Resenha: Esperando por Doggo, do autor Mark B. Mills

11:56 22 Comments A+ a-


Definitivamente Daniel, ou Dan (para @s íntim@s como eu), não está na melhor fase da sua vida. Sua namorada, Clara, com quem tinha um relacionamento sólido ou não há quatro anos, decidiu ir embora sem dar muitas explicações, deixando apenas uma carta e um cachorro recém adotado por ela. A criaturinha exótica, que nem tinha um nome certo, atendia por Doggo. E como se isso não fosse ruim o suficiente, Dan estava desempregado.

"Eu deveria saber que ela perderia a fé em mim rápido, ela estava sempre procurando algo novo, ou alguém novo, em que acreditar."

Ele tinha algumas coisas para fazer. A primeiríssima missão era devolver Doggo à instituição da qual foi tirado, parecia fácil por dois motivos: primeiro porque ele sequer foi consultado a respeito de ter um cachorro, segundo que eles não se davam muito bem. Já a segunda missão que era arrumar um novo emprego, não parecia ser tão simples assim. Embora fosse um publicitário respeitado no meio e tivesse com uma entrevista marcada, Dan tinha suas dúvidas de que fosse ser aceito. Mas “abandonar” Doggo acaba se tornando uma tarefa mais difícil. pois com tempo livre de sobra, ele começa a apreciar a companhia do cachorrinho. 

"Mas não revido, porque, quando estou prestes a fazer isso, Doggo muda de posição e sinto a pressão do corpinho quente dele contra a minha perna. Geralmente ele não faz isso - ele não gosta muito de contato físico - e, enquanto fico pensando nisso, o momento passa, e a minha raiva começa a passar também de maneira misteriosa."

Daniel acaba conseguindo o seu novo emprego com a condição de levar Doggo consigo, fato que acabou não agradando a todos os funcionários da empresa, mas, apesar da falta de atrativos, o cãozinho apaixonado pela Jennifer Aniston  acaba conquistando quase todos os corações e, cada vez mais, passa a fazer parte da rotina de Dan. 

"Você jamais poderia descrever Doggo como "esguio". Ele é um vira-lata baixinho, gordinho, comum, honesto e passado de mão em mão. Mesmo assim, ele parece não ter a menor ideia de que é assim. Notei isso no escritório na última semana. Ele se porta como se fizesse parte da realeza, como se todo mundo estivesse de olho nele..."

CLIQUE AQUI e confira as ofertas para Esperando por Doggo
Esperando por Doggo não é mais uma história triste e clichê sobre cachorro (graças a Deus!!!!). Ao contrário de tudo que estamos acostumados a ver e ler por aí, é uma história divertida e muito emocionante, que ganhou meu coração e me deixou na dúvida por quem é mais fofo: Dan ou Doggo!

A história em si não é exatamente sobre o cãozinho, e, sim, sobre como Daniel descobriu nele um verdadeiro amigo. Nos vemos diante de fatos cotidianos que certamente já aconteceram ou está para acontecer conosco em algum momento das nossas vidas, como, por exemplo, ter o coração partido, encarar um novo emprego ou conhecer outras pessoas, mas contados com muito humor e leveza. A narrativa me acertou em cheio desde o início e não consegui mais largar o livro até chegar na última página (detalhe: coisa que fiz em 24 horas). É uma leitura rápida e agradável. 

O.K., eu sou mais que suspeita para falar de livros que envolvem animais porque me apego a eles como se fossem meus de verdade, e também porque nos mostram que eles são capazes de amar até mais do que nós, e isso me sensibiliza, mas a relação de Dan e Doggo foi construída e transformada de maneira tão doce e natural que não tem como não tocar o coração e não encantar o leitor.

