Resenha: O Príncipe dos canalhas, da autora Loretta Chase

11:51 21 Comments A+ a-


Conheça a história de Sebastian Ballister nesse emocionante romance de época escrito pela autora Loretta Chase e publicado pela Editora Arqueiro. Esse, gente, é uma maravilhoso romance de época. Deveria ser leitura obrigatória  para os fãs desse gênero.

Após uma infância conturbada e cheia de traumas, Sebastian Ballister, também conhecido como o Marquês de Dain, só pensa em continuar com sua vida de vadiagem e bebedeiras. Ele aceita o fato de que nenhuma mulher de respeito jamais irá amá-lo ou ao menos aceitá-lo em sua cama, quem dirá em sua vida. Sebastian despreza a sociedade parisiense e todos que fazem parte dela, e só mesmo uma jovem tão destemida e com uma fama que a precede poderia quebrar todas essas barreiras para conseguir entrar no coração desse homem quebrado.

Jessica Trent tem um único problema em sua vida: Seu irmão. Solteirona convicta, Jessica almeja sua independência mais do que qualquer outra coisa, e O Marquês de Dain é o único em persilho no caminho para sua liberdade. Apesar de tudo que deveria os separar, Jessica e Sebastian são arrebatados por uma paixão que os colocam em cheque perante a sociedade, porém tudo que isso faz é alimentar ainda mais o fogo dessa paixão.

Começo esta resenha assumindo logo que sou HIPER suspeita para resenhar romances de época, pois não faço segredo pra ninguém que são minha paixão. Esse pode ser considerado meu gênero literário favorito sem sombras de dúvidas, porém isso desencarreta um problema bem sério: meu alto grau de exigência. O Príncipe dos canalhas, no entanto, conseguiu atingir um nível bem próximo da perfeição. Comecei a ler o livro por conta de várias resenhas super positivas, tanto sobre o título quanto sobre a autora, por isso minhas expectativas estavam muito altas, e ao mesmo tempo que tenho medo disso, me animo ainda mais para a leitura. 

Contrário ao que imaginei, o livro é melhor do que o esperado. Ouso dizer que é até melhor do que sua fama. Com personagens de personalidades fortes, marcantes e cheios de piadas infames, O Príncipe dos canalhas tem potencial para desbancar até o melhor dos livros da Julia Quinn, que, para mim, é a melhor autora de romances de época da atualidade.

"- No meu dicionário, romance não é um sentimento piegas e pegajoso - disse ela. - É algo picante, temperado com entusiamos e uma boa dose de cinismo. - Ela estreitou os olhos. - Acho que daqui a algum tempo você se transformará num belo tempero picante, Dain."

A leitura do livro é muito tranquila e fluída e nos apresenta um cenário novo, visto que a maior parte da narrativa se passa na sociedade parisiense, entretanto vemos que as diferenças são bem pequenas em relação a londrina, ou pelo menos assim a autora apresentou. As pessoas ainda são cobertas de preconceitos e a reputação das moças é tudo que elas têm de mais precioso, também vemos que ser uma solteirona ainda é um escândalo e que ser independente é um escândalo ainda maior. Apesar de tudo isso, é divertido ver como Loretta construiu personagens para desmitificar isso tudo.

Ainda falando sobre os personagens... O que falar de Jessica? Meu tipo de mocinha: forte, destemida, independente e confiante. Com uma reputação que a precede, ela administra muito bem sua vida de solteirona. E isso não a afeta nem um pouco, muito pelo contrário, ela ama ter sua liberdade e não precisar se preocupar com marido, filhos e sociedade. Ela vem de uma família de Femme Fatale que são consideradas sedutoras ao extremo, tanto que seriam capazes de manchar a reputação de muitos homens por aí e destruir corações ao redor do mundo. Sua avó é uma figura a parte que interpreta muito bem esse papel de Femme Fatale e é um dos personagens mais divertidos da trama. Mas voltando a Jessica e sua personalidade, ainda vale a pena ressaltar que ela não é aquele tipo de mocinha que não se sente pessoalmente ofendida por nada que ninguém diga a ela, e isso me ganhou ainda mais, pois era como se ela estivesse tocando o 'f*da-se' para todo mundo e apenas vivendo sua vida. Ela é o exemplo perfeito de personagem que te conquista desde a primeira página.

