[Resenha] 50 noites em tons de cinza - L. Elias

10:34 4 Comments A+ a-

Adquira o livro nas livrarias:
Saraiva
Cultura
Curiosa e em busca de novidades quentes no sexo, uma mulher decide ser instruída por seu amante ao longo de 50 noites inesquecíveis. Nessa excitante jornada de aprendizado, ele lhe dá aulas sobre todas as mais deliciosas formas de sentir prazer – e, às vezes, um pouco de dor... Em 50 noites em tons de cinza, nossos personagens se envolvem em relações recheadas de fetiches, bondage, acessórios eróticos, fantasias, jogos, ménage à trois, striptease e posições que ela nunca havia experimentado antes – e que nunca imaginou que fossem tão boas.
50 noites em tons de cinza não é um livro normal como os outros encontrados nas livrarias. (Não preciso dizer que trata-se de um livro erótico, né?) Normalmente, o leitor está acostumado a conhecer os personagens, como eles se conheceram e afins, mas, nesse caso, isso é impossível. A única coisa que sabemos é o gênero/sexo do personagem. O livro é separado por noites e a cada noite os personagens experimentam coisas novas, podendo ser fantasias, brinquedos sexuais, novas experiências, etc. Na primeira noite, a personagem feminina recebe um diário em branco, e nele ela deverá registar tudo, pois essa é a forma de ser avaliada pelo seu “professor”. Durante 25 noites, podemos vê-la como aluna. Após isso, as coisas mudam e ela passa a ser a “professora” do seu amante, proporcionando-o muitos momentos quentes.
“- Quero aprender – eu disse a ele enquanto deitava na cama, ainda um pouco atordoada pela intensidade do sexo que havíamos feito.
- Há muito o que aprender – respondeu ele – o que você quer aprender?
- Tudo – respondi corajosamente [...] – Tudo – repeti, com um pouco mais de convicção. Ele sorriu.”
Em todas as noites, o leitor pode ver uma imagem relacionada àquela aula. Cada capítulo, ou seja, cada noite é descrita de forma superficial e em algumas páginas há um “segredo sexy”, que trata-se de dicas sobre algo que acontecerá naquele capítulo. Acho que o livro é muito mais um “manual” e nele pode-se encontrar dicas para apimentar a relação. Claro que isso é dito de forma discreta. 

A diagramação é diferente e a fonte também. Dessa forma, nos dá a impressão de que estamos lendo um diário. Acho que realmente era essa a ideia da autora: fazer o leitor ler o diário da “aluna” para poder apimentar a sua relação, pois há 50 noites para a imaginação fluir.

Pernambucano, blogueiro e bailarino nas horas vagas. Para ficar mais próximos dos livros, escolheu ser revisor textual. Instagram/Twitter: @Jadsongomees

4 Comentários
Comentários

4 comentários

Write comentários
Teca Machado
AUTHOR
25 de março de 2015 12:47 delete

Pensei que fosse mais um guia do que um livro.
Agora 50 tons virou moda, né? Hehe.
Parece interessante.

Beijoooos

www.casosacasoselivros.com

Reply
avatar
26 de março de 2015 19:05 delete

Eeeita, pelo jeito o livro é bem específico né, e liberadamente pornográfico, só querem saber focar do bem bom hahaha

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
Tem resenha nova no blog de "Cidades de Papel", vem conferir!

Reply
avatar
27 de março de 2015 20:11 delete

Oi Jadson, não sei se eu leria o livro, parece que está surgindo muitos livros querendo copias 50 tons sabe? eu adoro a trilogia, achei ela bem criativa, mas estou fugindo dos livros que estão meio parecidos. Apesar que esse parece legal pelo fato de parecer um diário!

Beijos

http://www.oteoremadaleitura.com/

Reply
avatar
2 de abril de 2015 12:09 delete

Oi,
Não conhecia esse livro mas pareceu interessante pelo menos a ideia, esse realmente é um manual para quem quer aprender algo novo...tentei ler 50tons mas não gostei muito então não sei se curtiria muito esse também mas dou pontos a autora pela criatividade.
Beijos
Raquel Machado
Leitura Kriativa
Oi Tati,
Com certeza vai ser um sucesso total estou enviando pensamentos positivos daqui. Depois vem nos contar como foi,
Beijos
Raquel Machado
Leitura Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

Reply
avatar