Resenha| Amor Esquartejado, de Roger Franchini

16:11 26 Comments A+ a-

Literatura Nacional | Editora Planeta |168 páginas |Classificação 3/5 | Ofertas
Ao contrário do que eu imaginei vocês devem estar pensando, esse não é um livro sobre o caso Matsunaga propriamente dito. Amor Esquartejado conta a história de um policial civil chamado Rodrigo  que mantinha um relacionamento com Bárbara, uma garota de programa exclusiva de um grande empresário de uma empresa do ramo alimentício, quando ele misteriosamente desapareceu. Junto com o seu colega Maurício, Rodrigo tenta descobrir quem é o verdadeiro culpado, ao mesmo tempo em que busca proteger Bárbara de um possível envolvimento com o crime.

Cada vez mais cercado por uma investigação perigosa, Rodrigo acaba no meio do fogo cruzado entre duas instituições poderosas: Polícia Civil x Polícia Militar. Agora, ele vai ter que lutar para garantir a sua sobrevivência e desconfiar de quem, ironicamente, deveria  oferecer segurança.

Quando solicitei o livro, esperava uma série de detalhes novos ou não de um dos crimes mais bizarros dos últimos tempos. Para quem não lembra, Marcos Matsunaga, diretor executivo da empresa YOKI, foi tido como desaparecido em maio de 2012. Alguns dias depois, vários sacos contendo os restos do corpo dele foram encontrados no município de Cotia, no estado de São Paulo. A ex- prostituta e atual esposa do empresário, Elize Matsunaga assumiu que atirou no marido com uma pistola 380 e, doze horas após cometer o crime, esquartejou o mesmo e tentou se desfazer do corpo.

De acordo com o título e a sinopse do livro, acreditei que o crime seria abordado sob outro ponto de vista e com nomes fictícios, porém ainda seria sobre a história sobre um dos crimes que mais repercutiu no país. O crime em si é, inclusive, pouco abordado durante a narrativa. Essa leitura foi, literalmente, um banho de água fria para mim. Esperava saber mais sobre a vida do casal, as brigas e a suposta traição que culminou no brutal assassinato de Marcos. Ou que, pelo menos, o cenário do crime fosse utilizado apenas como pano-de-fundo e o autor desse asas a sua imaginação, mas, infelizmente, não foi  o que aconteceu...

O autor nos apresenta a instituição da Polícia Civil de uma maneira que não imaginamos, com muita dureza, realidade e riqueza de detalhes. O foco da narrativa é uma rixa entre PMs e Civis que vai muito além do caso do empresário, mas que, nesse caso, está interligada. A forma como Franchini conduz a trama consegue, sim, transportar o leitor para os bastidores da polícia paulista. A familiaridade com as gírias e o "dialeto" utilizados nos diálogos se deve aos anos em que o próprio autor fez parte da corporação, o que fez com que eu desse mais atenção às críticas apontadas ao longo da história. Afinal de contas, de algum lugar ele tirou inspiração para escrever o livro, não é?

Roger é autor dos livros Toupeira - a história do assalto ao Banco Central, Ponto Quarenta e Richthofen - o assassinato dos pais de Suzane, onde também utiliza grandes crimes como ambientação para suas histórias de ficção policial. Tenho intenção de solicitar o livro do caso Richtofen, pois li que o desenvolvimento é mais profundo com relação ao crime. Para quem espera uma história chocante e verídica, eu não indico a leitura, mas para quem deseja conhecer melhor a "outra face" da lei, Amor Esquartejado é um prato cheio.

Pisciana, 2.6, humor de 60, dramática, apaixonada por livros e animais.

