Resenha | A árvore da mentira, da Frances Hardinge

12:02 7 Comments A+ a-

Suspense; Ficção internacional | 302 páginas | Editora Novo Século | Classificação: 5/5 | Ofertas
Os Sunderlys estavam viajando (leia: fugindo) para uma ilha localizada em Vane. Curiosa, Faith Sunderly, logo percebe que há algo de muito estranho naquela viagem repentina. A desculpa era de que seu pai, o reverendo Eramus, por ser um renomado cientista naturalista, havia sido convidado para uma escavação na ilha.

Em Vane, Faith descobre o motivo daquela viagem. No entanto, os moradores da ilha também descobrem e logo dão as costas para a menina e toda a sua família. Coisas estranhas acontecem, até seu pai, o reverendo Erasmus, ser encontrado morto em circunstâncias obscuras. Para Faith: o pai foi assassinado. Para todos que vivem em Vane: o reverendo havia se suicidado.

“ – Vocês todos o adiavam. Todo mundo nesta ilha suja, idiota e miserável. E um de vocês o matou.”

Com seu pai morto, ela começa a investigar todos os documentos científicos dele e descobre algo que poderia tornar sua investigação mais fácil: uma planta estranha, uma planta que se alimentava de mentiras sussurradas para dar frutos que revelavam verdades desconhecidas. Porém, para que essas verdades fossem reveladas, as pessoas que ouvissem a mentira deveriam acreditar que aquilo, de fato, era algo verídico. Agora, Faith fará o possível, inclusive mentir, para provar a todos que seu pai não é nada do que eles falam/falaram. 

“O homem lhe dá mentiras, e em retorno ela dá um grito que oferece visões de verdades secretas.”
Narrado em 3ª pessoa, A Árvore da mentira, da autora Frances Hardinge, prende o leitor do início ao fim, desde a fuga dos personagens até o desfecho. Todo o enredo da história é interessante e muito, mais muito inteligente. Um ponto bastante positivo é a escrita da autora, que caracterizo como misteriosa e bastante literária, ou seja, ao meu ver: original. E isso acabou criando O suspense no livro.

Toda a história é ambientada no século XIX, ou seja, o leitor é imerso numa época bastante diferente da que vivemos hoje. Podemos perceber que em Vane, a sociedade é bastante patriarcal, machista e preocupam-se bastante com a ciência. Logo, de cara, percebemos o "calcanhar de Aquiles" de Faith: ela é mulher e se interessa por ciência, sendo que ciência era só para homens. Por isso, para consegui provar que seu pai não havia se suicidado, ela precisará da ajuda de um "amigo". Fora isso, também somos apresentados aos costumes daquela época, como, por exemplo, Myrtle Sunderly, mãe de Faith, não possui nenhuma preocupação a não ser vestidos e futilidade, pois o homem da casa é quem coloca a comida na mesa. O interessante é que cada personagem é importante. Cada um é essencial para manter o leitor atento, curioso.

O diferencial é a sacada feita pela autora na construção da história, pois para que a árvore desse fruto, ela teria que ouvir mentiras, mas não toda e qualquer mentira. Somente aquelas que as pessoas acreditassem. Ou seja, não era algo fácil. Quer dizer, mentir é fácil - concordo. Porém, fazer com que as pessoas acreditassem era o grande problema, e Faith fez isso com maestria.

Sem dúvidas, esse é um livro que recomendo e que, com certeza, estará na lista de favoritos. Espero poder ler mais criações da Frances Hardinge. Afinal, não é sempre que achamos uma autora que escreve tão bem. Para mim, livro bom, é livro original. E não podemos esquecer do belíssimo trabalho que a Editora Novo Século fez. Deram um show! Por isso, leiam, releiam e leiam mais uma vez. Não se arrependerão. Boas leituras! 

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

7 Comentários
Comentários

7 comentários

Write comentários
9 de junho de 2016 20:18 delete

Não sabia que o livro se passava no século XIX, isto foi uma grata surpresa e que me deixou ainda curiosa pela trama, aliás, desde que vi ele no catálogo da editora, estou babando pelo livro e por esta trama tão diferente... Com certeza quero ler.

Beijo, Van - Retrô Books
http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Thatyane
AUTHOR
10 de junho de 2016 19:56 delete

Oi, que trama mais complicada desse livro???
Achei bem desenvolvido a premissa do livro e bem instigante, confesso que não conhecia o livro, mas já estou louca para lê-lo, pois sua resenha me pegou de jeito e quero logo saber como ele se desenrola. Dica anotada.
bjus

Reply
avatar
10 de junho de 2016 21:49 delete

Oi Jadson, tudo bem?
Eu já tinha visto a capa desse livro e fiquei encantada, achei ela linda, mas essa é a primeira resenha que leio do livro. Que coisa diferente, porque as pessoas precisavam acreditar na mentira para a árvore dar frutos? E da onde surgiu essa árvore? Qual a relação dela com a morte de seu pai? Estou super curiosa e não vejo a hora de ler!!! Sua resenha ficou ótima!!!
beijinhos.
cila.
http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Miguel Felipe
AUTHOR
11 de junho de 2016 14:24 delete

Hey, Jadson! Quando eu vi o anúncio de "A Árvore da Mentira", me interessei bastante pelo título e ainda mais depois que li a sinopse, mas não sabia é que ele era nesse clima misterioso. Parece ser daqueles que a gente vira a noite lendo e só consegue largar depois da última página!

Abração, Miguel.
Parágrafos & Capítulos || @PrCapitulos

Reply
avatar
PorredeLivros
AUTHOR
15 de junho de 2016 10:02 delete

Oi, Vanessa. O livro possui uma história bem diferente. Eu super curti! Quando consegui lê-lo, volta aqui e nos diz o que achasse! :)

Reply
avatar
PorredeLivros
AUTHOR
15 de junho de 2016 10:03 delete

Oi, Thaty! Complicada? Mais ou menos! Mas a ideia é que nós, leitores, consigamos desvendá-la!

Reply
avatar
PorredeLivros
AUTHOR
15 de junho de 2016 10:04 delete

Diferente no sentido de original, não? Achei bem bacana isso. Ficasse curiosa não foi? Não posso contar, pois pode conter spoilers! hahaa

Reply
avatar