Resenha: Mentiras que confortam, da autora Randy Susan Mayers

17:30 3 Comments A+ a-


Três mães. Dois pais. Uma criança. E uma trama que pode magoar profundamente. Ainda que não concorde com as escolhas feitas pelos personagens, é difícil não apreciar a honestidade de Mentiras que confortam, da Randy Susan Mayers, livro publicado pela Editora Novo Conceito.
Tia é uma jovem que auxilia idosos num centro de apoio e se apaixona perdidamente por um professor universitário chamado Nathan. Mesmo sabendo que é  errado se apaixonar e querer ter algo com ele por motivos de: ele é casado. 

“Ser feliz à custa de alguém podia ter um preço alto. Tia imaginava ser julgada desde que Nathan e ela se beijaram pela primeira vez.”

Quando Tia descobre que está grávida, Nathan tenta convencê-la a não ir adiante com a gravidez e a abandona. Com a mãe em estado terminal e desconsolada por ter sido deixada pelo “namorado”, tia decide ter a criança, porém, resolve dar a criança pra adoção e vê em Caroline e Peter a esperança de um futuro melhor para a sua filha que se chamará Savannah. E ela estava certa, pois Peter é empresário e Caroline é médica. O desejo dele era ter uma família completa, mas havia um problema: Peter era estéril.

“Peter amava a sua carreira tanto quanto ela (Caroline) (...) Porém, para Peter, a vida incluía uma família – de preferência uma grande família. Ele seria um pai espetacular. Caroline não conseguia imaginar um homem melhor para aquela função, mas ela não se sentia atraída pela maternidade.”

Nathan conta a sua esposa que estava tendo um caso com outra mulher e promete que nunca mais vai falhar. Ela o perdoa. Eles tem uma família perfeita e seus dois filhos, Max e Lucas, completam o time. Tudo resolvido e superado. Agora partimos para o final feliz? Não! 

Como optaram por uma adoção aberta, todos os anos na época do aniversário de Savannah, Caroline envia fotos da criança à Tia. Cinco anos se passaram, e Tia decide que Nathan precisar saber da sua decisão e envia uma carta explicando o que aconteceu e as fotos da garotinha. É Juliette quem recebe! (Minha reação nesse momento foi tipo: agora o bicho pega!)

“Juliette ficou olhando para a criança, segurando as fotos, paralisada. Colocou a outra mão no peito, tentando acalmar a respiração. Será que ele (Nathan) sabia sobre essa criança, sobre essa filha?”

Destinada a descobrir até onde conhece o seu marido, Juliette decide investigar por conta própria, e agora não sabe se vai conseguir perdoá-lo e conviver com mais essa traição. Uma atitude pode trazer várias consequências e decisões que podem mudar a sua vida para sempre.



Mentiras que confortam conta história de três mulheres que tem as suas histórias interligadas por uma criança, fruto de um relacionamento extraconjugal e, posteriormente, uma adoção. No decorrer do livro podemos perceber e entender os medos e anseios de todas elas. Os sentimentos, assim como os nossos na vida real, são conflitantes e nos cobra o tipo de postura que assumiríamos em determinadas situações. É um livro que aborda temas polêmicos sem cair no cliché. Não se trata de uma história qualquer de adoção ou traição.

A história é bastante envolvente e a leitura é fácil. Os capítulos são intercalados com a visão e as histórias de Tia, Caroline e Juliette. A diagramação é bem simples no geral. As folhas são amareladas e a página inicial de cada capítulo tem um fundo cinza. O tamanho da fonte é bom e os capítulos pequenos deixam a leitura dinâmica. A capa é muito legal e faz referência à cena em que Juliette lê a carta de Tia para Nathan.

Eu posso dizer que esse livro vai conferir aos leitores muitos momentos de reflexão. É uma leitura sobre a capacidade de perdoar e seguir adiante com as nossas próprias escolhas. Eu super recomendo e assino embaixo que quem ler não vai se arrepender!

CLIQUE AQUI e adquira "Mentiras que confortam"
SINOPSE: Cinco anos atrás... Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele. Hoje... Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

3 Comentários
Comentários

3 comentários

Write comentários
31 de julho de 2015 18:19 delete

Olá!

Que trama forte! Adorei esse livro, não o conhecia, mas me interessei por ser uma história bem trabalhada e também é uma ótima forma de fazer com que nós reflitamos sobre nossos atos.

resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

Reply
avatar
Renata Varela
AUTHOR
31 de julho de 2015 20:27 delete

Que sinopse é essa?!! Novo Conceito ultimamente tá com uns lançamentos, que, olha! Não consigo lidar e meu dinheiro não consegue sustentar também hahahah :)
Sua resenha foi impecável e conseguiu passar tudo o que o livro parece ser. Parabéns!
beijos,
whoosthatgirrl.blogspot.com

Reply
avatar
1 de agosto de 2015 18:09 delete

é um livro que me deixou de ressaca! não consegui não reprovar e não adorar algumas atitudes dos personagens! causou reações
felicidadeemlivros.blogspot.com.br/2015/07/resenha-mentiras-que-confortam.html

Reply
avatar