Instagram: @deebritoo

26 Comentários
Comentários

26 comentários

Write comentários
12 de dezembro de 2016 21:10 delete

Olá,

Nossa só de ver o livro, também esperava mais informações sobre o crime e se teria mais detalhes mesmo sobre a real investigação. No entanto, desanimei um pouco ao saber dessa rixa entre os policiais, embora fique um pouco curiosa para saber mais sobre o assunto. Gostei no entanto, de saber que a narrativa do autor é fluída e que consegue manter nossa atenção. Mas acho que por esperar algo diferente do livro, acabaria me decepcionando um pouco. Adorei sua resenha, estava precisando saber mais desse livro e foi uma surpresa agradável encontrar seu post.

Abraços,
Cá Entre Nós

Reply
avatar
F
AUTHOR
12 de dezembro de 2016 21:50 delete

Olá
Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, especialmente porque não conhecia ainda. Fiquei curiosa sobre o desenvolvimento e gostaria mesmo de compreender mais do caso. Não conhecia o autor também, mas pretendo procurar maisinformações sobre seu trabalho. Na minha opinião, seria bem interessante se o crime fosse mais abordado sim..
Beijos, Fer
www.segredosemlivros.com

Reply
avatar
13 de dezembro de 2016 00:22 delete

Oi!

Uma história no mínimo peculiar.
Eu não conhecia o livro e sinceramente, acho que nem o conheceria se não fosse por sua resenha, o que me deixou mais curiosa. Tenho um certo problema com os ideais de alguns grupos policiais, por isso acho que a leitura será interessante. Gostei da sua resenha e espero um dia poder ler o livro :)

bjs!

Reply
avatar
Ivi Campos
AUTHOR
13 de dezembro de 2016 11:41 delete

Gente, o que mais me deixa no chão como livros como esse, é o senso de oportunidade em escrever uma história baseada em algo tão violento, sinistro e real. Não conhecia o livro e jamais leria ou indicaria. Acho que algumas coisas estrapolamm o bom senso.
MEU AMOR PELOS LIVROS
Beijos

Reply
avatar
Diane
AUTHOR
13 de dezembro de 2016 11:57 delete

Oie...
Logo que vi a capa imaginei que se trataria desse caso que tanto repercutiu no nosso país, porém não é um livro que leria, pois acho terrível acompanhar violências nos jornais, então prefiro ler livros mais leves.
beijos

Reply
avatar
13 de dezembro de 2016 13:28 delete

Oie,
Não conhecia o autor e nem sabia que existiam livros do gênero no mercado nacional. Fazer uma abordagem sobre um dos assassinatos que mais chocou o país em formato de ficção me chamou muita atenção.. Com certeza esse seria um livro que eu leria, apesar de saber do final. Leria também o da Suzane e de todos os outros!
Obrigada pela dica
Beijos
Blog Relicário de Papel

Reply
avatar
Alice Duarte
AUTHOR
14 de dezembro de 2016 09:59 delete

Oiii Diana

Nem sabia desse livro, acho interessante a abordagem mas confesso que fiquei frustrada em saber que o autor não foca tanto no crime ou detalhes do casal mas sim o cotidiano da policia em si. Vou esperar sua resenha do caso Richtofen, espero que te surpreenda mais.

Beijos

Resenha Atual

Reply
avatar
14 de dezembro de 2016 20:53 delete

Olá Diana,
Não sabia da existência desse livro, mas pensei que era algo do caso do esquartejamento e já não tinha ficado curiosa, mas essa questão em que o Rodrigo se encontra me agradou e fiquei curiosa para saber como ele poderá exercer sua função e proteger sua amada de um possível envolvimento.
Quero saber sua opinião sobre o caso Richtofen.
Beijos,
Um Oceano de Histórias

Reply
avatar
Estilo Gisele
AUTHOR
14 de dezembro de 2016 21:34 delete

Olá, tudo bem ?
Não conhecia o livro. Mas não é o tipo de leitura que me agrada. Embora o enfoque seja nos policiais, não sei, não me chamou atençao.
De qualquer forma, valeu a pena para conhecer a respeito, nem sabia que existia.
Beijos
www.estilo-gisele.blogspot.com.br

Reply
avatar
Catharina M.
AUTHOR
15 de dezembro de 2016 15:32 delete

Olá
muito legal sua resenha, ainda não conhecia o livro mas uau que assunto louco, parece ser bem interessante, eu gosto bastante do gênero entao fiquei mega curiosa, parabéns pela resenha e valeu pela dica

beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Gleydson
AUTHOR
15 de dezembro de 2016 18:34 delete

Olá, tudo bem por aí?

