[Novidade] Zahar lança edição ilustrada e comentada de Robin Hood

10:00 9 Comments A+ a-

A Editora Zahar está cheia de novidades. Além de ser a editora que publica as edições mais lindas do mundo dos clássicos, ela ainda publica aqueles livros que a gente tanto quer. Confira algumas novidades da Zahar e Pequena Zahar.
As aventuras de Robin Hood - Alexandre Dumas

O clássico Robin Hood encontra sua melhor versão literária no talento inquestionável de Alexandre Dumas.

Essa edição reúne pela primeira vez os dois volumes de Alexandre Dumas sobre Robin Hood: O príncipe dos ladrões e O proscrito. Além do texto integral em cuidadosa tradução, traz ainda dezenas de notas, cronologia e uma esclarecedora apresentação.

Ambientado na Inglaterra nos séculos XII e XIII, em especial sob o tumultuado reinado de Ricardo Coração de Leão, o livro traz as peripécias do fora da lei e seu bando dos alegres homens da floresta em busca de justiça e igualdade, e também de diversão.

Nas matas de Sherwood e Barnsdale, acompanhamos os embates de Robin com o xerife de Nottingham, sua história de amor com Lady Marian e sua parceria com o leal João Pequeno e frei Tuck - tudo isso, e muito mais, na narrativa ágil e mordaz que é marca registrada do autor.

Alexandre Dumas (1802-1870) foi um romancista francês autor de clássicos da literatura de aventura, como Os três mosqueteiros e O conde de Monte Cristo. Suas histórias foram traduzidas para cerca de uma centena de idiomas e inspiraram mais de 200 filmes. Além das obras citadas acima, a Zahar já lançou do autor A mulher da gargantilha de veludo e outras histórias de terror – volume com duas novelas; a biografia Napoleão; e os livros de culinária Memórias gastronômicas de todos os tempos e Grande dicionário de culinária.


Os detetives do Prédio Azul: Os mistérios de Mila - Flávia Lins e Silva 

Mais aventura e muito mais mistério com os inseparáveis detetives do Prédio Azul.

Escrito a partir do sucesso da série homônima exibida no canal infantil Gloob, esse é o segundo livro da série que traz as divertidas aventuras de Capim, Mila e Tom, amigos que brincam de detetive e desvendam todos os mistérios que surgem no prédio em que moram. A maior inimiga da turma é a síndica dona Leocádia, que odeia crianças e gosta de dar ordens em todo mundo.

Nessa aventura, narrada pela detetive Mila, uma missão mais do que enigmática, cheia de magia, com
 plantas que falam e um livro de bruxaria!

"Coisas pra lá de estranhas acontecem no Prédio Azul... Além de a minha bateria ter sumido, encontrei uma misteriosa mala escondida atrás da cama do meu pai. Dentro dela, quatro objetos mais do que enigmáticos: uma capa preta, o diário de uma certa Anete L., um frasco com um líquido cor-de-rosa e um livro de... bruxaria! Por que meu pai guardaria tudo aquilo? Eu não tinha a menor ideia! E o que dona Leocádia, a síndica - e nossa suspeita preferida -, teria a ver com isso? É o que eu, Tom e Capim, meus melhores amigos, vamos tentar descobrir nessa missão que pode mudar a minha vida! Abra o livro e embarque com a gente nessa aventura cheia de magia! Ass: Detetive Mila."

Flávia Lins e Silva cresceu lendo os livros de suspense de Agatha Christie, Arthur Conan Doyle, e também a série de livros A inspetora, escrita por Ganymédes José. Trabalhou durante dezesseis anos como roteirista da TV Globo e, em 2012, criou para o canal Gloob a série Detetives do Prédio Azul. Tem mais de dez livros publicados, entre eles Diário de Pilar na Grécia, Diário de Pilar na Amazônia, Diário de Pilar no Egito, Diário de Pilar em Machu Picchu e Nas folhas do chá, editados pela Zahar. Veja mais em www.flavialinsesilva.com.br



Uma história do mundo em doze mapas - Jerry Brotton 

Um olhar fascinante sobre doze mapas - da Grécia Antiga ao Google Earth - e como eles marcaram o nosso mundo Objetos de encanto e deslumbramento, os mapas têm sido usados através dos séculos para promover interesses políticos, religiosos e econômicos. 

