Resenha: Confissões de inverno, do autor Brendan Kiely

13:39 2 Comments A+ a-

CLIQUE AQUI e adquira este livro em oferta
Em Confissões de Inverno, do autor Brendan Kiely, conhecemos Aidan Donovan e sua complicada história. Ele tem 16 anos e já sofre por vários motivos: pela desintegração da família, pela falta de amigos, pela falta de afeto, etc. E para suprir essas necessidades, ele procura o consolo no uso de drogas, nas bebidas encontradas no estoque do seu pai e na atenção de uma pessoa que ele considera especial, o padre Greg. 

"Mas éramos só eu e o silêncio e, naquele nada, senti medo. Eu tinha pavor das outras pessoas e de mim mesmo. Meus medos me oprimiam e me encurralavam. Não conseguia superá-los se não fossem meus picos químicos. Cheirei a última carreira de Addrerall, arrumei a mesa,  saí do escritório e finalmente enfrentei a noite."

Em uma das extravagantes festas que sua mãe insiste em dar, Aidan conhece 3 adolescentes que logo tornam-se seus únicos amigos: Josie, a garota com quem o Aidan acaba se apaixonando; Sophie, uma garota rebelde, mas totalmente espontânea; e Mark, o confuso garoto que é capitão da equipe de natação. Mas seu melhor amigo continua sendo o padre Greg, um exemplo de bondade e carisma. Mas toda essa aparência de bom homem e exemplo para a sociedade acaba quando as portas da igreja são fechadas, e ele se mostra ser um homem deplorável que se aproveita de jovens garotos indefesos.

Aidan percebe que o que acontece no porão da igreja é algo errado. A religião não tem nenhum relação com tudo o que acontece lá. Mesmo assim, ele não pode dizer nada a ninguém, mesmo quando a mídia começa a divulgar casos parecidos em outros lugares. E interpretar um papel, fingir, usar máscaras é a única alternativa para parecer bem. Porém, outros garotos também estavam na mesma situação.

Sendo obrigado a continuar calado pelo medo de prejudicar o(s) outro(s), sentindo psicologicamente as consequências causadas pelos atos do padre Greg, Aidan não sabe o que fazer. Não sabe com quem desabafar. Mas ele tem certeza de uma coisa: ele quer parar de se sentir mal e de usar sua máscara.

Só com esse resumo da história você já podem imaginar que é uma história meio "bad", não é? Pois, gente! Confissões de Inverno é um livro que nos leva para um drama atual e nos faz pensar em um assunto complicado de discutir. Porém, esse assunto é abordado de uma forma simples, sem chocar o leitor. Mas a abordagem nos faz sentir o que o Aidan está sentindo. O Brendan escreve de uma forma maravilhosa.

Só esperei um pouco mais do final do livro. Gostaria de saber algo... senti falta de alguma coisa. Mas talvez isso tenha sido feito propositalmente. Mas, de qualquer forma, não prejudicou a leitura. Na leitura, me senti tão confuso quando o Aidan. Eu realmente acabei meio que me apegando e esperando que as coisas se resolvessem o mais rápido possível.

Vi algumas pessoas falando que o livro era confuso. Achei também, mas não era o livro que era confuso, era o narrador, ou seja, o Aidan. Ele estava confuso devido a toda a situação em que ele se encontrava. Logo, podemos entender de fato o que ele sente e pensa. Tive aquela raiva por causa de alguns personagens, pois eles "sabiam" e não acreditavam ou queriam fingir que não era verdade. Espero que se sintam tão tocados quanto eu. E reflitam, assim como refleti: será que as boas pessoas são realmente boas?

Sem erros, tamanho ótimo de fonte, páginas amareladas e capítulos curtos, e, mesmo sendo uma temática um tanto complicada, o autor conseguiu explorá-la de uma forma sutil e delicada. . Ou seja, mais que recomendado.

Vocês vão ficar com os olhos marejados durante a leitura. Fica a dica! ;)

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

2 Comentários
Comentários

2 comentários

Write comentários
4 de dezembro de 2015 09:14 delete

Olá!

Eu achei o livro confuso, rs. Mas também senti falta de alguma coisa, sei lá, não achei ele tão cativante assim... mas, para um romance de estreia, ficou bom. Espero que ele continue escrevendo e que seus livros continuem chegando ao Brasil.

resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

Reply
avatar
Krizia
AUTHOR
5 de dezembro de 2015 21:00 delete

Não sei sua resenha ficou ótima, mas não creio que vá realizar essa leitura. De qualquer forma ótima resenha. <3

Blog:http://ossegredosdoslivros.blogspot.com.br/

Reply
avatar