Eu adorei a premissa dessa história, e confesso que ao ver a capa e ler as coisas escritas nela, também achei que se tratava exatamente do caso Matsunaga. A premissa do livro chamou bastante a minha atenção e sua resenha contribuiu, também, para isso. Parabéns, ela ficou ótima e super explicativa!

Abraços!
www.acampamentodaleitura.com

Reply
avatar
Amanda
AUTHOR
16 de dezembro de 2016 10:32 delete

Oi Diana, tudo bem?
Acredito que seria interessante conhecer essa história, já que conta algo que realmente aconteceu. Como você, eu também esperaria que o livro desse mais detalhes do relacionamento dos Matsunaga antes do assassinato e é mesmo uma pena que o autor não tenha aprofundado essa parte. Porém, seria interessante conhecer melhor essa rixa entre policiais civis e militares. Espero ler um dia.

Beijos! ♥

Reply
avatar
Brooke S.
AUTHOR
16 de dezembro de 2016 11:50 delete

Hey, não conhecia a obra e infelizmente ela não me conquistou. Gostei do que se trata a história, essa parte da policia civil x militar, a desconfiança e o não poder contar com quem deveria é algo realmente intrigante. No entanto, mesmo que realmente seja algo educativo e interessante de se ler, não faz muito meu estilo e não me cativou a ponto de me fazer desejar loucamente. Mas para quem gosta desse tipo de leitura, deve ser realmente uma boa obra. Uma pena que não tratou sobre o que você realmente achou que trataria.
Um beijo
www.brookebells.com

Reply
avatar
16 de dezembro de 2016 18:07 delete

Olá, eu confesso que me decepcionei um pouquinho quando eu vi que não era sobre o caso do japonês rsrs Fiquei surpresa quando eu li que era sobre um policial e me parece ser um misto de suspense com romance jornalistico. Não sei se leria agora, mas me instigou. Vou guardar na fase do quem sabe um dia rsrs

Essa capa amarela é a capa oficial? se for eu não gostei não. Achei ela sem sal, acho que a PLaneta tem potencial para mais rsrs

Beijos

Reply
avatar
17 de dezembro de 2016 00:33 delete

Olá,

Não conhecia o livro e não me lembro dessa história que aconteceu, mas fiquei interessada. Interessante ser abordado esse fato de polícia civil e polícia militar e o autor ter trazido um pouco da realidade, ainda que dura. Não sei se leria no momento, mas gostei de conferir sua opinião!

http://www.virandoamor.com/

Reply
avatar
Ana Gabriela
AUTHOR
17 de dezembro de 2016 10:39 delete

Imaginei que não ia ter realmente um aprofundamento - sim, eu realmente achei que fosse um livro sobre o caso em si, mas mistura ficção né? - nessa história pelo número de páginas. O que é uma pena, pois esse foi um caso BEM sinistro, ia ser interessante.
www.belapsicose.com

Reply
avatar
17 de dezembro de 2016 14:46 delete

Olá
Bom não conhecia a obra, mas lembro do crime, pois na televisão não se falava outra coisa a não ser sobre esse crime horrendo.Confesso que não senti vontade de ler, mas no fundo me deu uma curiosidade ara desvendar o por que dá esposa agir de formatão cruel.Assim quando comecei a ler sua resenha achei que contaria um pouco mais sobre o casal, mas pelo visto não né? Deixo a dica passar, parabéns pela resenha.