Da tabuleta de argila à tela de computador, passando por Ptolomeu, o "pai da geografia", pelos mundos árabe e oriental e pelo Renascimento, o historiador e especialista em cartografia Jerry Brotton explora doze dos mapas mais importantes da história, num panorama repleto de controvérsias e manipulações.

Repleto de belíssimas ilustrações, o autor analisa os mapas abaixo recriando o contexto de cada um deles, conta as histórias de quem os criou e por quê, e revela a sua influência sobre a forma como vemos o mundo:

- A Geografia de Ptolomeu, c.150 d.C.
- Al-Idrisi, 1154 d.C.
- O mapa-múndi de Hereford, c.1300
- O mapa mundial Kangnido, 1402
- Martin Waldseemüller, mapa do mundo, 1507
- Diogo Ribeiro, mapa do mundo, 1529
- Gerard Mercator, mapa do mundo, 1569
- Joan Blaeu, Atlas maior, 1662
- Família Cassini, mapa da França, 1793
- Halford Mackinder, "O eixo geográfico da história", 1904
- A projeção de Peters, 1973
- Google Earth, 2012


"É maravilhosa a ideia de Brotton de traçar com os mapas os padrões do pensamento humano e da civilização." The Guardian

"Brotton é extremamente sensível aos contextos sociais, políticos e religiosos que desvendam por que os mapas foram feitos, por quem e com que objetivos." History Today

"A base intelectual por trás das imagens é transmitida com uma erudição encantadora. Não há nada mais subversivo que um mapa." Spectator

"Como demonstra esse livro deslumbrante e lindamente ilustrado, desde os tempos mais remotos os mapas carregam um grande peso simbólico... Uma história rica e infinitamente cativante." Daily Telegraph

"Leitura absorvente." Financial Times

"Um estudo estimulante e provocador de como a mistura de ciência, política e até mesmo religião influenciou e continua a influenciar a cartografia." Booklist 

Jerry Brotton é professor de Estudos do Renascimento na Queen Mary University of London e um dos maiores especialistas em cartografia renascentista e história dos mapas. Autor de livros traduzidos para mais de quatorze línguas, como The Sale of the Late King’s Goods e The Renaissance, também escreve e apresenta programas de TV e rádio.


Cegueira moral: A perda da sensibilidade na modernidade líquida
Zygmunt Bauman e Leonidas Donskis

Do mesmo autor do best-seller Amor Líquido. O mal não está restrito às guerras ou às circunstâncias nas quais pessoas atuam sob condições de coerção extrema.

Hoje ele se revela com frequência na insensibilidade diária diante do sofrimento do outro, na incapacidade ou recusa de compreendê-lo e no desejo de controlar a privacidade alheia. A maldade e a miopia ética se ocultam naquilo que consideramos comum e banal na vida cotidiana.

Em um mundo em que se você não está nas redes sociais, não está em lugar nenhum, novas formas de censura correm soltas nas demonstrações de ódio via internet. E esse é apenas um dos sintomas dessa cegueira moral que caracteriza nossas sociedades.

Com originalidade, ela é analisada por Zygmunt Bauman e pelo filósofo e cientista político lituano Leonidas Donskis em cinco diálogos organizados segundo temas.

Uma leitura fundamental e de grande interesse para todos aqueles que se preocupam com as mudanças mais profundas que, silenciosamente, moldam a vida dos homens na modernidade líquida.

Zygmunt Bauman é o grande pensador da modernidade – a qual qualificou com o célebre conceito de “liquidez”. O sociólogo tem vasta obra sobre temas contemporâneos, com destaque para o best-seller Amor líquido. Nasceu na Polônia e mora na Inglaterra desde 1971. Professor emérito das universidades de Varsóvia e Leeds, tem mais de trinta livros publicados no Brasil pela Zahar, com enorme sucesso de público.