O livro é narrado em primeira pessoa por Daniel e possui 224 páginas, divididas em 27 capítulos. A diagramação está ótima, com letras de tamanho bom e páginas amareladas, que todo mundo já sabe que eu amo, né? A capa além de linda e meiga, está em perfeita harmonia com a história, a Editora Novo Conceito está de parabéns, como sempre! <3

Prepare-se para rir e se apaixonar com o pequeno e feioso Doggo. Com certeza ele vai conquistar você! Recomendadíssimo <3

Pisciana, 2.6, humor de 60, dramática, apaixonada por livros e animais.

Instagram: @deebritoo

22 Comentários
Comentários

22 comentários

Write comentários
21 de janeiro de 2016 12:56 delete

Olá!
Que livro fofo. Me interessei bastante, apesar de não ser o tipo de livro que eu costumo ler, mas ele me chamou atenção. Ótima resenha!

Beijão
Leitora Cretina

Reply
avatar
Helana Ohara
AUTHOR
21 de janeiro de 2016 14:14 delete

Sabe que fiquei decepcionada com esse livro, exatamente pela história não ser sobre o cachorro e sim sobre Dan. Achei a história legal, mas poderia ter sido bem mais atraente.

Beijinhos, Helana ♥
In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

Reply
avatar
Nina Tavares
AUTHOR
22 de janeiro de 2016 09:19 delete

Oi Diana!
Amo cachorros e adoro ler livros em que eles são personagens. Estou com Doggo aqui e pretendo ler em breve, aí volto para trocarmos impressões.
Bjs!
Quem Lê, Sabe Porquê

Reply
avatar
Kelly Alves
AUTHOR
22 de janeiro de 2016 15:51 delete

Olá Diana!!
Amo todo e qualquer tipo de livros que contenham esses grandes amigos do homem, Doggo esta na minha estante esperando para ser devorado, mas confesso que depois de ter chorado rios com Soldier estou dando um tempo para me recuperar kkkkkk pois sei que vou chorar mais um rio!!!
Ótima resenha

Beijokas

Reply
avatar
Lilian Farias
AUTHOR
22 de janeiro de 2016 16:53 delete

Oi. eu acho a capa desse livro simples e bonita. O enredo é fofinho, apesar de não gostar dos livros da NC, acho essa uma leitura válida e divertida. Olha, levar um cachorro para o emprego deve ser realmente bem desagradável para alguns.

Reply
avatar
Aline Souza
AUTHOR
22 de janeiro de 2016 19:58 delete

Ainda não li nenhum livro que fale sobre cachorro acredita? Mas esse parece ser uma ótima opção, quem sabe ele não seja o primeiro.

Reply
avatar
Patrícia
AUTHOR
22 de janeiro de 2016 20:54 delete

Ainnn.. gente eu amei esse livro! Você tem razão, o Doggo e o Dan (também fiquei íntima) são muito fofos, mas o Doggo é mais, hahahaha… Também devorei o livro, acho que não tem outra forma de ler esse livro.

Amei sus resenha, bjs.

http://ciadoleitor.blogspot.com.br

Reply
avatar
Déborah
AUTHOR
23 de janeiro de 2016 15:26 delete

Diana, morro de pânico de ler livro que tenham cachorro.
Ainda mais se for um livro que aconteça algo de ruim com o mesmo.
Adorei saber que essa história não é assim e por isso me empolguei em querer ler.

Lisossomos

Reply
avatar
Mila Cris
AUTHOR
23 de janeiro de 2016 21:29 delete

Gostei muito da premissa desse livro Diana, uma estória legal e posso guardar para meu filho ler em breve!Adoro livros com animais e esse será o próximo, adorei!

Reply
avatar
23 de janeiro de 2016 23:45 delete

Livros que conta história de cachorros e seus donos, eu amo demais. Quero ler.

