[Resenha] Lições de Amor - Ali Cronin

17:25 0 Comments A+ a-


No quarto livro da série Garota <3 Garoto, somos apresentados a estória de Donna, a mais diferente do grupo de sete amigos que viemos conhecendo ao longo dos livros anteriores. Ela é uma filha de pais separados que sonha em ser atriz, mas que para isso precisa urgentemente recuperar suas notas vermelhas em inglês. Sabendo que para ser chamada em algumas das faculdades de artes, precisará ter pelo menos duas notas altas nas provas finais, Donna resolve contratar um professor particular, afim de alcançar seu objetivo. Apesar de se achar burra e ter quase certeza de que um professor de nada adiantará, Will consegue fazer Donna quebrar essa opinião sobre si mesma. Mas quando as aulas com Will passam a ser a parte mais importante de seus dias e seus sentimentos por seu professor começa a ser o centro de sua atenção, Donna é confrontada com todos as neuras que os jovens têm sobre amor e os dramas que ele acarreta.

Tenho notado com a Ali Cronin tem um modo fixo de levar suas estórias, o que não as tornam menos legais. O padrão de sua escrita, apenas diz respeito ao modo de pensar dos jovens, mas não espere que ela sempre vá dar um final feliz a todos os personagens, ou que tudo vai ficar bem, afinal na adolescência cia sua vida está apenas começando e nada parece realmente muito certo. O fato é que no livro da Donna, a Ali, consegue mais uma vez passar todo o drama da adolescência de uma  forma leve e divertida com uma personagem diferente, marcante e que apesar de ser um pouco indecisa em alguns pontos, consegue ser cativante. Em Lições de Amor, o título se encaixa perfeitamente com toda a estória que se desenrola durante as páginas, pois enquanto Donna precisa de aulas de inglês, ela mal sabe que precisa desesperadamente de aulas de como se deixar amar novamente. Seu coração magoado do passado precisa ser superado e esquecido para que possa ter uma nova chance de amar, por tanto Will vai além de ensinar a mocinha apenas inglês.
"O que os outros enxergavam quando me viam? As pessoas costumavam me dizer sobre a sorte que eu tinha por ser alta e 'ah, você devia ser modelo', como se altura fosse o único pre-requisito."
Essa série tem um publico bem direcionado, que são os adolescentes, mas não consigo imaginar temas mais populares e atuais do que os que são abordados nela. Não é tudo sobre amor, como também sobre dúvidas, dilemas, amizade e corações partidos, mas o que a Ali Cronin mostra mesmo é que nesta fase da vida, tudo parece muito decisivo, por tanto a pressão faz com que tudo se torne maior e mais desesperador. Donna precisa entrar para uma faculdade porque não quer ser apenas mais uma tentando ser uma atriz, ela sabe a importância que uma faculdade tem na vida profissional das pessoas. E apesar dela focar bem em sua vida estudantil, também se vê envolta dos problemas na vida de seus pais e é engraçado que em uma reflexão rápida descobrimos o quanto as atitudes dos pais influem em nossas atitudes.

Como já falei, Donna é uma personagem excelente, a maioria dos amigos dela vão pelo mesmo caminho, mas ela é diferente. Não consigo explicar ao certo o que me cativou nela, mas ela tem algo de diferente. Vinda de pais muito diferentes, ela lida com a bagunça amorosa que a vida de seu pai, enquanto tenta suportar a parede fixa que são as ideias de sua mãe. E o balanço que esses dois extremos dão a Donna é engraçado e gostoso de ler. Já o Will é um garoto inteligente, com notas altas, certinho e super fofo que quer apenas um dinheiro extra para ajudar a sua mãe que está sempre metida em confusão. Me perguntei uma e outra vez como esses dois dariam certo e se Donna não estava repetindo os mesmos erros de seus pais ao se envolver com Will, sendo ele tão diferente dela, mas ai a Ali mostrou que as vezes nós só precisamos exatamente disso para nos colocar de volta nos trilhos: as diferenças.
"Todos achavam que eu era uma garota superfeliz e de bem com a vida. Sabe, ninguém é totalmente sincero - todos nós nos inventamos um pouco."
No geral, o quarto livro da série é muito bom, Donna deu algumas mancadas em certas partes do livro, o que é normal, mas nada que dê ódio ou passe a vontade de ler. São apenas adolescentes errando e aprendendo com seus erros, que é a maior lição que toda a série vem mostrando. Como sempre, os outros amigos do grupo: Rich, Ollie, Sarah, Ashley, Cass e Jack estão presentes na maior parte das cenas, e durante boa parte da narração o leitor já vai sentindo o que está por vir. Ollie e Sarah são um casal que ainda não estão definidos, por tanto a autora vai despertando bastante o leitor durante a narração da Donna. Gostaria muito que a autora tivesse feito um livro com o Rich, mas ela preferiu fechar a série com mais um livro da Sarah, o que para mim está sendo difícil de compreender.

Classifiquei o livro com 5 estrelas. Amei a capa, os detalhes na capa são todos pensados e feitos de acordo com a estória do livro. A diagramação interna segue o padrão dos outros da série, o que é perfeito. A fonte tem um tamanho excelente, não achei nenhum erro de digitação ou gramatical. E o detalhe dessa série é que as capas são soft thouch. Série perfeita.!

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

0 Comentários
Comentários