Devaneio: Adaptações Literárias

20:35 4 Comments A+ a-



Nós sabemos que o mundo cinematográfico com o passar dos anos tem aderido mais e mais as adaptações literárias. Em grande parte, isso se deve ao sucesso imensuravel que vários livros têm feito, mas também pelo fato de que alguns leitores desejam ver seus personagens favoritos ganhando vida em uma tela enorme. Claro que, nem tudo é um mar de rosas, afinal cada um tem em mente uma pessoa diferente para interpretar cada personagem, e sempre, ou quase sempre, o leitor fica frustrado com a escolha dos atores.

O primeiro livro da história a ser adaptado para as telonas foi A Christmas Carol de Charles Dickens, que virou o filme Scrooge, or Marley's Ghost. O filme teve a direção de Walter R. Booth. Claro que antes disso houveram algumas adaptações de contos, porém, apenas
 em 1901, tivemos a primeira adaptação literária integral. De lá até hoje, muita coisa mudou, principalmente o fato de que parece que um roteiro original, ou seja, não adaptado, tem sido cada vez mais escasso. O ponto desse Devaneio não é criticar ou apoiar um lado ou outro, apenas discutir as adaptações.



Bem, pessoalmente falando, quase nunca me empolgo muito para os filmes que são adaptações, pois como já coloquei lá em cima, são muito frustrantes, principalmente na escolha do elenco. Apesar de para muitos o elenco ser grande parte de uma adaptação literária, o que mais me deixa desapontada mesmo, é a escolha do roteirista e diretor. O que poucos sabem é que o elenco pode ser o pior do mundo, se tiver um 'Woody Allen' levando aquela adaptação, talvez o filme saia melhor do que se o elenco fosse o dos seus sonhos e tivesse um diretor que não soubesse o que fazer.

Consigo contar nos dedos as adaptações que realmente me surpreenderam, e esses números diminuem muito mais quando conto as adaptações literárias lançadas nos últimos anos. A industria cinematográfica hollywoodiana é um pouco complicada de lidar, e enquanto eles só pensam no dinheiro que entra, muito pouco é investido para satisfazer os caprichos dos leitores que aguardam ávidos por aquela adaptação... Frustrante. Tenho uma visão bem clara sobre o que é uma boa adaptação, considerando as últimas assistidas: um filme que pode ser assistido sem que haja deficit no entendimento por aqueles que não leram os livros.



Algumas pessoas podem achar que as adaptações são criadas para saciar um desejo de leitores, mas, a verdade é que muitas pessoas que vão aos cinemas, e lotam as sessões de vários filmes, na verdade nem sabiam que aquele filme era um livro, por tanto, acho que eles têm tanto direito a entende-los quanto nós, leitores. Poucos diretores/roteiristas conseguem sintetizar várias e várias páginas de uma obra em duas horas de roteiro sem usar aquela velha desculpa: 'Quem leu o livro vai entender'. Para mim, foi um meio de ficar menos triste, as adaptações passaram a ser uma parte desacoplada da obra literária.

Um exemplo muito bom, que sempre amo dar, é a adaptação que a BBC fez, em forma de seriado, do livro Norte e Sul, um dos meus favoritos que vocês podem conferir a resenha aqui. O seriado é extremamente fiel, porém, - sim, olhe o porém aqui - a personagem principal é muito mais romantizada na série. O leitor toma um choque, porque na verdade, ela é um porre no livro. O choque é positivo, e nós sabemos que para que algo seja aceito com facilidade, é preciso haver uma 'empatia' com os personagens. A parte boa: você entende a obra, e a mensagem que ela quer passar perfeitamente, apenas vendo o seriado.



Minha opinião ficou um pouco longa, complexa e louca, porém é mais ou menos isso que se passa em minha cabeça sempre que penso em adaptações literárias. Agora, quero saber o que vocês acham sobre o assunto, quais as adaptações favoritas de vocês? Vamos discutir sobre adaptações nos comentários!

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

4 Comentários
Comentários

4 comentários

Write comentários
Luara Cardoso
AUTHOR
21 de janeiro de 2014 23:05 delete

Ah, eu, ao contrário de você, adoro quando um livro é adaptado para o cinema! Sabe por que? Como você disse, MUITA gente não sabe nem que é o filme vem de um livro e, ao saber disso, muitos buscam os livros e passam a ser leitores! <3 É a magia que o cinema faz por ser um tipo de arte com um acesso mais fácil do que os livros. ;)

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Reply
avatar
21 de janeiro de 2014 23:45 delete

Oi Ray. Nossa, as vezes eu acho que a gente super se entende, maior "transmimento de pensação". As vezes eu até gosto quando determinado livro acaba virando um filme, mas existem casos e casos. Não concordo muito com o caso dos livros que acabam viram seriados, acho que pela fato de ser uma coisa mais extensiva, acaba ficando tudo muito vago, a menos, é claro, que a série de livros seja quilométrica, assim como Guerra dos Tronos, por exemplo.

Att,
V. I. Neves

Reply
avatar
22 de janeiro de 2014 11:19 delete

Olá Ray :)
Adorei seu post! E realmente adoro quando você expressa sua opinião dessa maneira!
Eu, ao contrário de você, sou apaixonada quando um filme é adaptado pro cinema... Apesar de muitos não ficarem bons, eu gosto de ver o resultado.
Beijos,
Ana M.
http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

Reply
avatar
23 de janeiro de 2014 00:02 delete

Eu também não sou muito a favor de adaptação literária e esse boom que ta acontecendo só mostra que a maioria dos cineastas, ou seja lá quem tem as ideias para filmes, estão sem inspiração. Convenhamos, a ideia de um livro já está pronta, você só molda para uma outra forma quando adapta. Acho triste!!!

Bjs, @dnisin
www.seja-cult.com

Reply
avatar