Resenha: Eva, do autor William P. Young

10:28 41 Comments A+ a-


John é um catalogador que habita um plano espiritual chamado Refúgio. A função dele é registrar a data e as características de tudo que chega nesse "universo paralelo", que fica entre o céu e a terra. Quando um contêiner de metal surge, flutuando, no oceano com doze corpos de adolescentes que foram brutalmente assassinadas, John descobre uma décima terceira garota, escondida em uma gaveta de metal, desmaiada e mutilada. Contudo, a menina está viva, e ele assume a responsabilidade de acompanhar a recuperação dela de perto.

"O corpo de uma adolescente estava espremido naquele espaço. Alguém havia fechado o compartimento à força, pois ela mal cabia ali. Os membros estavam dobrados em ângulos bizarros, a cabeça apertada para baixo junto ao peito, os cortes começando a sangrar depois de liberada a pressão. Um dos pés estava quase amputado. Ela jazia ali, congelada, e ele apenas observava, chocado demais para reagir."

Assim que acorda, Lilly Fields, a 13ª garota, não possui nenhuma lembrança de quem possa ser e do que possa ter lhe acontecido. A única coisa que ela entende é que os seus ferimentos estão além do seu corpo, estão na sua alma, na sua falta de confiança nas pessoas, no sentimento de que não é digna do amor de ninguém. Aos poucos, Lilly começa a desenvolver uma profunda amizade por Jhon, Letty (uma velhinha diminuta e ranheta que resmunga sem parar) e os sábios Anita, Gerard e Simon, e descobre que sua missão é testemunhar os Inícios da Criação.

"Estava tudo acontecendo outra vez. Lilly estava revivendo a primeira explosão da Criação e a construção do útero em que Deus geraria o homem. Mas agora ela sabia por que estava ali: para testemunhar a Era dos Inícios."

A convite de Eva (Sim, a Eva que todos nós conhecemos como esposa de Adão), Lilly conhece o Jardim do Éden e acompanha a criação da terra em sete dias. Ela percebe que só o amor de Deus pode curar as feridas da alma e que cada ser humano tem um papel único na Terra.

CLIQUE AQUI e confira as ofertas para Eva
Eva é uma releitura da história de Adão e Eva com uma visão diferente do que acontece em Gênesis. A capa do livro é lindaaaa, com uma maçã, que é conhecida como o fruto proibido, embora no livro ele faça referência a outro fruto (leiam até o final que existe uma explicação na carta do autor, ok?), a diagramação é simples, fonte e espaçamento confortáveis para a leitura, a Editora Arqueiro mais uma vez dando um show de edição! 

O livro tem 239 páginas, separadas em 20 capítulos; o poema de Lilly, a carta do autor e os agradecimentos são narrados em terceira pessoa com foco na personagem principal, Lilly, a sua visão sobre o que está acontecendo e, principalmente, os seus sentimentos. 

William P. Young é o aclamado autor do Best Seller A cabana, lançado em 2007, que fala sobre um inusitado encontro e um relacionamento não religioso com Deus. Eva foi o meu primeiro contato com a escrita do autor e, sinceramente, eu não gostei! Explico: eu me senti perdida em vários momentos da leitura! Algumas passagens do livro são complicadas de entender e o limiar espaço-tempo ficou BEM difícil de ser alcançado. 

Não há como negar que o livro traz temas bastantes reflexivos, como, por exemplo, perdão, auto conhecimento, perda, culpa, e, acima de tudo, o poder transformador do amor de Deus, porém as coisas foram expostas de maneira tão complexa que em determinados momentos me senti como a protagonista, ou seja: sem saber onde estava e o que estava acontecendo! Cheguei a reler inúmeras páginas pra ter certeza de que eu não tinha cochilado em nenhuma parte importante e isso, definitivamente, me deixou decepcionada, pois Eva foi um livro que gerou expectativas em mim desde o seu pré-lançamento! 

Por outro lado... eu que adoro-amo-sou polêmicas, gostei de ver o autor brincar com as suas especulações religiosas e fazer com que o leitor participasse delas. Diferentemente do que acontece em Gênesis (sim, eu tive que ler!), Deus é bondoso e sofre quando o seu filho, Adão, lhe vira a face. Desta forma, podemos sentir a dor da traição e, porque não dizer, raiva de Adão pela ingratidão ao Pai, se é que podemos chamar assim. 

