Resenha| O Último Turno, de Stephen King

10:20 21 Comments A+ a-

[ Suspense | Suma de letras | Classificação: 5/5 | Ofertas ]
Seguindo essa onda de finalizações, hoje encerro mais um ciclo de uma trilogia f*da maravilhosa de um autor mais f*da maravilhoso ainda (desculpem, tive que pôr esse adjetivo riscado na resenha). No ano passado, King e a Suma de Letras nos deram a oportunidade de conhecer e acompanhar o famoso Bill, detetive aposentado com tendência a investigações extraoficiais, e o sádico assassino do Mercedes chamado Brady Hatsfield (leia a resenha de Mr. Mercedes). Quem ainda não leu, por favor volte duas casas e comece a leitura agora mesmo, por favor!

Alguns anos depois e muitos quilos perdidos, Bill Hodges segue com a empresa de investigações, Achados e perdidos (leia a resenha de Achados e perdidos), e com a sua improvável ajudante, a Holly Gibney. Quando Pete Huntley, seu ex-companheiro do departamento de polícia, o convida para acompanhar a investigação do estranho crime envolvendo uma das vítimas do City Center, uma onda de suicídios interligados começam a apontar para um suspeito improvável.

"...mas qualquer ligação com o assassino do Mercedes é casual, não causal. - Hodges não tem certeza absoluta de que isso passa o que ele gostaria de dizer, mas soa bem."

Brady continua vegetando na clínica com traumatismo cerebral, e qualquer coisa que chegue perto de uma recuperação está muito distante da realidade dele, segundo os médicos. Porém alguns enfermeiros afirmam veementemente que ele consegue mover objetos com o poder da mente. Talvez seja porque depois do massacre no City Center e do quase massacre no show do Round Here, ele tenha ficado famoso como um tipo de celebridade demoníaca ou, talvez por trás daquele olhar fixo e vidrado, realmente exista alguma coisa...

"Naquela ocasião, Brady parecia o mesmo de sempre: um jovem dopado usando uma camisa xadrez e uma calça jeans(...) Sempre que Hodes ia visitá-lo, ele estava sentado na mesma cadeira do quarto 217 da Clínica de Traumatismo Cerebral, olhando pela janela para o estacionamento."

Diferentemente das provas que ligavam Brady aos outros eventos criminosos, agora Holly e Bill têm pouquíssimo tempo para impedir que o pior aconteça e nenhuma prova do seu envolvimento. Ninguém iria acreditar que um vegetal tinha o poder de manipular a mente das pessoas e fazê-las cometer crimes absurdos...ou poderia?

"Houve uma época em que ele poderia achar que sua consciência e todos os seus planos grandiosos morreriam junto com aquele corpo. Não mais. O cordão umbilical foi cortado. Ele atravessou o Rubicão."

Mais uma vez, King surpreende ao encerrar uma série que parecia ser puramente policial, e nos insere na atmosfera sobrenatural a qual estamos acostumados (para a nooooossa alegria!). A cada volume, ele reafirma a habilidade de criar um terror fantástico e proporcionar aos leitores viagens inesquecíveis a universos sombrios e mentes perturbadas. É difícil abandonar personagens quando desenvolvemos relações de afeto por eles. Pode parecer loucura, mas sempre que termino uma série me sinto um pouco órfã e rezo por um spin-off que, nesse caso, imagino que não vá chegar. 

Nesse comovente final, nosso Bill está prestes a se aposentar de vez e com a saúde um pouco debilitada, mas quando se trata de fazer justiça e salvar pessoas inocentes, ele entra em cena e cumpre seu papel. Aqui, novamente, temos reunido o trio improvável (Holly, Bill e Jeromy) dessa vez com uma particularidade: lutando contra um assassino invisível! Sim, caro leitor, não tem como imaginar um fim menos incrível para uma trilogia do que esse que o autor nos reservou para O último turno. A ação esteve presente durante toda a leitura e o final foi impactante, encerrando todo o ciclo e amarrando todas as pontas da fascinante relação Bill-Brady.

Em suma (entenderam o trocadilho?), a trilogia Bill Hodges é sensacional e superindicada tanto para aqueles que curtem um suspense quanto para os que curtem um sobrenaturalzinho de leve. Se você ainda não curte nenhum dos dois gêneros, eis aqui a sua melhor e maior chance de ingressar no submundo viciante de King!

Pisciana, 2.6, humor de 60, dramática, apaixonada por livros e animais.

Instagram: @deebritoo

21 Comentários
Comentários

21 comentários

Write comentários
F
AUTHOR
12 de abril de 2017 13:41 delete

Olá
Acredito que o autor sempre se destaca muito em suas obras e pelo que pude perceber não seria diferente diante desta história. Eu adorei poder conferir suas impressões a respeito e é claro que gostaria de ler também a trilogia. Amo suspense e ainda mais o sobrenatural, então fico ainda mais curiosa!
Beijos, F

Reply
avatar
13 de abril de 2017 07:03 delete

Oi Diana, sua empolgação para falar sobre o livro é contagiante. Gosto do gênero mas ainda não li livros do king e gostei tanto do que vc falou que vou colocar essa trilogia na lista. Bjs

