[Resenha] Tentação Sem Limites Abbi Gline

11:30 9 Comments A+ a-


Estou procurando palavras para começar está resenha, por tanto irei começá-la exatamente assim, sem jeito. Paixão Sem Limites, foi com toda certeza, uma doce, adorável e inimaginável surpresa para mim. Todos falavam muito bem dos livros, mas eu nunca tive tanta curiosidade a ponto de ir os ler, mas quando a Arqueiro comprou os direitos, minha curiosidade foi aguçada, assim, com a ajuda de muitas resenhas, embarquei nesta trilogia, e sinceramente, não me arrependo de nada. Assim como seu antecessor, Tentação Sem Limites, prende o leitor de uma forma, ouso dizer, absurda, considerando o quanto a trama parece boba e clichê. Mas ele prende não só pela curiosidade que ficou do livro anterior, ou pelo que vai ser da trama, ou até mesmo pelos personagens, mas sim por causa da capacidade incrível da autora de transformar tudo isso em algo viciante.

Assim como falei da resenha anterior, a estória é um clichê, e isso mostra-se bem verdade com o que se sucede da trama em Tentação Sem Limites, porém, apesar de tudo isso, confesso que neste livro, a autora foi capaz de mostrar personagens mais palpáveis que no exemplar anterior. Aqui, eles são confrontados com situações do dia a dia e até mesmo brigas de família. Ai você fala: 'Mas
 Ray, no livro anterior já existia isso' e eu te respondo: Sim, entretanto aqui, a briga não é pelo que aconteceu no passado, sim, isso sempre fará parte da vida de todos, mas sim, de escolhas que são feitas no presente. O passado é algo que não pode ser mudado, apagado ou esquecido, e a Abbi nos mostra que, talvez, também não pode ser perdoado.

Vamos para o que acontece na trama na continuação da estória. Blaire foi embora de Rosemay após Rush, e toda sua família, incluindo seu próprio pai, destruir todo seu passado, arruinarem seu presente e destruírem seu futuro. Ela está mais sozinha do que nunca, sem o Rush, mãe, pai, irmã, sem família. Tudo que ela tinha acabou, nem um teto ela tem. Quando Blaire volta para sua cidade natal e seu antigo namora, Cain, começa a se arrastar de volta ao redor dela, achando que pode a ter de volta, mal sabe que a vida de Blaire está para mudar totalmente. Ainda morando na casa da Vovó Q, a avó de Cain, ela não sabe o que fazer com o que aconteceu com sua vida, até que a Bethy chega para a salvar de si mesma e de seu orgulho ferido. Bethy, como falei na resenha do livro anterior, é um espírito livro, uma personagem que me agradou muito, do qual eu gostaria de ter um livro para ler.

Bethy está totalmente disposta a fazer Blaire voltar com ela, e dividir o aluguel de seu apartamento, então o fato da Blaire esconder um segredo da Bethy e está descobri-lo em dois tempos, só faz com que sua proposta soe mais e mais tentado para Blaire. Enquanto isso, Rush se afunda na merda que ele mesmo cagou. Desculpem a expressão grosseira, mas é que depois deste livro, sinceramente estou totalmente com a Bethy em relação a ter meus dois pés atrás com ele. Ele mentiu para a Blaire, e sinceramente, para mim isso é o fim, porém ele consegue destruir ainda mais a relação dos dois no decorrer da trama deste livro. Nunca quis tanto que uma personagem principal desistisse do mocinho como eu desejei que a Blaire desistisse do Rush.
"- Eu faço qualquer coisa. Qualquer coisa, Blaire, só para ficar perto de você. Não consigo pensar em mais nada. Não consigo me focar em mais nada."
Quando Rush descobre que Blaire está de volta, ele vê a oportunidade perfeita para se desculpar com ela e a ter de volta, então fui me animando e achando que o Rush pudesse merecer perdão, e as atitudes dele, realmente condiziam com o que ele queria. O relacionamento deles enfim estava tomando um rumo saudável, apesar do ciúme exacerbado de Rush. As mentiras tinham ficado no passado e eles estavam felizes, até que um belo dia tudo muda, e Rush NOVAMENTE, fica em cima do muro com relação a Blaire e sua família. Isso me irritou profundamente, não quero dar spoilers nesta resenha, mas quero falar que entendo que família é a coisa mais importante que temos, porém o cenário aqui foi outro e depois de tudo que aconteceu com eles no passado, Rush deveria ter repensado suas atitudes, ou no mínimo ter sido menos imaturo.

