Resenha| Juntando os pedaços, de Jennifer Niven

23:23 24 Comments A+ a-


Em Juntando os pedaços, vamos conhecer a história de Jack e Libby. Eles são completamente diferentes um do outro, mas, por acaso, o destino resolveu juntá-los. Jack tem prosopagnosia, e isso impede que ele reconheça rostos. Vejam bem, ele vê rostos, só não consegue associá-los à pessoas conhecidas, por isso, para ele, todo mundo é um estranho, inclusive seus pais, irmãos e melhores amigos. Para reconhecer pessoas, Jack memoriza particularidades delas (marcas identificatórias), como, por exemplo, sardas no rosto, corte de cabelo etc. No entanto, isso é um segredo. Ninguém sabe, nem desconfia. 

"Porque não distinguir feições é bem parecido com ser cego."

Diferente de Jack, que é "normal" aos olhos de outras pessoas, Libby é a estranha, é a diferente. Ela passou um parte de sua vida dentro de casa, e isso a fez engordar. Devido a isso, ela teve que pedir ajuda aos bombeiros para sair de casa. Esse acontecimento foi visto por todos. Agora, a garota está preparada para sair de casa e ver o mundo, ter uma rotina igual a qualquer adolescente de sua idade. Porém, não é tão fácil quando parece, pois, por causa de seu tamanho, Libby sofre bullying

Quando Libby retorna à escola, acontece uma brincadeira de muito - foca no muito - mau gosto, envolvendo ela, uma aposta e o Jack. O nome da brincadeira era "Rodeio de gordas", e Libby era o alvo. Foi a partir daí que eles se conhecem e, por mais improvável que seja, nasce uma amizade onde eles se apoiam e se cuidam em meio a uma sociedade cruel e cheia de preconceitos.

Mais uma vez, a Jennifer Niven traz uma história cheia de reflexão para o leitor. Juntando os pedaços não é uma história trágica, mas uma história "leve" que trata de assuntos relevantes e, digamos, complicados. É isso que gosto nas histórias da Niven, essa maneira de encontrar "leveza" em assuntos tão difíceis de serem debatidos e/ou entendidos. Nessa história, a autora só ressalta a o quanto a sociedade é tóxica e ignorante. E é importante falar que, mais uma vez, sim, a autora criou um romance lindo entre personagens improváveis.

Libby e Jack, como já foi dito, são personagens bem diferentes, porém reais. Quem nunca viu uma pessoa sofrendo bullying por ser um pouco acima do peso? E quem nunca soube de alguém que esconde algo da sociedade por medo de ser apontado? Para mim, Jack foi um personagem novo em todos os sentidos, pois nunca havia visto/ouvido/lido sobre a prosopagnosia, mas, gente, é real, sim, Tem gente que sofre com isso, inclusive tem testes através da Revista Superinteressante para saber se você tem essa doença. Agora, imaginem só: você não reconhecer as pessoas ao seu redor? Isso deve ser assustador e nós, leitores, começamos a ver como o Jack via as pessoas, ou seja, podemos entendê-lo e "ter a sensação" de como é ter essa doença. A Libby é uma garota linda, sim! Ela é empática, inteligente e não deixa se abater perante as dificuldades.

Juntando os pedaços é uma leitura que eu recomendo e, para quem não leu outros livros da autora, recomendo demais Por lugares incríveis. Essa livro, com toda a certeza, é um Jovem Adulto (Young Adult) que merece 5 estrelas e muitos leitores, afinal ele fala sobre aceitação, bullying, empatia e amizade e mostra que o amor pode nascer nos lugares mais improváveis.

Foto: Fundo Falso

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

24 Comentários
Comentários

24 comentários

Write comentários
4 de abril de 2017 00:12 delete

Oi, tudo bom?
As capas desses livros são LINDAS DEMAIS. Nunca parei pra reparar que são da mesma autora!! Amei muito a resenha, acho wue irei amar a leitura tambem!

Reply
avatar
Bruna Prattes
AUTHOR
4 de abril de 2017 00:21 delete

Devem ser ótimos! Estou doida pra ler!

Reply
avatar
Allana Fahiny
AUTHOR
4 de abril de 2017 01:08 delete

Simplesmente amei a resenha! O tipo de livro que eu gosto de ler. Estou anciosissima para navegar nessa historia. Me identifico com o livro "juntando os pedaços" pois ja sofri bullying na escola e superei lendo varios livros que me ajudaram a ter amor proprio!

Reply
avatar
ALINE ALMEIDA
AUTHOR
4 de abril de 2017 05:45 delete

Olá, além de capas lindas, gostei muito da premissa, a resenha deixou ainda mais desejo de ler...

Reply
avatar
Elizabeth
AUTHOR
4 de abril de 2017 07:13 delete

Já assisti um filme falando desse assunto. Deve ser muito difícil conviver assim. Não ser capaz de reconhecer ninguém. Mas fazer o que né? É um fato da vida. E esta sempre nos mostra como contornar tais dificuldades. Adorei conhecer os personagens. Parecem ser bem intensos. com certeza vou adorar ler este romance. E espero que seja logo.
Beijos.
elizabethmsalles@hotmail.com
Elizabeth Machado Salles

Reply
avatar
Thatty Cruz
AUTHOR
4 de abril de 2017 07:14 delete

Fiquei com muita vontade ler. Deu faniquitos :D

Reply
avatar
4 de abril de 2017 07:57 delete

Olá Olá.
Meu, amei a resenha 😍
Eu não tenho o mesmo que o Jack, Mas também nao sou boa reconhecendo rostos, muitas vezes reconheço uma pessoa pelo andar, roupa ou o jeito, Mas o rosto muitas vezes (de conhecidos, pessoas q nao vejo há um tempo ) eu não reconheço.
Eu não conhecia essa autora, Mas vejo que os livros dela parece ser muito bom. Depois darei umas pesquisadas. Mas sem dúvida fiquei louca pra ler essa história.
Sofrer ofensas por ser gordo é o que mais se Tem, em alguns casos, as pessoas pensam que nao esta machucando falar algo, mas está.