Outro ponto positivo é o papel que Eva assume frente à história. Não há como terminar a leitura acreditando que ela foi culpada pela perdição da humanidade. Com tanta intolerância religiosa que vimos por aí, TALVEZ eu não indique o livro para quem não consegue digerir bem alterações em histórias bíblicas, mas para quem tem a mente aberta e encara como mera ficção... não deixa de ser uma leitura desafiadora, embora eu tenha motivos para não tê-lo colocado na minha lista de favoritos. 

Pisciana, 2.6, humor de 60, dramática, apaixonada por livros e animais.

Instagram: @deebritoo

41 Comentários
Comentários

41 comentários

Write comentários
Grazi Moraes
AUTHOR
9 de janeiro de 2016 10:05 delete

Ualll... adorei o blog e a maneira que escreveu sua resenha.
Lembro quando li o "Código da Vinci - Dan B." e muitas pessoas perguntavam se eu acreditava naquela história, e eu respondia que entendia como uma bela ficção, embora por vezes confesso que pintava uma fagulha de desconfiança. Até porque minha profissão me ensinou a pesquisar a fundo, e percebo que as traduções não são fidedignas a obra original, dessa forma, confesso que ás vezes me questiono sobre a verdadeira bíblia, e as várias interpretações dela, mas isso é papo pra uma outra hora.
Gosto de livros assim, que nos coloca a questionar nossos próprios ensinamentos, fiquei mega curiosa pra ler ^.^

www.facesdeumacapa.com.br

Reply
avatar
Júlia Santos
AUTHOR
9 de janeiro de 2016 14:37 delete

Como também comentei no outro blog sobre este livro, não sou fã de livros assim. Mas nada contra em ler ele. Talvez um dia.

Reply
avatar
10 de janeiro de 2016 00:17 delete

Oi linda, tudo bem?
Tava super afim de ler resenhas sobre esse livro porque ele me chamou atenção quando eu vi ele pela primeira vez, essa capa é simplesmente LINDA e encantadora. Fico curiosa para ler, espero gostar dele, mais ainda não sei se faz meu tipo.
Beijinhos
http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/2016/01/resenha-extraordinario-rj-palacio.html

Reply
avatar
Samy
AUTHOR
10 de janeiro de 2016 02:35 delete

Confesso que não sou uma grande fã do autor sem ter lido nenhum de seus livros. Feio né? Tenho tentado mudar isso em mim. Mas o tipo de livro que ele escreve não chama a minha atenção, por mais que eu tente. Mas bom ver a Eva "redimida" da culpa pela danação da humanidade!

Infinitos Livros

Reply
avatar
10 de janeiro de 2016 10:33 delete

Estou louca para ler esse livro, adoro estória que misturam religião com ficção, amei A cabana do mesmo autor e não vejo a hora de me deliciar em EVA, tenho certeza que vou gostar muito. BJs

Reply
avatar
10 de janeiro de 2016 10:38 delete

Olá!
Eu li A Cabana, e gostei, mas confesso que em algumas partes também fiquei perdida e tive de reler para ver se entendia, acredito que Eva, será ainda um livro polemico, pois não vão faltar, fanáticos para apedrejarem a escrita do autor. Como tenho a mente aberta e muitas vezes já questionei a veracidade da Biblia, quero muito ler Eva.
Bjin
http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

Reply
avatar
10 de janeiro de 2016 12:51 delete

Olá!

Eu li e não fiquei tão confusa como você, mas fiquei com sono (de verdade) durante a leitura. A história é boa, mas pra poder ler, tem que ser com a mente aberta. Também não é meu favorito, mas a leitura é válida.

resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

Reply
avatar
10 de janeiro de 2016 18:36 delete

Oi Diana,
Acabei de dizer para minhas amigas que estou morrendo de vontade de ler Eva pelas resenhas positivas hahahaha tomei um banho de água gelada agora.
Mas você está certa, sinceridade acima de tudo e você justificou o motivo de ter ficado tão decepcionada de forma clara.
A história parece ser bem interessante, mas se é tão confuso quanto você disse, vou ler com menos expectativas. Infelizmente há livros assim, brilhantes, mas que de alguma forma possuem problema na construção dos fatos.

Abraço e Bons Livros,
Biblioteca do Coração❤

Reply
avatar
Déborah
AUTHOR
10 de janeiro de 2016 19:45 delete

Diana, eu nunca li nada do autor e não fazia ideia de que esse livro fosse por essa vertente envolvendo Lilith.
Até a pouco eu não tinha vontade de ler, mas agora fiquei bem curiosa de saber o desenrolar dessa história.

