Resenha| Um amor perfeito, de Susan Fox

19:38 5 Comments A+ a-


Wade Bly e Mirian sempre foram um casal. Eles nunca foram visto como menos que isso. O amor deles é daqueles que faz todos suspirar e invejar, desejando algo ao menos parecido. Seu amor começou cedo, jovens e imaturos, mas com total confiança de que eles dois foram feitos para ficar em juntos para sempre, por isso eles casaram aos 19 anos e muito cedo tiveram uma linda filha, mas agora, 8 anos após tudo isso, a vida e suas confirmações sobre serem perfeitos um para o outro será sacudido por uma gravidez inesperada. Em uma situação difícil, com uma grande hipoteca, um rancho para cuidar e cheios de problemas, eles precisam enfrentar um desvio do destino e continuar provando que seu amor é grande e forte o suficiente para superar tudo. Ou desistir de vez e abrir mão de tudo que já passaram. Será que o amor tudo supera? Esses dois vão testar essa passagem bíblica realmente e tentar provar que ela é verdadeira, ou terão que aprender a viver um sem o outro pela primeira vez em suas vidas desde sempre.

Quando este livro chegou para mim, me surpreendi com o tamanho dele, pois ele é muito curtinho. Fiquei imaginando o que a autora poderia fazer em tão poucas páginas, mas logo que o livro começou minha pergunta mudou totalmente e passei a me questionar o que ela faria com tantas páginas. Intercalado entre o presente e o passado, Susan Fox apresenta ao leitor várias partes da história de Wade e Mirian, desde seu casamento até algumas dificuldades enfrentadas pelo casal no passado. A autora também intercala a narração da obra, que passa por narrações do Wade e da Mirian, o que é um ponto bem forte no livro. Apresentando uma trama bem clichê no mundo da literatura, Susan explora o amor de uma forma simples e pura, nascido na infância e desenvolvido com os anos, o que é um outro ponto a favor, pelo menos para mim. Wade e Mirian são aquele casal que é esperado casar, ter filhos e viverem felizes para sempre, e é isso o que eles querem.

"O Sexo perfeito jamais poderia ser chato. E era isso que eles tinham entre si, o sexo perfeito."

Ao casarem, sua inocência e juventude dá possibilidades de sonhar e imaginar a perfeição que será a vida deles, mas claro que o destino nunca está a favor, e o que seria da vida sem certas complicações? No que deveria ser o auge de suas vidas, tudo está um caos total, eles estão atolados em dívidas, Mirian está grávida, Wade trabalhando demais e quase mal conseguem manter a comida regular na mesa. Apesar de tudo isso, eles se amam, de verdade, mesmo que a autora não aprofunde muito no romantismo dessa história, o leitor consegue alcançar a áurea de amor que cerca o casal. Algo que me irritou bastante na autora foi exatamente isso, essa incapacidade dela de explorar o lado amoroso de um casal que tinha tudo para cativar os corações mais duros. Portanto, mesmo o leitor conseguindo alcançar o romance e amor, ela deixa a desejar neste setor. Um outro ponto pouco explorado pela autora é o erótico, mesmo tendo cenas hot, não são tão descritivas ou recorrentes como nos seus outros livros.

Wade é um pouco diferente dos outros mocinhos da autora, visto que esta história se passa em um rancho, e ela mesmo definiu esta série como country. Então, podemos definir o Wade como um cowboy, mas bem cowboy mesmo, daqueles que ama botas e viver no pasto com seus animais, cavalgando, cuidando do gado e respirando o ar puro. para sorte dele, seu único amor também ama todas essas coisas. E o cara é tão sortudo que sua filha, Jessica, não trocaria a vida no rancho por nada no mundo. Isso o dá a liberdade de viver onde ama, com as pessoas que ele ama. Como sempre, ele é aquele cara perfeito, romântico que casou com sua primeira namorada e a ama incondicionalmente.

"- Você é linda, Mirian. Você estava linda no dia do nosso casamento, e está linda nessa camiseta e nessa saia, que mostra suas pernas bonitas. Quando vocês estiver velha e grisalha, ainda continuará sendo a mulher mais bonita do mundo."

