Resenha: A desconhecida, de Peter Swanson

17:10 14 Comments A+ a-

CLIQUE AQUI e confira as ofertas para A desconhecida
George Foss é um cara de 40 anos que acredita que a fase de encontrar um amor verdadeiro já passou. (Até parece que apaixonar-se é uma fase...) Ele trabalha em Boston, numa revista literária e desperdiça seu tempo no Jack Crow, seu bar favorito, tomando bons drinques. Diariamente – ou quase diariamente – ele encontra sua ex/atual Irene, faz sexo casual com ela, faz o uso de bebidas alcoólicas e segue sua monótona vida (ZZzzz). Até que numa noite de sexta-feira, ele reconhece uma mulher que estava no Jack Crow. Ela era Liana, o amor de sua vida.

George e Liana conheceram-se no primeiro período da faculdade, numa festa. Eles ficaram e, consequentemente, acabaram tendo uma relação mais sólida, pelo menos era o que George acreditava. No fim do período, Liana prometeu que ligaria para George, mas nunca ligou. E quando as aulas voltaram, ele soube que ela havia cometido suicídio. Sabendo disso, ele foi atrás de respostas e descobriu que Liana sempre esteve viva, mas a garota que ela assumiu a identidade é que havia se suicidado.

"Liana podia se tornar outra pessoa, e, com a mesma facilidade, podia matar o que havia se transformado, eliminando quem quer que aparecesse no seu caminho. Ela havia dito a ele (George) que aquela era a maldição dela, mas não. Era o dom dela, uma especialidade, um talento."

Liana estava procurando George para pedir a ele um favor: entregar uma quantia em dinheiro a um milionário, pois, segundo ela, ela havia o roubado. Segundo o milionário, ela havia o seduzido e premeditado o roubo. Em quem acreditar? George sabe que Liana e problemas são coisas bem parecidas, mas ele não consegue dizer não. 

"George imaginava esse momento muitas vezes, mas, de alguma forma, nunca tinha imaginado no que poderia ocorrer. Liana era apenas uma ex-namorada que tinha partido seu coração; ela também era, até onde ele sabia, uma criminosa procurada, uma mulher cujas transgressões estavam mais alinhadas com uma tragédia grega do que uma simples indiscrição da juventude." 

Querendo ajudar a amiga, George não esperava que sua escolha o jogasse dentro de um jogo. Um complexo jogo de mentiras. E, finalmente, em quem ele poderá acreditar? Na garota que o colocara como principal suspeito de um assassinato? Na história de um milionário assassinado? Ou nas próprias experiências que tivera com Liana? Você também estará nesse jogo de mentiras. E digo uma coisa: difícil vai ser escolher em quem acreditar.

Em A desconhecida, somos apresentados a uma história interessante, porém com muitos devaneios por parte do personagem principal, o George. A história é basicamente um thriller cheio de mistério e suspense, mas, ao meu ver, poderia ser mais trabalhado. O autor concluiu a história, mas senti falta de um desfecho de verdade, um final para Liana. Senti falta das respostas que poderiam responder as minhas dúvidas de: finalmente, quem é Liana, para onde ela foi e de onde ela veio? Pode ter continuação, mas o ideal seria o autor informar, não é? Afinal, nós, leitores, ficamos só com o 'achismo' de George e nosso próprio 'achismo'.

Sobre os personagens: George vive com essa vida super monótona e quando vê Liana de volta, ele enlouquece. Mesmo sabendo que já teve vários problemas com ela no passado, ele ainda quer ajudar? Isso é amor? Eu vejo isso de outra forma: medo de ficar só e vontade de relembrar o passado. Ele passou por isso tudo pelas escolhas equivocadas dele. E ainda: colocou Irene em perigo; conseguiu que ninguém acreditasse nele; e acabou sendo suspeito de uma crime. (Belo presente você ganhou, George...) Em relação à Liana, ela só fez o que achou certo. E sabia que tinha um cara boboca, apaixonado, ainda, e que faria o que ela queria/pedisse.

Fora isso, a diagramação e revisão estão ótimas. A capa é um fator que influencia muito. Afinal, há aqueles leitores que se apaixonam pela capa, isso me define, viu! Os capítulos curtos também é um ponto forte, como, já disse, faz com que a leitura seja mais rápida. E uma coisa que curti muito foi o fato de que tínhamos uma visão do passado e do presente. Os capítulos eram intercalados. Isso, com certeza, me fez conhecer mais a Liana e a experiência que ela teve com o George.

A desconhecida tem uma história boa, consegue prender o leitor, mas peca em alguns pontos, como, por exemplo, os devaneios de George e a falta de um desfecho. É uma leitura boa, mas não excepcional. Espero que tenha uma continuação. Eu, realmente, queria saber como Liana termina em meio a toda essa confusão. Afinal, o único que saiu como o errado na história foi o George, que na verdade era o inocente e, consequentemente, uma vítima. 