Leonidas Donskis é filósofo e cientista político, professor na Universidade Vytautas Magnus, na Lituânia, e membro do Parlamento Europeu.


O voo de Vadinho - Fernando Vilela
Com texto do poeta e compositor Álvaro Faleiros e ilustrações do premiado Fernando Vilela


Vadinho é um vaga-lume que desperta sempre devagarinho. Quando o dia surge recomeça seu caminho, sem saber qual será o seu destino... E vagando por aí, encontra uma porção de bichos, cada qual com seu poema.

Barbara, a barata, com sua vidinha ingrata.
Milena, a minhoca, que rebola e se enrosca.
Mariana, a mosquinha bacana.
Olga, a pulga, que pula, pula e dança polca.
Livia, que é mesmo uma bela libélula, e também é muito rápida...
Mas alguém sabe onde anda a menina Marieta, a linda borboleta?
E Zizi, a muriçoca, que se casou com Zito, o mosquito?

De bicho em bicho, Vadinho segue seu passeio, descobrindo os encantos que se encontram no jardim. E lá se vão mais um dia, mais uma tarde... Até que a noite chega e escurece tudo em volta. O que será que Vadinho encontrará?

Fernando Vilela é artista plástico, designer, professor, escritor e ilustrador de livros. Autor e ilustrador de livros para crianças e jovens, recebeu o Prêmio Jabuti por três vezes. Como artista plástico, participou de mostras no Brasil e no exterior e seus trabalhos constam de importantes coleções de museus como o MoMA de Nova York, a Pinacoteca do Estado de São Paulo e o Museu Nacional Belas Artes do Rio de Janeiro. Seus trabalhos podem ser vistos em www.fernandovilela.com.br 

Álvaro Faleiros é poeta, tradutor, compositor e professor de literatura francesa na USP. Publicou diversos livros de poesia, dentre os quais Coágulos, Meio mundo e o cordel Auto do Boi d’Água, e como compositor tem dois discos gravados, Água minha e Da pé. É autor de outros dois livros infantis, O sapoeta, em parceira com Fernando Vilela, e O caminho das pedras. 

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

9 Comentários
Comentários

9 comentários

Write comentários
Rízia Castro
AUTHOR
30 de julho de 2014 12:43 delete

Posso dizer que fiquei ccom vontade de ler todos?
Amei a dica
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Reply
avatar
30 de julho de 2014 20:21 delete

Porque a zahar tem que ter edições tão lindas? Já quero Robin Hood, acho lindas essas ilustrações que eles fazem para as capas, essa coleção dos clássicos são incríveis.

Abraços,
muchachoonline.blogspot.com

Reply
avatar
31 de julho de 2014 14:39 delete

Gostei bastante dos lançamentos
Muitas coisas bacanas
Já estou seguindo ;)

Beijos
http://pocketlibro.blogspot.com.br

Reply
avatar
1 de agosto de 2014 14:57 delete

Me interessei por Cegueira Moral, estudei muitos textos do Bauman na faculdade e adoroo!
Beijos!
Monólogo de Julieta

Reply
avatar
Nana ~*
AUTHOR
2 de agosto de 2014 02:38 delete

Oi Ray,
Que capas lindas.. a de Robin Hood ♥
Sou doida pra ler, estou assistindo a série da BBC mas o ator que faz o Robin não anda me conquistando haha

bjs e um ótimo final de semana
Nana - Obsession Valley

Reply
avatar
2 de agosto de 2014 13:50 delete

Nunca tinha visto parece legal mas não curto muito esses tipos de livros. Beijos

www.brrendacaroline.blogspot.com

Reply
avatar
4 de agosto de 2014 17:49 delete

conheço muito pouco da Zahar, só alguns títulos da faculdade, legal saber a diversidade de lançamentos
http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Telemaco
AUTHOR
10 de agosto de 2014 22:03 delete

Tenho uma nova meta: conseguir esse edição de Robin Hood

http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Renata Varela
AUTHOR
11 de agosto de 2014 18:10 delete

Editora Zahar e suas capas maravilhosas <3
whoosthatgirrl.blogspot.com

Reply
avatar