"Ela era possessiva... em relação a ele. Aquela criatura linda e louca – ou cega e surda – anunciara isso com a mesma frieza com a qual alguém pedia para passar o saleiro, e sem perceber que o eixo da Terra havia acabado de virar de cabeça para baixo."

Já Sebastian é um mocinho problemático, com uma infância dura, cheia de traumas e rejeições, ele apenas lida com isso e aceita que ninguém será capaz de amá-lo. NUNCA. Confesso que me senti muito triste por Sebastian, visto que ele não é um daqueles caras que são sacanas porque podem ser, ele na verdade usa isso pra esconder o abandono de sua mãe e, principalmente, seu pai idiota. A verdade é que achei o título um pouco injusto com Sebastian, pois de canalha ele não tem é nada (rsrsrs), ele é bem amorzinho. Inclusive tem um lugar reservado no meu coração e na minha prateleira de mais queridos. Não muito diferente de Jessica, o marquês de Dain tem uma personalidade bem forte, marcante e apaixonante, na verdade esses dois são perfeitos um para o outro. Loretta Chase conseguiu acertar em um casal perfeito e quase sem fraquezas. Não, não tenho nada de mal pra falar dos personagens, nem do livro de uma forma geral.

Minha conclusão é só uma: cadê mais livros dessa autora no Brasil? Já preciso! Classifiquei ele como 5 estrelas, porque né... Não tem como ser menos que isso. Não peguei nenhum erro durante todo o livro. A diagramação é a padrão da editora, folhas amareladas e a capa é linda. Perfeito por dentro e por fora. O Príncipe dos canalhas é um daqueles livros que você precisa ler e indicar para todas as amigas!

CLIQUE AQUI e adquira O príncipe dos canalhas, da Loretta Chase.
Créditos à imagem
SINOPSE: Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent... Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

21 Comentários
Comentários

21 comentários

Write comentários
1 de setembro de 2015 13:04 delete

eu ja li e confesso que quis dar umas pauladas no Dain, mas no fundo é impossivel não se apaixonar por alguém tão sofrido e por uma mocinha tão sagaz quanto Jessica
felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

Reply
avatar
1 de setembro de 2015 13:32 delete

Fiquei super afim de ler esse livro desde que vi sobre o lançamento dele. E pelo o que você falou eu vou adorar essa leitura. Menina qye homem. E que livro hein???
Perfeito! :)

Www.luadesangue.com.br

Reply
avatar
1 de setembro de 2015 13:34 delete

Fiquei super afim de ler esse livro desde que vi sobre o lançamento dele. E pelo o que você falou eu vou adorar essa leitura. Menina qye homem. E que livro hein???
Perfeito! :)

Www.luadesangue.com.br

Reply
avatar
1 de setembro de 2015 19:04 delete

Oi Ray, tudo bem?
MARAVILHOSO!!! Jess e Dain são apaixonantes, perfeitos e amei esse livro. Super quero mais livros dessa autora aqui.
Adorei a escrita da autora e tudo que ela desenvolveu para os personagens. Foi fantástico, hilário e apaixonante.
Parabéns pela resenha.

Beijos
Leitora Sempre

Reply
avatar
Matheus Braga
AUTHOR
1 de setembro de 2015 19:55 delete

Olá, tudo bem?

Não curto muito esse estilo literário, mas não excluo a possibilidade de um dia ler. Quem sabe quando eu tiver mais tempo? Amei a resenha.

Abraços,
Matheus Braga
Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

Reply
avatar
1 de setembro de 2015 20:33 delete

Nunca li romances de época, mas me interessei muito por essa história, ainda mais com você elogiando assim. Acho que já sei por qual livro começar!!!

http://www.lelendolido.com.br/

Reply
avatar
Kel Araujo
AUTHOR
2 de setembro de 2015 09:13 delete

Oiee, tudo bem?