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

14 Comentários
Comentários

14 comentários

Write comentários
14 de fevereiro de 2016 23:33 delete

Oi, adorei a sua resenha, e fico feliz que tenha achado o livro bom, mas não é o tipo de livro que eu leria. Uma coisa que gosto bastante nos livros é quando fala tanto do passado como do presente, assim sempre podemos conhecer um pouco mais sobre nossos personagens.

http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

Reply
avatar
15 de fevereiro de 2016 07:44 delete

Oi Jadson, tudo bem
Não acredito!!! Qualquer um conseguiria perceber que essa garota é problema, gente como ele aceita o pedido dela, deu vontade de gritar com ele, risos... É uma pena que algumas pessoas se permitam serem usadas e manipuladas. Que pena que o livro não agradou como um todo, tinha tudo para ser muito bom. Mas achei que a sua resenha ficou ótima!!!
beijinhos.
cil.a
http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Milla Alkimim
AUTHOR
15 de fevereiro de 2016 14:50 delete

Olá!!
Adorei a resenha e o livro parece ser misterioso e até um pouco perturbador hahahah
Como sou mais dos romances, não sei se esse seria uma das minhas escolhas, mas de vez em quando é bom variar o gênero né.
Bjos

http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Catharina M.
AUTHOR
15 de fevereiro de 2016 20:47 delete

Oie
que bom que curtiu a leitura apesar de certos pontos, eu estou mega curiosa e espero com certeza poder ler em breve, adoro esse gênero e sua resenha me deixou mais curiosa ainda

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Patrícia
AUTHOR
15 de fevereiro de 2016 21:13 delete

Já vi pessoas que amaram esse livro e outras, que assim como você, sentiram que ficou faltando algo no final. De qualquer forma, eu continuo com vontade de ler, talvez seja por causa dessa capa linda, hahaha..


Bjs.

http://ciadoleitor.blogspot.com.br

Reply
avatar
PorredeLivros
AUTHOR
17 de fevereiro de 2016 09:36 delete

Oi, Brenna! Que bom que você gostou. Você pode se surpreender com esse livro. :)

Reply
avatar
PorredeLivros
AUTHOR
17 de fevereiro de 2016 09:37 delete

Oi, Cila. O livro tem uma história maravilhosa. Só acho que fiquei esperando um pouco mais dele. :/

Reply
avatar
PorredeLivros
AUTHOR
17 de fevereiro de 2016 09:41 delete

Oi, Milla. Variar é sempre bom. Espero que, se você ler esse livro, volte e nos conte o que achou! Beijos!

Reply
avatar
PorredeLivros
AUTHOR
17 de fevereiro de 2016 09:42 delete

Oi, Catharina. Espero que você leia, sim, e volte aqui para nos dizer o que achou! :)

Reply
avatar
PorredeLivros
AUTHOR
17 de fevereiro de 2016 09:46 delete

Oi, Pati, verdade! Já li algumas resenhas. Mas nem tudo agrada, não é? Espero que consiga ler e volte aqui para nos contar o que achou! :)

Reply
avatar
19 de fevereiro de 2016 15:50 delete

Oie, tudo bom?
Estou com esse livro aqui para ler, mas as expectativas estão baixas por causa da falta de final e outras coisas da narrativa. A premissa do livro é instigante, mas parece ser uma história mediana.
Beijos,
http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Hels
AUTHOR
20 de fevereiro de 2016 02:48 delete

Já tinha me deparado com esse livro em várias idas às livrarias, e (realmente) a capa é um fator bastante determinante quando não conhecemos muito sobre a história (além do lugar onde o livro se encontra, é claro haha). Gostei muito da capa, mas nunca havia buscado saber mais sobre o livro; saber que trata-se de um thriller me deixa tão empolgada quanto desanimada (eu sei, "COMO?" né?), pois parece que é um gênero que custa para ter um desfecho que gostamos. A maioria dos thrillers que já li (e não são poucos) acabaram pecando nisso, portanto eu não sei se simplesmente aceito (que dói menos) ou se insisto em achar um que vai me deixar completamente saciada e satisfeita, haha! Enfim, bela resenha. Com certeza um livro que eu leria (e provavelmente lerei, em algum momento...).

Beijos!
Hels, The Blue Blog

Reply
avatar
20 de fevereiro de 2016 09:16 delete

Oi, tudo bem?
Que situação em que o George se envolve hein?! Bem complicado!
Não sei se leria o livro agora, mas curti a premissa!
Bjs

Reply
avatar
Livros & Tal
AUTHOR
20 de fevereiro de 2016 22:46 delete

Oii muito boa a resenha!!!
Gostei muito do livro, pra falar a verdade só tive a oportunidade de ler um thriller assim e confesso que fiquei tão fissurada na historia que nao conseguia largar.
Anotei a sua dica e espero poder ler em breve.

beijos

Reply
avatar