[Resenha] As Feiticeiras de East End - Melissa de la Cruz

15:11 9 Comments A+ a-


A cidade-ilha de North Hampton é pacata, civilizada e abriga três mulheres que escondem suas verdadeiras identidades. Joanna, tal como suas duas filhas, são feiticeiras, e encontram-se em restrição de poderes. Ela está separada de seu marido há anos devido a circunstâncias misteriosas. Já suas filhas, Freya e Ingrid enfrentam, isoladamente cada uma suas vidas totalmente diferentes. Freya é um espírito livre que está noiva de Bran Gardiner, controverso, não? Mas a verdade é que ela mantem um caso com o irmão de seu noivo, Killian. Já Ingrid nunca se vê envolvida por casos amorosos como sua irmã mais nova, na verdade sua vida neste setor é pra lá de parada, mas ela tem uma paixão: os livros. Enquanto trabalha na biblioteca da cidade Ingrid acha que ajudar sua melhor amiga a engravidar usando um pouco de magia não vai causar problemas. Na mesma onda, Freya acha que dar uma forcinha para os casais que frequentam o bar que trabalha a ficarem juntos por meio de porções de amor não vai alterar nada no mundo. E Joanna concorda com isso fazendo alguns pequenos feitiços. Mas a ordem bucólica da cidade é alterada e vários mistérios surgem, mortes, doenças, assassinatos, e agora as feiticeiras da família Beauchamp precisam descobrir o que alterou a ordem daquele lugar.

Engraçado como um livro pode nos surpreender de uma forma arrasadora. Ao pegar As Feiticeiras de East End para ler, achei que iria lidar com um romance bobinho, onde seria narrado em primeira pessoa, apenas por uma das principais personagens e que tudo giraria em torno de um romance. Mas que doce e idiota inocência a minha. O livro traz três diferentes pontos de vista, o que já te leva a detectar o alto nível de capacidade da autora, já que as personagens são muito diferentes, cada uma com uma personalidade mais forte que a outra. Toda a trama se passa na cidade fictícia de North Hampton, uma ilha mística  em Nova York, onde tudo é muito provincial e as pessoas são pacatas com sua rotina sem muitas anormalidades. As Beauchamp já vivem há anos ali e já estão acostumadas a rotina, Joanna guarda uma mágoa imensa por ter perdido seu filho de forma misteriosa. Freya é uma feiticeira que não segue as regras nem da sociedade imagina das bruxas, e Ingrid é doce, inteligente e inocente.
"Ela também não conseguia negar praticar magia novamente não era apenas agradável, mas lhe dava um sentimento de propósito. Havia sentido na vida novamente."
Quando elas resolvem voltar a praticar magia tudo acontece de uma forma espontânea e ao acaso, não há um aviso entre si, ela fazem porque notam que precisam fazer. Ingrid pode ver seu futuro e tem o poder de curar doenças, Joanna tem o poder de ressurreição, ou de fazer coisas inanimadas ganharem vida, já Freya tem o poder de fazer tudo ficar maravilhoso. Tudo que ela toca se torna lindo, delicioso. O engraçado disso é que Freya foi uma das personagens que menos gostei. Ela assim que começa o livro já mostra que é egoísta e não pensa nos outros, não leva os sentimentos das pessoas em conta. Ela trai seu noivo com o irmão dele e mesmo sentindo que é errado continua insistindo no erro. Ela gosta de farras não liga para o que as pessoas dizem e não liga se é certo ou errado. Para ela, sua moral é construída com princípios próprios. Isso não é ruim, é uma ótima caraterística para a personagem, e apesar de tudo isso a escrita de Melissa de la Cruz não te faz ter forças para odiá-la.

