Eu indico: Ex-Machina

10:59 0 Comments A+ a-


Quando Caleb, um programador de computadores, ganha um concurso no qual o prêmio é passar uma semana na casa do presidente da Companhia para a qual trabalha, ele nem imagina que sua vida vai mudar totalmente. Ao chegar na casa, onde tudo parece surreal, Caleb percebe que na verdade foi escolhido para participar de um teste experimental onde Nathan, seu chefe, está testando sua última criação: Ava, uma robô com inteligência artificial. Porém tudo que Caleb conhece, ou acha conhecer, cai por terra quando ele se vê apaixonado por Ava.

Gente, que filme bafão! Já começo a resenha falando que só assisti ao longa após a premiação do Oscar e fiquei revoltadíssima pelo fato do mesmo não ter concorrido a mais prêmios e ter ganho o prêmio de melhores efeitos especiais. Este filme não se trata de efeitos, apesar de falar sobre Inteligência Artificial, o que realmente chama a atenção é o roteiro. Quem nunca assistiu ao famosíssimo A.I. e ficou querendo mais? Ou pelo menos querendo mais histórias como aquela? Em Ex-Machina você vai pirar e querer mais ainda.


Com um toque de suspense, que nos deixa tensos até a metade do filme, Ex-Machina mostrou que nem sempre a evolução é algo bom. Depois da metade do filme, quando você começa a achar que descobriu tudo, que os vilões já foram revelados, nos surpreendemos! Ava foi construída com um proposito muito específico. E esse tal proposito é assustador. Apesar disso, em algum momento você se vê torcendo por ela e querendo que tudo dê certo, mas ao mesmo tempo você sabe que a história está fadada a ter um final... inesperado. Enquanto eu o assistia, ficava me perguntando como aquela trama iria acabar e deixe-me falar que: fiquei passada!

Uma das maiores morais do filme é: até onde vai a inteligência do ser humano em querer construir tal máquina? Acho que a função de Ava não fica clara no início da trama, mas quando você percebe que ela está sendo usada para manipular Caleb, aí você se pergunta: até onde ele consegue burlar seus sentimentos? Está é a primeira pergunta que vem na mente de quem assiste ao filme.

Como toda a trama gira em torno de Ava, Caleb e o criador da robô, só posso dizer que as atuações são muito boas, mas nada que mereça um destaque maior, pois o ponto forte vai para o roteiro que é simplesmente sensacional! Acho que apenas um outro indicado ao Oscar chamou tanto a minha atenção em questão de roteiro. O longa não tem super produção suficiente para ter ganho o prêmio de Efeitos visuais, apesar de ser algo extremamente futurista.

No todo, não tem como não dar 5 estrelas para o filme. Perfeito e que com certeza vou querer ver de novo e de novo, e super indico, se você é fã de filmes com roteiros inteligentes e de tramas com um pouco de suspense.

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

0 Comentários
Comentários