Primeiro e único, da Emily Giffin

13:59 0 Comments A+ a-


A aclamada autora de "Questões do Coração" e "Presentes da Vida" criou uma história extraordinária sobre amor e lealdade e sobre uma heroína não convencional que vai fazer você se apaixonar por ela. "Primeiro e único", da autora Emily Giffin, foi publicado pela Editora Novo Conceito. Confiram a resenha do livro!

Shea Rigsby é uma jornalista esportiva que vive na pequena cidade universitária Walker, Texas, cuja principal atividade da cidade é o futebol americano, esporte que também é a paixão de Shea. (Todos da cidade são loucos por esse esporte).

Shea foi criada ao lado de sua melhor amiga chamada Lucy, que é filha do treinador mais famoso da cidade, Clive Carr, o lendário treinador do time de futebol americano de Walker e também o responsável por fazer Shea se apaixonar pelo esporte, por isso, ela o venera, admira, idolatra e o respeita. Para ela, ele é mais que um simples ídolo.

Tudo muda depois que a Sra. Carr vem a falecer. As coisas começam a tomar um rumo um pouco inesperado para Shea. Até então, ela tinha um emprego estável na Universidade de Walker e um namorado engraçado, mas que não a fazia feliz de verdade. Seus amigos começam a dizer que ela deveria terminar com Miller e encontrar alguém melhor para construir um relacionamento mais sério e duradouro. O treinador Carr insiste que ela deve procurar por um emprego que lhe prestigie mais.

“[...] depois da morte da Sra. Carr, me peguei fazendo reflexões sobre a minha própria vida, de um jeito que antes eu evitava. Eu não conseguia lutar contra o sentimento de insatisfação pelo estado atual das coisas, tudo aquilo que sempre me fez sentir confortável e suficientemente bem. [...] Até mesmo o trabalho que eu tanto amava parecia pequeno e sem importância, especialmente tudo o que não envolvia o futebol americano em si. Sei que eu tentava explicar o meu trabalho dizendo que estava simplesmente seguindo a minha paixão – um argumento criado para justificar o meu salário miserável. Sim, o futebol americano era a minha paixão e Walker, a minha casa, mas bem lá no fundo eu sabia que permanecia lá porque me sentia segura e porque era fácil, não porque fosse exatamente o certo.”


Divulgação
Shea começa a se questionar sobre a sua vida, sobre seus sentimentos e entra em uma jornada de amadurecimento e descobertas. Troca de emprego, de namorado, mas tem algumas coisas junto com o futebol americano que Shea não consegue deixar para trás. Ela acaba percebendo que para seguir em frente terá que confrontar a si mesma e colocar todos os seus segredos na mesa para assim ser feliz, choque a quem chocar!

O livro fala sobre violência doméstica em um ponto do enredo, sobre família, as desajustadas e as ''certinhas'', fala sobre as idas e vindas da vida, fala sobre o amor, e os vários tipos que podem existir, sobre paixões, sobre o comodismo, sobre o medo de largar o seguro e fácil, ela mostra como as pessoas podem entrar e sair de suas vidas rápido, ou não, mas sempre encontramos algumas constantes, fala de lealdade, de respeito, de amizade!

Gostei, mas acho que esses assuntos poderiam ser mais trabalhados e explorados, mas a autora não conseguiu fazer isso com muito sucesso, mesmo assim não deixa de ser uma leitura interessante e válida. E o ponto fraco foi as conversas incessantes sobre futebol americano, os termos e tudo mais, ai, meu Deus! (Para quem gosta e entende é legal, mas para quem não sabe bulhufas sobre esse esporte fica um pouco mais complicado...).

Primeiro e Único

SINOPSE: Shea tem 33 anos e passou toda a sua vida em uma cidadezinha universitária que vive em função do futebol americano. Criada junto com sua melhor amiga, Lucy, filha do lendário treinador Clive Carr, Shea nunca teve coragem de deixar sua terra natal. Acabou cursando a universidade, onde conseguiu um emprego no departamento atlético e passa todos os dias ao lado do treinador – e já está no mesmo cargo há mais de dez anos. Quando finalmente abre mão da segurança e decide trilhar um caminho desconhecido, Shea descobre novas verdades sobre pessoas e fatos – e essa situação a obriga a confrontar seus desejos mais profundos, seus medos e segredos.

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

0 Comentários
Comentários