Eu adoro romances de época, mas esse não funcionou comigo. Achei chato, leitura arrastada... Fiquei interessada por ser uma releitura de A Bela e a Fera, mas não passei da página 100

beijos
Kel
www.porumaboaleitura.com.br

Reply
avatar
2 de setembro de 2015 09:57 delete

Ray lidona eu amei esse livro, o que dizer da construção dos protagonistas foi perfeita, a autora acertou em cheio. Os diálogos inteligentes me conquistaram. A capa está linda e concordo com você, onde estão os demais livros dessa autora fantástica ? beijos

Joyce
www.livrosencantos.com

Reply
avatar
2 de setembro de 2015 10:55 delete

Oiiii

Então eu li esse livro no lançamento e posso dizer com todas as palavras que AMEI o livro, os personagens a estória, todo o enredo e uma delicia, e um livro que quero mesmo reler em breve, e indico para todos que sei que lê romance de época, ate porque eu também adoro romance de época, a Lisa autora de Os Hathawys e uma das minhas paixões.
Fico muito feliz que tenha gostado já que conheci gente que odiou, e não sei como não amar esse livro.
Parabens pelo trabalho.

Beijos
http://booksandcarpediem.blogspot.com.br/

Reply
avatar
2 de setembro de 2015 21:37 delete

Olá, Ray!
Ontem mesmo eu tinha lido uma resenha sobre esse livro que me deixou bastante curiosa para lê-lo, agora com a sua resenha me encontro mais do que ansiosa para começar essa leitura. A sua resenha está muito bem escrita, parabéns, você vendeu muito bem a sua admiração pelo livro rs Gostei principalmente das suas pontuações sobre os protagonistas, parecem que eles juntos vão ferver nas cenas românticas. Vou começar a leitura o mais rápido possível :D

Luz e literatura!
Beijos

cantaremverso.com

Reply
avatar
Paty Souza
AUTHOR
3 de setembro de 2015 15:16 delete

Oi.
Eu também adoro um romance de época e estou à procura de uma nova série.
Essa não é a primeira resenha empolgante que leio sobre o príncipe dos canalhas,e isso só vem reforçar minha necessidade de me jogar nessa ambientação criada por Loretta, e conhecer esses personagens bem construídos e envolventes.

Beijos.
Leituras da Paty

Reply
avatar
3 de setembro de 2015 15:51 delete

Ainda não li nenhum livro da Julia Quinn, mas tenho que concordar com você que esse livro é SHOW!
Me apaixonei por Jessica e Dain quando li ♥ Sem dizer que ri horrores com as piadinhas deles!
Também preciso de mais livros da Loretta, essa mulher arrasa! hahahaha

Beijinhos :*
http://www.guardiadebibliotecas.com.br/

Reply
avatar
Ju LiteRata
AUTHOR
3 de setembro de 2015 16:21 delete

Oi Ray, ao contrário de você Romances de época não são meu gênero preferido, justamente por ser muito exigente. Tenho a impressão que livros do gênero seguem sempre o mesmo formato e quando encontro um que foge um pouco do clichê corriqueiro eu presto mais atenção nele. Este foi meu caso com O príncipe dos Canalhas. Nunca li Julia Quinn então não posso dizer que Loretta desbancaria a autora, mas com certeza esse livro é muito bom. Concordo com você quanto a Jessica, mas definitivamente achei algumas atitudes dela bem contraditórias como por exemplo o fato de se envolver com Belzebu e depois ficar ofendida com a própria reputação como se ele a tivesse seduzido sozinha, mas as coisas melhoram para ela, então deu para perdoar rs. Também não vejo a hora de ler o próximo livro :)

Reply
avatar
Jéssica Melo
AUTHOR
4 de setembro de 2015 20:57 delete

Olá, esse livro ta sendo tão bem comentado e tem essa premissa tão legal que não tem como não ficar morrendo de vontade de lê-lo e espero fazer isso em breve *--*

Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

Reply
avatar
4 de setembro de 2015 22:59 delete

Olá... tudo bem??
Adorei a sua resenha... claro... porque esse livro tem sido muito desejado por mim e assim que der vou adquiri-lo urgente rs... eu gosto de alguns romances de época... e esse tem chamado a minha atenção pela personalidade descrita da mocinha que já gosto de cara... e claro que eu quero conhecer esse mocinho diferente na aparência como dizem... sua resenha foi a mais inspiradoras de todas que li deste livro... senti sua empolgação e animação em falar da obra, o que posso dizer??
Me contagiou... ainda mais... Xero!!
http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