Já Ingrid, apesar de ser um personagem muito doce e neutra, a autora dá seu toque especial e faz com que o leitor a ame de uma forma desmedida, eu estava sempre esperando chegar os capítulos sob o ponto de vista dela para que pudesse acompanhar o que iria acontecer com ela e suas técnicas de curar. Ela, ao contrário da irmã, tem um senso de certo e errado muito semelhante ao dos humanos, o que te faz sentir muito próxima a ela. Joanna é um personagem muito incógnita para mim ainda. Ela perdeu seu filho e isso a deixou acabada, achei interessante os pontos de vista dela, por serem tão parecidos com o que minha mãe sempre fala sobre amor de mãe-filhos. Ela se mostra tão real quanto qualquer outro personagem de toda a estória. E ela, tal como suas filhas tem seus segredos. Parece que a palavra para definir este livro é segredos, mas na verdade não é, a palavra que o define é: Realismo.
"Era como se, ao olhar para ela, ele soubesse exatamente o que ela era e como ela era. Uma feiticeira. Uma deusa."
Confesso que me assustei bastante quando me vi tão interessada na estoria porque seus personagens, todos eles, até os secundários, têm ares extremamente realistas. Eles parecem estar ao alcance de nossas mãos, e apesar de bruxaria, feitiços e tudo isso não ser algo comumente abordado em livros, ou na vida real, o leitor se vê embalado em algo que soa extremamente natural. A narrativa de Melissa de la Cruz não parece forçada ou programada a fazer o leitor acreditar naquilo. Ela simplesmente flui de uma forma muito anormal e maravilhosa. É assustador como o livro é bom nesse sentido. E quando o leitor está naquelas últimas páginas, achando que vai ter um tempo para pensar em ler a continuação da estória, leva uma rasteira daquelas, pois apesar de tudo estar lindo, ela te puxa na última linha e te mostra que pode desmoronar todo seu mundo. Classifico o livro como um cinco estrelas que mal posso esperar para poder ler a continuação.

Sobre a diagramação tenho que ressaltar uns pontos, todos positivos. O livro tem um tamanho menor que o normal e isso torna a leitura um pouco mais confortável, pelo menos para mim foi. A capa é linda e a diagramação interna não deica nada a desejar. As letras têm um bom tamanho, as páginas são amareladas, meus olhos agradecem, e ele tem detalhes no início das páginas. O livro é maravilhoso em todos os sentidos.

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

9 Comentários
Comentários

9 comentários

Write comentários
14 de maio de 2014 15:45 delete

Tenho muita vontade de ler esse livro e acho essa capa realmente linda. Parabéns pela resenha. Beijos, Fê - Segredos em Livros

Reply
avatar
15 de maio de 2014 01:33 delete

Gostei da resenha Ray. Não cheguei a ler os livros, mas acompanho o seriado Witches of East End e curto bastante. Beijo!

www.newsnessa.com

Reply
avatar
Lia Christo
AUTHOR
15 de maio de 2014 10:46 delete

Oi Ray, não conhecia o livro, mas lendo sua resenha fiquei bastante curiosa a respeito. Já coloquei nos desejados. Bjus
Lia Christo
www.docesletras.com.br

Reply
avatar
Tori Vega
AUTHOR
15 de maio de 2014 14:47 delete

Eu ainda não li esse livro. Mas desde quando lançou tenho vontade de ler. Fico feliz que tenha gostado.
Mil Beijos
Bruna Marie - WTF.

Reply
avatar
ludmillaneres
AUTHOR
15 de maio de 2014 17:36 delete

Ainda não conhecia, parece super legal. Mas a minha lista já está enorme haha
beijos
http://eu-ludmilla.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Filipe Laia
AUTHOR
15 de maio de 2014 20:12 delete

Nem conhecida o livro, já o seriado já tinha ouvido falar.
Enfim, a capa é realmente muito bonita, fiquei apaixonado por ela hahaha
Ótima resenha, qualquer dia desses vou procurar esse livro nas livrarias por aqui.

Bjsss Ray!
www.booksever.blogspot.com

Reply
avatar
Amanda Alves
AUTHOR
16 de maio de 2014 04:36 delete

Adorei a dica! Minha lista de livros para ler está enorme, mas assim que tiver uma brecha vou procurar saber mais sobre esse.

Beijos,
Amanda.
www.aloamiga.com.br

Reply
avatar
16 de maio de 2014 15:28 delete

Oie
Uau, eu até tinha cogitado comprar o livro na bienal do ano passado porque estava na promoção, mas acabei desistindo por pensar exatamente como você: um romance bobinho narrado em primeira pessoa.
Fiquei mega curiosa agora.
bjos
www.mybooklit.com

Reply
avatar
16 de maio de 2014 15:35 delete

Eu to com esse livro aqui pra ler e como você, não estou dando nada por ele. Não sou muto fã de bruxas, mas algo na capa ou como as pessoas estavam tão empolgadas pela continuação me fez ter vontade de lê-lo. Espero gostar também.

Bjs, @dnisin
www.seja-cult.com

Reply
avatar