Resenha| 1+1: A matemática do amor, de Augusto Alvarenga e Vinícius Grossos

16:16 4 Comments A+ a-

Romance | Faro Editoral | Classificação: 5/5 | Ofertas
Créditos: Saga Literária
Nossa, nem sei por onde começar, mas vamos lá! O livro conta a história de dois melhores amigos de infância, ou até mesmo muito mais que isso, talvez irmãos de útero, pois se conhecem muito antes de nascer. Seus pais também eram amigos, e suas mães engravidaram e deram à luz com poucos meses de diferença. Ou seja, é mais que uma simples amizade de dois vizinhos. Lucas e Bernardo são dois garotos, ambos com 16 anos, e apesar de serem tão próximos, têm muitas diferenças.

Lucas era mais sentimental, demonstrava mais claramente o que pensava e sentia. Gostava do inverno, de português, e um dos seus poemas favoritos era Soneto da fidelidade, de Vinícius de Moraes. Por outro lado, o Bernardo era mais ligado a esportes. Gostava de nadar, caminhar e jogar. E diferente de seu amigo, entendia muito bem de matemática, porém não era muito bom em português. E, apesar dessas diferenças, era isso que os fazia serem ótimos juntos. E onde um estava, o outro, muito provavelmente, também estaria.

Era época das férias escolares, antes do último ano no Ensino Médio, e os dois amigos planejavam aproveitar ao máximo cada minutinho do tempo, juntos. Ainda mais porque Bernardo revelou que em breve se mudaria com seus pais para Portugal. Essa notícia fez com que percebessem a importância do que sentiam um pelo outro e que seria difícil se manterem afastados assim. Bernardo não aceitou muito bem essa decisão dos pais, o que fez com que se afastasse deles por um bom tempo, até o dia da partida. Ficou revoltado e não entedia como eles poderiam estar sendo tão egoístas. Como assim eles iam se mudar e separá-lo do seu melhor amigo, não é? Era difícil aceitar. Lucas, por outro lado, tenta transformar isso no que poderá ser as férias inesquecíveis dos dois. E, por isso, planejou uma lista com várias coisas que poderiam fazer para que esse momento fosse único e maravilhoso.

"Era um tanto triste pensar que estávamos presos na Terra, sem poder conhecer o paraíso de verdade. E que aqui era apenas um tipo de campo minado dotado de julgamentos. Me recusava a acreditar nisso... E acho que eu estava certo. O Paraíso existia - escondido nas pequenas coisas, disfarçado nos breves momentos."

Ufa! Nem sei como consegui chegar até o fim, sério. A história é cheias de surpresas, descobertas, altos e baixos na amizade desses dois. Tem horas que você não aguenta de emoção-raiva-felicidade-tristeza no coração. Sentir todas essas emoções ao mesmo tempo é muito complicado. O livro é dividido em capítulos e narrado em primeira pessoa, e a cada capitulo começa com um dos dois protagonistas mostrando sua visão da história.

A história em si é muito fofa. Quem não quer um amigo para todas as horas? Que está com você desde que você se entende por gente? E o que se faz quando essa pessoa tão especial na sua vida está prestes a ir embora para o outro lado do mundo? Eu choraria, apenas. A relação desses dois é muito bonita, não há outra coisa a se dizer. Mas, talvez, por isso, gere tantas incertezas e certezas, além de preconceito.

1+1 é um livro com questões atuais que todos deveriam ler. Nos ensina que ser “diferente” não é o problema, o problema é estarmos num mundo com pessoas que veem o “diferente” como uma ameaça. E o livro vem aí para desconstruir essa ideia absurda. Eu simplesmente amei, ou seja, recomendo demais, principalmente para pessoas que precisam conhecer novos horizontes, se colocar no lugar do outro, aceitar as "diferenças" e dar importância para apenas uma coisa: ser feliz. 

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

4 Comentários
Comentários

4 comentários

Write comentários
Michele Lopez
AUTHOR
9 de dezembro de 2016 10:39 delete

Olá,
Desde o lançamento da obra, fiquei muito interessada pela leitura.
Ainda não consegui ler, mas a premissa é muito boa e os personagens aparentam ser cativantes e, mesmo com suas diferenças, nos mostram que é possível se dar bem.
Adorei a mensagem que o livro nos passa de que não há nenhum problema em ser diferente e suas impressões sobre a obra me deixaram mais animada para lê-lo.

http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

Reply
avatar
9 de dezembro de 2016 12:49 delete

Oi Jadson.

Pela sua resenha o livro parece ser cheios de surpresas e deve ser uma bonita história de amizade. Concordo com você, quando disse que vivemos em um mundo onde o diferente é considerando uma ameaça e a proposta do livro é bacana. Vou adicionar na minha lista de desejados para adquirir em 2017.

Bjos

Reply
avatar
Licavargas
AUTHOR
9 de dezembro de 2016 23:47 delete

Eu já tinha achado a capa desse livro muito amorzinho, aí vi sua foto e me apaixonei pelos marcadores...
Mas não foi só isso... Sua resenha me deixou querendo muito conhecer melhor a história que, pelas suas palavras me pareceu uma daquelas para levar durante muito tempo depois de ler a última página...
Beijinhos,
Lica
Amores e Livros

Reply
avatar
Dana Silva
AUTHOR
14 de dezembro de 2016 15:36 delete

Oi Jadson tudo bem?
Então, pela capa achei que era um YA com temática gay, mas que massa saber que é sobre amizade e ainda mais uma amizade assim tão forte e intensa de antes de nascer. É uma coisa que poucas pessoas tem na vida e nem todo mundo é capaz de compreender. Já achava a capa fofa, mas nunca tinha lido nem sinopse, so que agora me interessei! hahaha
adorei mesmo!
bjos!

Reply
avatar