Lisossomos

Reply
avatar
Livros & Tal
AUTHOR
10 de janeiro de 2016 22:19 delete

Oii
Confesso pra vc que ten livro A Cabana e nao deu muito certo comigo.. Esse livro parece ser diferente, mas infelizmente o meu preconceito com o autor não me empolga para ler.

beijos
Mayara
Livros & Tal

Reply
avatar
10 de janeiro de 2016 22:51 delete

Eu não sabia que era a história de Adão e Eva! Que legal! Uma premissa totalmente nova, o que me fez muito querer ler! Vou adorar conhecer essa versão! Como todo livro do William tinha que falar de perdão, auto conhecimento, perda e o poder transformador do amor de Deus.
Bjus

Reply
avatar
10 de janeiro de 2016 23:37 delete

Eu não li A Cabana justamente por ter um fundo religioso forte. Não sou contra livros com teor religioso, gosto até de variar a leitura por temas que não são de costume, mas acho os livros do Young um pouco mais forçados do que o normal. Esse no entanto, parece ter uma premissa melhor do que o outro, mesmo com partes confusas e tal. Leria com o intuito de ver uma ficção mostrando um ponto de vista de um "evento" de forma diferente.
Parabéns pelo texto, ficou claro, realista e bem fluido.
Até + ver! Nu.
As 1001 Nuccias | Curtiu?

Reply
avatar
11 de janeiro de 2016 08:37 delete

OIii!

Eu não li nada do autor, mas toodo mundo me indica A Cabana. Minha amiga leu essa obra e se sentiu tão perdida como você e teve que reler. Isso é ruim em diversos motivos. Mas concordo, eu acho que para ler essa obra é necessario ser mente aberta de diversas formas, o que infelizmente não vejo acontecer hoje.
Não vou ler no momento, mas não descarto a leitura!

Beijnhos

Reply
avatar
Lucas Castelo
AUTHOR
11 de janeiro de 2016 14:00 delete

Já tinha visto uma resenha desse livro, talvez seja minha leitura em breve, gostei da história do livro.
palavrasdelucidez.com.br
Lucas Castelo Viana

Reply
avatar
11 de janeiro de 2016 17:53 delete

Oi! Tudo bom??

A premissa desse livro me atrai bastante, confesso. Eu me considero uma pessoa sem muita religião, mas sempre tento aprender sobre elas para sei lá, entender um pouco mais. A história desse livro parece ser muito interessante. Uma pena que você não gostou. É horrível quando a gente não entende o que o autor quer passar, ainda mais sabendo que o problema é do autor e não seu. Mas ainda assim, acho que quero conhecer mais sobre Eva, haha.

Beijos,
www.falandoemlivros.com

Reply
avatar
11 de janeiro de 2016 19:43 delete

Oi, tudo bem?
Já li A Cabana do autor, e apesar de ter curtido a escrita dele, não leria mais nenhum livro do mesmo. Não gosto de histórias que foquem na religião, não é algo que me deixe confortável, mas acho bem legal o autor desconstruir algumas versões do que acontece nos textos da Bíblia.

Beijos, Gabi
Reino da Loucura

Reply
avatar
Suzzy Chiu
AUTHOR
11 de janeiro de 2016 22:08 delete

Nossa, que resenha boa de ler.
Nao conhecia o livro e adorei a ideia de releitura da história de Adão e Eva.
Com certeza o livro é daqueles que entretem e ao mesmo nos faz refletir sobre amor, perdão, Deus...
Uma pena que tenha partes que te deixou meio perdida, mas ainda quero conhecer o livro.
Beijo.

Blog Livros e Sushi
https://livrosesushi.wordpress.com/

Reply
avatar
Andy Nantes
AUTHOR
11 de janeiro de 2016 22:16 delete

Oi!
Eu já havia visto essa capa, a qual também acho belíssima por sinal, mas não havia parado para saber sobre o que tratava. Eu me interessei pela obra, gosto de livros que te trazem uma nova reflexão sobre questões bíblicas, me recordou um pouco de Caim, do José Saramago, com relação a nos fazer refletir sobre o surgimento da humanidade e tudo o mais.
Espero apreciar a leitura.
Beijos,
Andy - StarBooks