Reply
avatar
17 de dezembro de 2016 20:58 delete

Não podia esperar nada menos, de um autor que conseguiu já retratar bons casos em seus livros. Mas realmente pensei que ele utilizaria algo mais que fictício, porém é interessante ver que ele resolveu trazer o leitor para dentro dessas instituições. A ideia foi bem diferente, e ele consegue retratar o crime de uma maneira completamente criativa, e real ao mesmo tempo.
Quero ler este livro,e assim como você desvendar as cenas desse crime.

Reply
avatar
Livreando
AUTHOR
18 de dezembro de 2016 02:04 delete

Olá,
Não tinha ideia da existência desse livro, e a primeira vez que vejo é a primeira resenha que leio. Creio que pelo que demonstra, também imaginária algo mais profundo ou o crime como cenário de fundo, como você salientou, apesar de gostar da percepção que o autor trouxe para a obra, preferiria a outra parte, um conhecimento maior sobre o relacionamento do casal ou intrigas que poderiam ser descritas a partir desse ponto.
Bjim!
Tammy

Reply
avatar
18 de dezembro de 2016 08:40 delete

Oi, Di. Tudo bem?
Eu ainda não conhecia o livro, mas não sie se iria curtir. Acho que se focasse mais no caso mesmo, na relação dos dois e como tudo aconteceu iria curtir mais. Não que eu não goste de livros que nos contam o lado da lei e suas muitas faces, mas não é o que eu iria esperar desse livro, assim como você também esperava algo diferente.
Tomara que o outro livro do autor que você deseja ler, seja aquilo que você está esperando e foque mais mesmo no caso.
Um beijão
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Heloisa Reis
AUTHOR
18 de dezembro de 2016 10:38 delete

Oi Diana, o livro não chamaria minha atenção pela capa, mas o enredo já é outra história. Adoro um policial beme scrito, e é exatamente o que ele parece ser. Dica anotada! Abraços

Reply
avatar
18 de dezembro de 2016 23:33 delete

Olá!

Adorei pode conferir seus comentários a respeito do livro, principalmente por nunca ter ouvido falar dele e nem de seu autor.
Infelizmente essa trama não me chamou atenção em nada, e olha que adoro um romance policial. Pena que o livro tenha sido um banho de água fria para você. Bem, vou passar essa dica.

Ingrid Cristina
Plataforma 9 3/4

Reply
avatar
19 de dezembro de 2016 23:15 delete

oie, bacana conhecer esse livro. Eu ainda não ouvi falar nele, mas é bom já saber que não devo ir com muitas expectativas quando resolver ler. Creio que assim como você eu me sentiria agoniada esperando ler sobre um caso e encontrando algo diferente, mas mesmo assim eug osto de livros que falem sobre o trabalho da polícia, inclusive li um muito bom, chamado diário de um policial, de diógenes lucca.

Reply
avatar
19 de dezembro de 2016 23:38 delete

Oi, Diana

Eita que esse autor gosta de usar desgraça como inspiração, hein? hahaha
Desconhecia o livro, e pra te falar a verdade não me interessei. Certas coisas não devem ficar sendo remoídas, sabe? Sei lá... acho estranho.

Beijos

Reply
avatar
Rízia Castro
AUTHOR
20 de dezembro de 2016 11:33 delete

Oi
Até gosto de policiais, mas confesso que não curti muito esse livro.
Não encontrei muito elementos em sua resenha que me atraísse, mas acredito que quem goste de esmiuçar histórias, com certeza vai gostar.
Infelizmente não é para mim.
Valeu a dica e parabéns pela resenha.
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Reply
avatar
Michele Lopez
AUTHOR
22 de dezembro de 2016 17:55 delete

Olá,
Uma pena que a obra acabou sendo um balde de água fria para você.
Confesso que não gosto muito do gênero e, portanto, não me interessei pela obra.
Mas adorei saber suas impressões e fiquei até meio confusa com o que realmente o autor queria com o livro.

https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

Reply
avatar