Reply
avatar
23 de janeiro de 2016 23:51 delete

Realizei essa leitura esperando que fosse focada no Doggo e, depois de ver que isso não aconteceria, fiquei um pouco triste. Acabou que o livro focou demais nos dilemas amorosos e familiares do Dan e isso me cansou bastante. Porém, admito, é um livro bem divertido e possui seus momentos de glória :)
Gostei da resenha!
Beijos

Reply
avatar
24 de janeiro de 2016 14:48 delete

Como assim levar o cachorro para o trabalho? HAHAHA
Gostaria de fazer o mesmo com o meu, pena que não deixam )':
Deve ser uma história bem engraçada, carregada de humor e sentimentalismo e sou apaixonada por livros assim e quando tem um cachorro no meio, me apaixono de vez! Não tinha lido nenhuma resenha do livro, mas agora fiquei completamente apaixonada. A escrita da resenha está muito cativante!

Reply
avatar
Catharina M.
AUTHOR
24 de janeiro de 2016 18:50 delete

Oie
o livro parece ser uma graça, eu fiquei curiosa por ver algumas resenhas positivas e essa capa está uma graça, tentarei ler em breve

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Reply
avatar
24 de janeiro de 2016 21:22 delete

Oi
Nunca li livros que envolvem cachorros. Mas no geral eles parecem fofos. Esse também parece ser uma graça. Mas não tenho curiosidade nessa leitura.
Bjus

Reply
avatar
25 de janeiro de 2016 23:38 delete

Oi, Diana, tudo bem?
Adorei sua resenha! Eu solicitei esse livro da NC, mas acabei dando ele para uma resenhista, pois não imaginava que poderia ser tão bom. Com certeza, irei lê-lo agora.
Beijos,
http://www.quinzeinvernos.com

Reply
avatar
Lucas Castelo
AUTHOR
26 de janeiro de 2016 00:45 delete

Olá Diana, gostei da sua resenha, porém esse tipo de livro não me satisfaz, de fato, mas gostei do seu blog.
palavrasdelucidez.com.br
Lucas Castelo

Reply
avatar
mary c.s.p
AUTHOR
26 de janeiro de 2016 12:04 delete

Oiii.
Histórias com cachorinhos sempre enocionan, estou muito curiosa para conhecer esse livro, adorei a resenha.
Bjs♥
http://leiturasdamary.blogspot.com.br/?

Reply
avatar
mary c.s.p
AUTHOR
26 de janeiro de 2016 12:04 delete

Oiii.
Histórias com cachorinhos sempre enocionan, estou muito curiosa para conhecer esse livro, adorei a resenha.
Bjs♥
http://leiturasdamary.blogspot.com.br/?

Reply
avatar
Tahis
AUTHOR
26 de janeiro de 2016 22:43 delete

Oi Diana, tudo bem?
Ai, eu amo livros com cachorros e é muito bom saber que esse não tem aquele drama que arrebenta o meu coração rs'
Estou interessada nesse livro desde o lançamento e quero muito poder conferir essa história que pelo que percebi irei me identificar rs'.
Cachorros ou qualquer outro animal, tem o poder de nos digamos, modificar, nos libertar e nos ajudar. Ai como eu preciso desse livro!!

Beijos!
http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

Reply
avatar
27 de janeiro de 2016 15:24 delete

Ei, tudo bem?
Essa é a primeira resenha positiva que vejo desse livro, fico feliz que tenha gostado. Ao contrário de você, não gosto de histórias que focam em animais, então não é um livro que eu leria. Mas entendo quem gosta.

Beijos, Gabi
Reino da Loucura

Reply
avatar
Julia Rios
AUTHOR
31 de janeiro de 2016 14:56 delete

Não é o tipo de livro que eu costume ler mas vou dar uma chance para ele. Adorei a capa dele e fiquei ainda mais interessada por ter um animal KKKK parece ser um livro leve e rápido de ler, muito bom! Beijos.

Reply
avatar
Krizia
AUTHOR
5 de fevereiro de 2016 19:38 delete

Olá, tudo bem? Não é realmente o tipo de livro que eu leio, mas confesso que me cativou. Quem sabe, né?
bjs

Os Segredos dos Livros

Reply
avatar