Enfim, é isso.
Beijos.

Reply
avatar
4 de abril de 2017 08:54 delete

Olá.
Eu amo a capa de Por Lugares Incríveis e quero muito ler. Ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita da autora, mas tenho certeza de que é cativante.
Parabéns pela resenha. Abraços.

Reply
avatar
4 de abril de 2017 11:04 delete Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
Maria Alves
AUTHOR
4 de abril de 2017 11:30 delete

Ainda não li nenhum livro da autora e quero ler os dois. Não conhecia a doença que o Jack tem, a leitura deve nos levar a saber mais sobre ela é que difícil para o personagem viver desde jeito tentando não demonstrar para as outras pessoas que sofre dessa doença. Gostei da Libby que mesmo depois do que sofreu resolve voltar a estudar e encarar os desafios.

Reply
avatar
4 de abril de 2017 12:40 delete

Amei sua resenha, já ouvi muito sobre Por Lugares Incríveis, somente críticas boas. Agora decididamente preciso ler os 2 livros, amo quando os escritores usam realidades pra construir histórias magníficas. Algo que hoje se tem em todos os lugares, o tal do Bullyng e sobre a prosopagnosia, não conhecia.

Reply
avatar
Bruno
AUTHOR
4 de abril de 2017 13:12 delete

Caramba, imagina que difícil não reconhecer as pessoas que se ama, me fascinou muito a resenha e a curiosidade de ler essa história de superação das dificuldades que a vida nos impõe.

Reply
avatar
4 de abril de 2017 13:14 delete

A história parece ser linda! Adoro esses livros que mostram a realidade e nos fazem refletir sobre doenças, preconceitos, bullying ... Já faz tempo que quero ler Por Lugares Incríveis, e agora este também entrou pra minha lista!

Reply
avatar
4 de abril de 2017 13:34 delete

Minha gente que resenha é essa,nossa você descreveu como é o livro de uma forma 'normal' como se você tivesse falando para alguém,e o melhor que foi fácil entender sobre o que o livro fala.Bem eu já tinha visto esse livro(se não me engano teve um sorteio dele no skoob),e por lá que fiquei interessada nele,eu nunca tinha ouvido fala dessa doença,e não consigo imaginar o quão ruim deve ser.E sobre o bullying,bem ontem mesmo presenciei uma coisas dessas com minha amiga,e acho isso chato,zoar alguém por brincadeira,serio o Brasil precisa evoluir em.Mas voltando,a resenha me fez se interessar ainda mais pelo livro,até porque eu amo histórias diferentes,que mostra coisas novas,e a sua escrita meu Deus,serio amei demais a forma que você resenhou...

Reply
avatar
Isa It Baby
AUTHOR
4 de abril de 2017 13:51 delete

Primeiramente, não tem como deixar de elogiar essas capas LINDAS \O/
A Jennifer arrasa em todas suas histórias
Quero muito

Reply
avatar
4 de abril de 2017 14:16 delete

Nossa eu estou doida para le-los.
Todos que vejo lendo esses livros só fazem cometários top, e de quanto encantador eles são. 😍😍😍

Reply
avatar
4 de abril de 2017 16:29 delete

Se sua resenha me deixou ainda mais animada pra ler esse livro?
Sim, claro ou com certeza? rsrs
Não li nenhuma obra da autora ainda, mas já tenho algumas na minha listinha de desejados.
Juntando os Pedaços parece ser uma história incrível e muito emocionante.
Que consegue tocar e prender o leitor de uma forma bem bacana.
A escrita da autora parece ser muito boa também e mal vejo a hora de conferir, sério!
Beijos,
Caroline Garcia

Reply
avatar
Mariana Canan
AUTHOR
4 de abril de 2017 18:34 delete

Além das capas serem bonitas, a resenha me deixou com muita bontade de lê-los...

Reply
avatar
Sarah Otome
AUTHOR
4 de abril de 2017 18:47 delete

Estou ansiosa para ler!
Realmente é algo a se pensar. Já sofri bulling e sei o quanto é difícil passar por isso, afinal, tudo que não é com você para os outros está tudo bem. Em fim... adorei a resenha. ^^

Reply
avatar
5 de abril de 2017 10:33 delete

Com certeza é uma bela história de superação tanto da Libby como do Jack, pessoas tão diferentes mas que tem em comum a insegurança e o medo de não ser aceito do jeito que são. Amo livros que no decorrer da história vamos tirando boas lições com o amadurecimento dos personagens. Uma leitura reflexiva e inspiradora assim é pra favoritar.
Participando!
Seguindo como Aline M. Oliveira
alinemartinsoliveira1@gmail.com
FB: https://www.facebook.com/profile.php?id=100003246944251
Bjoss ♥ ♥

Beijos

Reply
avatar
5 de abril de 2017 14:06 delete Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
6 de abril de 2017 11:32 delete

Fiquei apaixonada pela história de Jack e Libby!! Uma trama bem narrada que mostra o poder da amizade, confiança e lealdade que podemos encontrar no próximo!! Cada personagem com sua dor, mas que tentam superar as adversidades contando um com o outro!!

Reply
avatar
6 de abril de 2017 21:43 delete

Que dó da Libby :(
O verdadeiro retrato do Bulliyng que acontece o tempo todo nos nossos trabalhos, na escola, na rua.
Com certeza um livro que trará muitos aprendizados
Beijos

Reply
avatar