Já Mirian é uma menina que veio da cidade grande aos 10 anos e aprendeu a amar o campo como se fosse nascida ali. Wade é a primeira coisa que ela se lembra de Caribou, cidade fictícia onde se passa a história. E ela jamais imaginaria que o amor deles seria tão testado quanto ele é. Ela é uma garota normal, sem nada demais que trabalha para ajudar nas contas da casa numa clínica veterinária. Como falei, a história é bem clichê e os personagens são bem normais, sem algo que chame muito atenção, mas a autora em muitas partes pecou com relação ao desenvolvimento da obra, e talvez seja este o motivo dela ter sido um desapontamento total. Adoro histórias com cowboys, como não amar? Mas faltou algo e talvez seja aquela faísca de amor que ela não acende, por achar que o passado do casal já faria isso.

No final do livro, a única coisa boa que resta é a expectativa para o livro da filha deles, Jessica. O que achei mesmo é que a autora foi muito dura com o casal no decorrer da história. Ela tomou uma atitude bastante dura, e na minha opinião, foi totalmente desnecessária. Contudo, o livro não é de todo ruim, foi legal ver que nem tudo é perfeito, e acho que a verdade é que a autora quis justamente tentar esta abordagem, ela só não foi muito bem sucedida. Classifiquei o livro com 3 estrelas. Sobre a diagramação posso dizer que está bem legal, não tem erros gramaticais gritantes, a fonte para leitura esta excelente e a capa é muito, muito bonita. Esse vermelho deu um toque diferente que eu gostei bastante.

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

5 Comentários
Comentários

5 comentários

Write comentários
Amanda Soldi
AUTHOR
29 de julho de 2014 13:20 delete

Eu estou doida pra ler todos dessa série, mas me desanimei pra ler esse especificadamente. Gosto de histórias em que mostra o florescer do amor, não sou muito fã desses que já começam amando e casados kkkkk
Beijos,

Amanda
www.divaliterario.com.br

Reply
avatar
Dryh Meira
AUTHOR
3 de agosto de 2014 13:59 delete

Oiee ^^
Também estou super ansiosa para ler essa série, mas ver que você não curtiu muito me desanimou um pouco. Nunca li nada da autora, mas sempre vejo elogios sobre os livros dela.
MilkMilks
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Reply
avatar
3 de agosto de 2014 17:27 delete

Li só um livro dessa autora até agora e gostei, não foi um dos melhores eróticos que li na vida, mas deu para passar um bom tempo. Essa série parece ser boa, e o fato de ser curta me agrada. Se ela tiver deito tudo direitinho, como acho que fez pela sua resenha, deu certo as poucas pgs.

Bjs, @dnisin
www.seja-cult.com

Reply
avatar
4 de agosto de 2014 17:55 delete

esse livro esta na lista dos desejados por sua bela capa e também o bom histórico da autora!

http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

Reply
avatar
9 de abril de 2015 08:52 delete

Já li um livro da autora e gostei muito da forma que ela escreve. Acho sensual e gosto da construção dos personagens. Livros estilo sessão da tarde são meu número após ressacas literárias.
No livro Um Amor Perfeito vi que a Fox criou Caribou Crossing e amei, afinal um composto de pequenas cidades do interior da Columbia Britânica, com a economia baseada na pecuária e no turismo, me parecem a descrição do paraíso... rs
Apesar de não curtir livros narrados em terceira pessoa, eu curto quando alternam entre passado e presente. E saber que a história de amor entre os protagonistas é antiga, do tempo da escola e que eles precisaram mudar o rumo dos seus planos pois a vida lhes deu "uma rasteira" me faz ter vontade de ler o livro, pois adoro livros que mostram como os protagonistas enfrentam obstáculos da vida e são obrigados a amadurecer. Enfim livros que trazem histórias de amor realistas.
Estou louca para saber como Miriam foi parar na cama de hospital, o que aconteceu para ela entrar em depressão profunda e se eles conseguem administrar bem o Rancho Bly e fazer um casamento dar certo mesmo com tantas dívidas e problemas. Então apesar do livro não ter sido "5 estrelas" acho que a autora construiu uma trama com um assunto que me faz ter vontade de ler e ver se eu vou ou não curtir o livro.

Beijos!
Viviane Gonçalves
vsg_caue@hotmail.com

Reply
avatar