E apesar de tudo isso, preciso confessar que, não larguei o livro em nenhum momento, pois mesmo morrendo de raiva, preciso admitir que o livro é viciante e aguça sua curiosidade em várias partes. Inclusive, posso afirmar que, este livro pareceu-me bem mais elaborado que o primeiro. Ele é muito mais ambicioso com relação ao que acontecerá com a estória, acho que o primeiro foi um tiro no escuro da autora que deu certo e no segundo ela quis trabalhar mais duramente na escrita. Vários personagens secundários vêm a tona, tal como o melhor amigo do Rush, Grant. Uma personagem que eu já odiava e que só acentuou mais meu ódio aqui, foi Nan, a irmã de Rush. Que menina egoísta e egocêntrica. Nossa, me dava ódio dela.

Como conclusão, continuo dando 5 estrelas para a série, principalmente pelo fato de que a autora conseguiu mudar TOTALMENTE a trama nos 45 do segundo tempo, e mesmo não sendo algo tão elaborado, confesso que me surpreendeu bastante. O que mostra que mesmo um clichê pode surpreender o leitor, e é isso que acontece em Tentação Sem Limites. Amei o livro, de verdade, apesar das raivas, e estou muito, mas muito mesmo, ansiosa sobre a continuação e sobre como Rush e Blaire irão seguir em adiante, frente a tantas mudanças que ocorreram e ocorrerão na vida deles. Essa, sem sobra de dúvidas está sendo uma das séries mais agradáveis que estou lendo esse ano.

Outras Quotes:





Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

9 Comentários
Comentários

9 comentários

Write comentários
Livroterapias
AUTHOR
18 de fevereiro de 2014 15:37 delete

Só não li a resenha porque ainda não li Paixão sem Limites!
Espero ler assim que der!
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Reply
avatar
19 de fevereiro de 2014 15:43 delete

Preciso muito desse livro e até agora nada dele chegar!!!!!!!!
Já tenho uma ideia do que vai acontecer, mas mesmo assim estou louca para ler. Adorei o primeiro e tenho certeza que com esse não será diferente.

Bjs, @dnisin
www.seja-cult.com

Reply
avatar
19 de fevereiro de 2014 16:22 delete

Adorei! Realmente tem personagens fúteis que nos incomodam bastante. kkk Fico feliz que tenha curtido esse segundo livro da série, parece bom...mas não sei se leria no momento. O fato é que essa série está conquistando muitos leitores aqui no Brasil, estou achando legal isso.
Bloody Kisses
Monólogo de Julieta

Reply
avatar
Patrícia
AUTHOR
20 de fevereiro de 2014 17:07 delete

Resenha ótima. Se expressou muito bem sobre os personagens, principalmente o rush. Estou amando o blog agora que vc ta atualizando mais.

Reply
avatar
Laura
AUTHOR
20 de fevereiro de 2014 17:08 delete

Fiquei curiosa, mais ainda tenho que le o primeiro.

Reply
avatar
Carol Vargas
AUTHOR
20 de fevereiro de 2014 17:09 delete

Seu blog ta lindo e a resenha ficou muito boa mesmo. Poucos blogs falaram tao bem desse livro quanto vc. Foi muito clara sobre os personagens e eu ja li o livro e concordo com tudo que foi dito.

Reply
avatar
Prih
AUTHOR
20 de fevereiro de 2014 17:10 delete

que quotes são essas? amei. estou curiosa demais agora.

Reply
avatar
Carla Moura
AUTHOR
20 de fevereiro de 2014 17:12 delete

Ray se vc achou esse tudo isso vai falar ainda mais sobre o ultimo. Extremamente desnecessário, sinceramente. A autora ousou demais e quis obrigar o leitor a acompanhar as outras series que ela escreve. Para mim ela deveria ter terminado no primeiro livro.

Reply
avatar
Júlia
AUTHOR
24 de fevereiro de 2014 09:36 delete

Já li Paixão sem Limites e AMEI !!! É muito viciante. Agora estou lendo Tentação sem Limites e está me parecendo muito bom, assim como o primeiro.

Reply
avatar