Resenha| À procura de alguém, de Jennifer Probst

12:16 0 Comments A+ a-

Romance | Editora Paralela | Classificação: 5/5 | Ofertas
Kate tem um dom, mas não é qualquer dom. Ela consegue saber se o casal são almas gêmeas apenas com um toque. Correntes elétricas sobem por todo o seu corpo avisando-a de uma perfeita combinação. Junto com seu dom e suas duas amigas leais, Kennedy e Asilyn, ela tem uma empresa que ajuda solteiros a encontrarem seus pares ideais, a Kinnections. Se nos negócios Kate tem um sucesso tremendo, com mais de 10 casamentos em 3 anos de empresa, ela não pode dizer o mesmo de sua vida pessoal. Com 28 anos, ela sente o peso de juntar tantos casais e não conseguir ter o seu "felizes para sempre", mas tudo isso muda quando ela conhece o irmão da sua mais nova cliente. Slade é um advogado de divorcio que não acredita no amor, ele acredita em companheirismo, carinho e tesão, mas amor é uma lenda para ele. Porém, quando ele encosta em Kate e sente um intenso impulso de abraçá-la, beijá-la e jamais largá-la, ele começa a se questionar sobre relacionamentos.

"A única maneira de encontrar a felicidade verdadeira é abrir mão do controle."

Gente, para o mundo, vocês PRECISAM ler este livro. Só pela capa o livro não me chamou atenção, mas decidi dar uma chance para a sinopse e gostei. Comecei a ler o livro e não consegui largar até terminar. E deixe-me falar: terminei em menos de 24h. A leitura fluiu muito rápida e foi muito gostosa de fazer, mas confesso que o que me ajudou nisso tudo foi não ter criado expectativas sobre o livro, pois, para mim, ele era mais um erótico bem no estilo 50 Tons, graças a Deus eu estava MUITO errada, e agora sei que, se tivesse criado expectativas do tamanho do mundo, teria amado igual.

Kate e Slade são personagens muito bem construídos e, apesar do jeito turrão deles, não consegui não me apaixonar por eles. Ela é forte, decidida e ao mesmo tempo amável, uma pessoa que acredita no amor e que não tem medo de falar isso para ninguém. O que pra mim foi muito bom, pois é um contraste com a atual realidade do mundo, onde as pessoas estão cada vez mais distantes umas das outras e desacreditando no amor. Já Slade... ai meu coração! No começo, eu queria bater nele, cabeça dura, descrente no amor, ele procura características em uma mulher que... affff, me deu raiva. Mas claro que Kate descobre por ele que, na verdade, tudo aquilo era apenas um muro que existia em torno dele. Veja bem, eu usei a palavra 'descobre' muito pontualmente, pois, contrário aos livros de romance, Slade não muda por causa de Kate, ele se redescobre. Não gosto dessa coisa do mocinho mudar pela mocinha, acho que dá um toque bem irreal a história, e isso não acontece em À procura de alguém, e talvez esse seja o motivo pelo qual eu amei tanto o livro, porque os personagens têm consistência, são reais e não mudam simplesmente de uma hora para a outra, eles se descobrem, retiram a capa de proteção que usam.

Outro ponto muito positivo do livro é que os personagens secundários são maravilhosos, e durante a leitura já fiquei na expectativa dos próximos livros. Mas voltando ao casal, uma característica do livro que vale a pena falar é a comédia. Em vários momentos me peguei sorrindo com as trapalhadas da Kate em negar o Slade ou dele em negar o amor entre eles. As amigas de Kate também são maravilhosas e me tiraram várias risadas.

Em resumo, o livro é maravilhoso, são 5 estrelas e um coraçãozinho para a maravilhosa Jennifer Probst que conseguiu me fisgar logo na primeira leitura. LEIAM este livro, por favor! 

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

0 Comentários
Comentários