Reply
avatar
5 de setembro de 2015 10:45 delete

Oi Ray, sua linda tudo bem
Que empolgação!!!!!! Adorei sua resenha!!!! Ele é uma releitura de a Bela e Fera, salvo engano, o que me atraiu ainda mais. Todo mundo só elogia, ele já está no topo da minha lista de desejados, que bom saber que ele superou suas expectativas. E que bom que de canalha ele não tem nada, risos... Dá vontade de colocar ele no colo na verdade,e é uma crueldade o que fizeram com ele.Que bom que encontrou um par forte, que vai dar o que ele nunca teve: amor!!!!! Não vejo a hora de ler.
beijinhos.
cila.
http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Rafaella Lima
AUTHOR
5 de setembro de 2015 21:16 delete

Oi Ray, tudo bem?

Gostei muito da sua resenha e nossa, deve ser mesmo muito bom para desbancar até a Julia Quinn. Bom, não sou muito fã de romances de época, mas tenho esse no meu kobo e só to esperando tempo para lê-lo. Gosto de personagens bem construídos e fortes e adoro um mocinho problemático, gostei desse livro não ter os estereótipos que geralmente vemos em livros desse tipo, do mocinho perfeito e da mocinha que não quer ser uma solteirona e tudo o mais.

Beijinhos,

Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

Reply
avatar
Tania Bueno
AUTHOR
5 de setembro de 2015 22:49 delete

Nossa eu estou louca para ler O Príncipe dos Canalhas e cada resenha que leio essa vontade aumenta, tenho certeza que vou me apaixonar pelos protagonistas e, claro, em se tratando de romance de época, pronto já me conquistou de vez.
Sua resenha maravilhosa também contribuiu para que eu leia esta obra logo, você considerou o livro bem próximo da perfeição, uau!!!
Saber que Jessica é daquelas “mocinhas” fortes, determinada, destemida e sem papas na língua, adoooro. Gosto de mulheres que dizem a que vieram, que têm conteúdo e que rompe com paradigmas e estereótipos sociais e pelo que andei lendo, tive a impressão de que Jéssica é assim. Sem falar que o livro proporciona momentos de risadas e adoro me divertir quando estou lendo.


Beijos
Tânia Bueno
www.facesdaleitura.com.br

Reply
avatar
6 de setembro de 2015 13:10 delete

Oi, Ray, tudo bem?
Estou de olho nesse livro desde o lançamento (assim como em outros 76869770 livros da Arqueiro!).
Assim como vocês, eu sou suspeita para falar, pois meu gênero literário favorito é o romance de época. *-*
O diferencial desse livro é, com certeza, o fato de o marquês ser considerado (se considerar) feio. Quero muito saber qual a imagem que a Jessica tem dele. Com certeza deve diferir muito da feiura que ele próprio vê, né?!
Fiquei sirpresa com seu comentário sobre o livro ser melhor do que os da Julia Quinn, Isso só me deixou ainda mais curiosa.

Parabéns pela resenha!

Beijos,
Amanda
http://www.confissoesfemininas.com/

Reply
avatar
6 de setembro de 2015 23:27 delete

Olá, tudo bem? Gostei da sua resenha. :)
Bem completa e detalhada. Minha colunista pegou esse livro também. Foi o primeiro romance de época que ela leu e já viciou. Pediu os outros livros dela e de outras autoras do gênero. Esse não é meu estilo de leitura, mas todas as minhas amigas blogueiras leram e adoraram!
Parabéns pela resenha
Beijos
Academia Literária DF

Reply
avatar
10 de setembro de 2015 12:05 delete

Oi, Ray!
Não sou tanto de ler romances de época, apesar de adorar, mas não achei melhor que Julia Quinn não. Gostei da temática paternidade, gostei de o mocinho não ser tão mocinho nem bonito... Mas sei lá, faltou algo pra conquistar meu coração de vez. Espero O Último dos Canalhas logo.
Beijinhos!
Giulia - www.prazermechamolivro.com

Reply
avatar