Reply
avatar
Nina Tavares
AUTHOR
12 de janeiro de 2016 12:22 delete

Oi!
Eu li A Cabana e achei a narrativa do William P Young cansativa e repetitiva, e por isso deixei passar Eva.Pela sua resenha, me pareceu que ele continua com o mesmo problema, mas agora ele trás um tema bem mais polêmico. Fiquei curiosa para conhecer melhor a história.
Bjs!
Quem Lê, Sabe Porquê

Reply
avatar
Tahis
AUTHOR
12 de janeiro de 2016 23:44 delete

Olá Di, como vai flor?
Eu antigamente tinha um certo preconceito com esses livros, nem sei porque direito, achava que a história ia ser chata ou forçada. Mas do ano passado para cá venho lendo livros do gênero e entendendo um pouco sobre as pessoas escreverem livros com esses temas. Bom, eu já tinha visto esse livro em alguns blogs, mas não parei para ler resenhas, só a sinopse mesmo. E a principio para ser uma história boa, mas odeio quando me perco ou não consigo entender as coisas. Não sei se leria por agora, mas que fiquei um pouco curiosa eu fiquei rs' vamos ver, se surgir oportunidade irei ler!

Beijos!
http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

Reply
avatar
Lumartinho
AUTHOR
14 de janeiro de 2016 16:55 delete

Oieee, Diana!
Acabei de ler uma resenha meio diferente da sua e gostei que a sua traz muito mais detalhes sobre o livro. Gostei que trata de temas como a perda e a culpa, o amor por Deus...
Acho que eu preciso ler esse livro, mesmo que antes eu estivesse desacredita sobre a história, agora me interessa!
Beijos

LuMartinho | Face

Reply
avatar
Lumartinho
AUTHOR
14 de janeiro de 2016 16:55 delete

Oieee, Diana!
Acabei de ler uma resenha meio diferente da sua e gostei que a sua traz muito mais detalhes sobre o livro. Gostei que trata de temas como a perda e a culpa, o amor por Deus...
Acho que eu preciso ler esse livro, mesmo que antes eu estivesse desacredita sobre a história, agora me interessa!
Beijos

LuMartinho | Face

Reply
avatar
21 de janeiro de 2016 13:51 delete

Eu já havia lido algumas resenhas sobre este livro e de fato fiquei bem curiosa. Com certeza é um livro polêmico, pois fala de algo assim, falar de religião é sempre complicado, mas acho q oq realmente importa é a mensagem.

Reply
avatar
Mar imenso
AUTHOR
22 de janeiro de 2016 12:10 delete

Entendi perfeitamente seu comentário e sua resenha. Sinto-me do mesmo jeito, agora que estou lendo o livro!

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
19 de fevereiro de 2016 01:09 delete

Amei o livro. Confesso ter ficado sereno e um tanto boquiaberto.

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
19 de fevereiro de 2016 01:10 delete

Amei o livro. Confesso ter ficado sereno e um tanto boquiaberto.

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
26 de fevereiro de 2016 14:44 delete

Não há como negar que o livro traz temas bastantes reflexivos, como, por exemplo, perdão, auto conhecimento, perda, culpa, e, acima de tudo, o poder transformador do amor de Deus, porém as coisas foram expostas de maneira tão complexa que em determinados momentos me senti como a protagonista, ou seja: sem saber onde estava e o que estava acontecendo! Cheguei a reler inúmeras páginas pra ter certeza de que eu não tinha cochilado em nenhuma parte importante e isso, definitivamente, me deixou decepcionada, pois Eva foi um livro que gerou expectativas em mim desde o seu pré-lançamento!

MUITO EU!!! LIVRO BOM, MAS BEM CONFUSO.

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
27 de abril de 2016 20:43 delete

Já li A Cabana,A Travessia e agora Eva,acho que o autor tem um estilo próprio gosto de todo tipo de leitura,quando o livro termina você fica querendo mais, acho que o autor tem um jeito de escrever,que nossa imaginação vai longe incrível,eu gostei muito.

Reply
avatar
Tsuki
AUTHOR
14 de maio de 2016 05:50 delete

O livro "A cabana" também é totalmente ficção, mostrando algumas questões religiosas sobre outra perspectiva (mega forçada na minha opinião, mas enfim), embora a sinopse passe outra impressão. Se acha que "A cabana" tem um fundo religioso muito forte, não leia "Eva", pois segue a mesma linha.

