Resenha| Décio (nº. 1), de Rodrigo Belato

09:54 0 Comments A+ a-

HQ | Hoo Editora | Classificação: 4/5 | Ofertas
No primeiro volume de Décio, intitulado crise, vamos conhecer um pouco sobre o investigador autônomo que está passando por uma crise financeira, devido aos últimos acontecimentos do país, pois a história em quadrinho está ambientada no ano de 1980, final da ditadura militar. Diferente de alguns, Décio é um homem honesto que só está à procura de trabalho, porém os tempos são difíceis. 

Inesperadamente, Julio Augusto, um jornalista do "Social News", paga o investigador para que ele o ajude num furo de reportagem. A única coisa que Décio teria que fazer era: seguir um político e, discretamente, fotografá-lo. O que há de problema nisso? Aparentemente, nenhum. Até Décio descobrir que o pior ainda estava por vir e as consequências disso poderia acabar com a vida do senador Marco Tenell. E a pergunta que fica ao terminar a leitura de "Décio" é: será possível viver livre numa sociedade preconceituosa e discriminatória?

Délcio é um Grafic novel, ou seja, uma história em quadrinhos, por isso acaba sendo uma leitura rápida e cheia de criticidade. Como é sabido, a Editora Hoo traz obras que tratam sobre o tema LGBTI, por isso não só vemos o assunto "corrupção" e "abuso de poder" no HQ, mas preconceito, discriminação. Além disso, essa obra nos faz refletir acerca do que a sociedade, nesse caso, sendo representava pelo jornalista, é capaz de fazer para ter algo novo, independente do quanto isso pode trazer consequências ao outro. Deixando claro que, se antes faltava empatia; hoje, isso ainda falta, infelizmente.

A parte gráfica da obra está incrível. O Rodrigo Belato fez um ótimo trabalho, sem dúvidas. Preciso deixar claro a linguagem tanto escrita quanto visual da obra: é bastante coloquial, sem censura e sem tabu. Pode chocar? Talvez. Porém, eu achei superdivertida e não me senti constrangido, pelo contrário. Só lembrando, Décio é uma leitura para maiores de 18 anos. Quer um HQ de leitura rápida, de autor nacional, divertido e com uma carga de criticidade?  Com toda a certeza, Décio é uma ótima dica. 

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

0 Comentários
Comentários