angeles, a produção decide levar o programa para Boston, para ser gravado na cidade que dava nome ao programa, pois faria mais sentido, logisticamente falando. Dois dos três astros do programa se mudaram com a família para a cidade, por isso eles tinham onde ficar. Já o terceiro, o garanhão do grupo, terminou se mudando para a sua casa; coisa que sua mãe só contou duas horas antes do astro chegar.

“[...] o Mason já tem uma história meio complicada com a família e acabou ficando sem lugar para morar. Então ofereci a Mason nossa casa, para ele ficar pelo menos por uns tempos.”
No começo, Ronnie fica resistente com a ideia e rola algumas intrigas entre ela e Mason, o hóspede de sua mãe. Dá até uma canseira das chatices dela, mas em outros momentos você a compreende. Mason também faz de tudo para tirá-la do sério. Eles criam uma relação de “ódio”. A partir daí, sua vida não tem mais sossego. A nossa personagem principal passa por poucas e boas graças aos meninos, em especial Mason, que parece ter surgido para complicar a vida de Ronnie. No começo, temos pena da Ronnie porque toda confusão que acontecia a culpada era sempre a garota. Sua mãe dava mais razão ao Mason do que pra própria filha, que ela mesmo dizia que estava sendo dramática. Em algumas situações ficamos até com raiva da mãe dela, mas depois passa. Podemos rir muito com a irmã mais nova, Mary. Apaixonada pelos Boston Boys, em especial por Ryan (o atlético do grupo), ela faz de tudo para estar junto da sua paixão.

Apesar do livro ser ambientado em Boston, a autora não faz menção aos pontos turísticos da cidade, dando total destaque à história. E, por mais que a obra seja sobre um grupo de adolescentes, nenhum deles ficou desesperado para encontrar o amor verdadeiro e eterno ou ficar se “pegando” (por mais que Karen tenha tentado ficar com Mason, risos).

Boston Boys, apesar de trazer alguns fatos tristes e pequenos conflitos, é uma história agitada cheia de reviravoltas e situações inusitadas, e as mais divertidas, que vão desde fugir de uma perseguidora do colégio à um monte de confusões nas páginas dos tabloides. A escrita da autora é bem fluída e leve, fazendo com que a história não fique muito cansativa. Para quem quer dar umas boas risadas e ler algo leve, esse livro é uma ótima pedida! Super recomendo!

Foto: Sooda blog

Perfil do blog Porre de Livros. Se gosta de ler, você está no lugar certo. 

Acompanhe-nos em nossas redes sociais: 
Twitter: @_raypereira / Instagram: @PorreDeLivros / Facebook: Porre de Livros

0 Comentários
Comentários