Reply
avatar
Tsuki
AUTHOR
14 de maio de 2016 05:59 delete

Se quer aprender mais sobre religião não deveria ler os livros dele, pois a única coisa que ele faz é distorcer as coisas contidas na Bíblia para que elas fiquem mais "palatáveis". É tipo tentar aprender física assistindo desenho animado, rsrsrs. Também não tenho religião, mas ler os livros dele me deixou um pouco frustrada (rsrsrs), pois floreia demais algo que na minha opinião não é tão "meigo" assim (a Bíblia como um todo), finge que a Bíblia é algo que na verdade não é. E o pior é ver gente se referindo aos livros dele como se essas histórias realmente estivessem descritas na Bíblia, como se os livros dele fossem prova de qualquer coisa, rsrsrs.

Reply
avatar
Francis Diego
AUTHOR
18 de maio de 2016 23:38 delete

Olá Diana, encontrei seu blog por acaso fazendo uma pesquisa sobre o livro EVA e como normalmente encontramos pessoas fazendo críticas negativas em todo e qualquer tipo de blog, achei legal vir aqui em contrapartida aos críticos negativos apenas intencionado a te elogiar pela sensacional resenha feita, pode ter certeza que despertou em mim a curiosidade em relação ao livro. Começarei a lê-lo assim que possível. Adorei o blog de vocês. Parabéns pelo sensacional trabalho. Abraço.

Reply
avatar
Alessandra
AUTHOR
9 de agosto de 2016 04:36 delete

Li todos os livros do autor e para mim foram ótimos. Acho o contexto desafiador e de escrita inteligente. A questão religiosa é reflexiva, portanto não é para ser levada ao "pé da letra".O ponto alto dos livros para mim é a questão do amor infinito que Deus tem por toda a sua criação. Particularmente fantástico.

Reply
avatar
Alessandra
AUTHOR
9 de agosto de 2016 04:40 delete

Li todos os livros do autor e para mim foram ótimos. Acho o contexto desafiador e de escrita inteligente. A questão religiosa é reflexiva, portanto não é para ser levada ao "pé da letra".O ponto alto dos livros para mim é a questão do amor infinito que Deus tem por toda a sua criação. Particularmente fantástico.

Reply
avatar
Alessandra
AUTHOR
9 de agosto de 2016 04:40 delete

Li todos os livros do autor e para mim foram ótimos. Acho o contexto desafiador e de escrita inteligente. A questão religiosa é reflexiva, portanto não é para ser levada ao "pé da letra".O ponto alto dos livros para mim é a questão do amor infinito que Deus tem por toda a sua criação. Particularmente fantástico.

Reply
avatar
Dani
AUTHOR
17 de setembro de 2016 17:51 delete

Muito bacana sua resenha, eu amei o livro, e sim ele está nos meus favoritos de 2016.

Reply
avatar
Dani
AUTHOR
17 de setembro de 2016 17:53 delete

Muito bacana sua resenha, eu amei o livro, e sim ele está nos meus favoritos de 2016.

Reply
avatar
libia neves
AUTHOR
18 de outubro de 2016 19:01 delete Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
libia neves
AUTHOR
18 de outubro de 2016 19:02 delete

WM P YOUNG Meu autor predileto amo os livros dele. Me refletir sobre a vida e ser agradecida a Deus pelo seu amor incondicional,os livros deles e tao gostoso de ler estou super empolgada para ter esse na minha estante.

Reply
avatar
libia neves
AUTHOR
18 de outubro de 2016 19:03 delete

WM P YOUNG Meu autor predileto amo os livros dele. Me faz refletir sobre a vida e ser agradecida a Deus pelo seu amor incondicional,os livros deles e tao gostoso de ler estou super empolgada para ter esse na minha estante.

Reply
avatar
libia neves
AUTHOR
18 de outubro de 2016 19:03 delete

WM P YOUNG Meu autor predileto amo os livros dele. Me faz refletir sobre a vida e ser agradecida a Deus pelo seu amor incondicional,os livros deles e tao gostoso de ler estou super empolgada para ter esse na minha estante.

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
8 de janeiro de 2017 16:05 delete

Não lí nada deste escritor mas entre os ja publicados foi o que me despertou curiosidade, além de que trata-se de W.P. Young, Autor de sucessos anteriores... Gostei da resenha às vésperas de minha leitura. Volto a comentar aqui posteriormente. RANIERI CAETANO - BAHIA-BR

Reply
avatar