Reply
avatar
13 de abril de 2017 10:15 delete

Olá,

Esse ano tive o meu primeiro contato com o King por Misery: Louca Obsessão e achei muito bom a história que ele me proporcionou. Agora lendo a sua resenha e conhecendo mais uma obra dele, vejo que ele é realmente bom, vou tentar fazer a leitura da trilogia, amei sua resenha e pela sua empolgação parece ser f**daa! ♥

→ desencaixados.com

Reply
avatar
Nayara Borges
AUTHOR
13 de abril de 2017 20:10 delete

Olá!
Eu sou louca com essa trilogia do Stephen King, na verdade eu sou louca com todos os livros dele hahaha. Tenho vários na minha lista. Sou muito fã das histórias criadas por ele e até hoje eu adorei todas que li. Minha preferida dele é O Cemitério. Essa trilogia dele parece ser sensacional, já tentei comprar várias vezes, mas poooorque a Suma coloca os livros dele tão caaaroooos? Sou pobre Suma! ;( . Amei a resenha, King é sempre f*da!
Beijos,
Nay
Traveling Between Pages

Reply
avatar
14 de abril de 2017 13:32 delete

Olá tudo bem?
Sou muito curiosa no que diz respeito a escrita de King e essa obra parece ser sensacional como todas as outras! Adoro um suspense e quando tem uma pegada sobrenatural me deixa ainda mais ávida para ler. Não conhecia ainda esse livro mas com certeza deve ser realmente uma obra fantástica!

beijinhos!

Reply
avatar
14 de abril de 2017 15:28 delete

Nunca li Stephen King, embora ele seja considerado um rei no que faz. E embora já há algum tempo venha pensando em ler as obras dele. Logo não posso opinar muito. Mas uma coisa é certa, adorei sua resenha!

|amorlivresco.wordpress.com|

Reply
avatar
17 de abril de 2017 11:31 delete

Essa trilogia é muito boa! Você vai amar!

Reply
avatar
17 de abril de 2017 13:38 delete

Oi! Melhor descrição para os livros do King realmente é o termo "f*da" kkkk
Amooo, amo, amo os livros dele... Só li 4 livros e sou encantada pelo modo como ele faz a gente sentir lendo suas obras. Tentei ler sua resenha por cima, por medo de algum spoilerzinho, já que quero muito ler a trilogia. Adorei sua empolgação, e isso quer dizer que não vou me arrepender :)
Dica mais que anotada :*

Reply
avatar
17 de abril de 2017 20:36 delete

Oi, tudo bem? Acredita que nunca li nada de Stephen King? Verdade. Mas esse ano prometi mudar isso e já tenho alguns na lista. No meu caso, vou começar por Mistery e essa trilogia ainda não será lida esse ano, mas tenho muito interesse. Principalmente pois venho muitas resenhas empolgantes como a sua. Beijos.

Reply
avatar
18 de abril de 2017 00:55 delete

Eu não gosto e nem desgosto do SK. Já li algumas obras e a mais recente foi Cujo, que curti bastante. Mas eu preciso estar com muita vontade de ler algo mais descritivo e até prolixo em alguns momentos para poder lê-lo... e não é o caso agora. E também não tenho muito interesse nessa trilogia.

Mas que bom que você curtiu tanto!

Beijos

Reply
avatar
Nay Sartor
AUTHOR
18 de abril de 2017 15:07 delete

Oie! Tudo bem?

Estou de olho nessa série de livros do tio King! Parece ser muito boa, mas não posso falar nada por enquanto porque ainda não li nada do autor! Mas pela sua resenha a série teve um ótimo fechamento e isso é ótimo em livros! *--*

Bjss

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:04 delete

Oie! Pois é, não é toa que o King é o rei do terror! Tenho certeza que essa trilogia vai entrar para a sua lista de favoritos! Bjos

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:06 delete

Oi Nay! Resolve logo isso mulher, se joga haha! Vc vai adorar :)

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:08 delete

Oie!! Tenho certeza de que o custo valerá o benefício! Você não vai se arrepender, o Kingo é f**da mesmo haha. Bjosss

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:09 delete

Ainnn, Misery é um dos meus preferidos <3 Que bom que você gostou, sempre fico feliz quando encontro mais Kinguianxs kkkkk Bjossss

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:11 delete

Oi Camila, se você já curte o estilo tem grandes chances de virar fã de carteirinha.Bjosss

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:13 delete

Tay não pensa muito, só LÊ! Vem pro lado negro da leitura, vem hahahaha

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:15 delete

Oi Ana, não se preocupe que eu não ia deixar que você perdesse alguma surpresa do livro, pode ir fundo! Seu saldo vai pular de 4 para 7, no mínimo! Bjossss

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:17 delete

Oieeee! Boa, garota! Quando voltar aqui já vai ter virado fã :P Você vai amar Misery, é um dos meus preferidos <3

Reply
avatar
Diana Brito
AUTHOR
21 de abril de 2017 13:20 delete

Que pena que você não tem interesse! Eu acho as leituras do King muito envolventes. Na verdade detesto livros muito prolixos e descritivos, será que o meu amor por ele tem me enganado esse tempo todo? hAHAHAHA Bjo Tami

Reply
avatar
24 de abril de 2017 00:26 delete

Oiii tudo bem???

Amo o King de paixão, doida pra ler essa trilogia, adorei a resenha e só me deu mais vontade ainda de ler.
Bjus Rafa

Reply
avatar