Resenha: A Reportagem - Bettina Souza

23:30 4 Comments A+ a-

Um pouco tarde, ou deveria dizer cedo? Mas saiu e eu amei esse livro!



Livro jornalístico de ficção, A Reportagem, nos apresenta ao mundo onde as notícias correm e se espalham, mas a também onde a política é suja e ama um escândalo. Assim que comecei a ler o livro, que é narrado em terceira pessoa, senti que ele seria muito fiel a como de fato se dá a investigação de algum ‘Furo’ jornalístico.

Gisele é uma jornalista de 32 anos que vê sua carreira de editora chefe de um caderno de cultura, mudar ao receber um email de seu amigo Paul, relatando uma investigação americana sobre lavagem de dinheiro vindo do Brasil. Lá, Nos Estados Unidos, ela contrata o advogado-investigador Matthew Newman e entre investigações e uma paixão avassaladora Gisele se vê enredada em uma teia com várias aranhas querendo manter sua teia intacta. E matar com essa finalidade é algo valido.

"-Cada Homem deve ter direito a pelo menos um vício..."

Muitos dados são apresentados ao leitor no decorrer de uma narração que é eletrizante, romântica e interessante em dosagens perfeitas. Não sei se por ser estudante de jornalismo, mas não tive dificuldade em identificar muitos termos, ou jargões usados no meio jornalístico, porém
por essa mesma razão talvez o leitor comum, tenha dificuldade em processar certas partes da leitura.

"Disfarces e telefones grampeados ficam bem em filmes, mas quando acontecem na vida da gente é muito diferente. É assustador."

Apersar deste fato, a leitura não é algo dificultoso. Muito pelo contrário, tirando esses pequenos ‘esbarros’ o livro é maravilhoso e muito bem escrito. Quando você acha que ele vai se tornar chato, porque esta muito meloso, a Bettina consegue mostrar que esta em total comando de sua escrita virando o quadro totalmente. Gisele é uma personagem muito marcante e muito cheia de atitude, deixando para trás mocinhas frágeis e sem senso crítico.

"- É paixão mesmo!
- Ainda estou confuso, mas não quero perder essa mulher. Vocês entende?"

Até a última pagina desse romance você vai querer saber o que acontece, tudo o que a Gisele fez valeu a pena?, O que acontece agora?. Nenhuma pergunta fica sem resposta, ou seja, nada de pontas soltas deixadas pela autora. Muito pelo contrário, ela dedica um curto capítulo apenas para responder a perguntas que nos fazemos após a descoberta de Gisele sobre muitos políticos corruptos e seus desvios e lavagens de dinheiro.

Quem conhece a estória do Wartergates vai ao começar a ler o livro notar muitas semelhanças, o que continua com o decorrer da narração, chegando ela até mesmo a mencionar esse fato. Entre idas as Ilhas Cayman, New York e Brasil, entramos em um mundo onde o jornalismo é quase uma polícia investigativa.

Com personagens fortes, entre eles Tanya, que merece um destaque, e por mim um livro próprio, A Reportagem, se tornou meu livro investigativos nacional favorito, até porque o modo envolvente do jornalismo é irresistível de tal forma que o leitor só para a leitura no fim. Com tramoias que te surpreendem de forma inesperada e belíssima.

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

4 Comentários
Comentários

4 comentários

Write comentários
Patricia
AUTHOR
4 de agosto de 2013 17:50 delete

ótima resenha. Os livros nacionais estão bombando.

Reply
avatar
5 de agosto de 2013 03:57 delete

Mesmo sendo estudante de Jornalismo, acredita que ainda não li muitos livros desse gênero? Talvez seja por isso que eu esteja indo tão mal na faculdade, rsrss. Adorei a resenha!

Abraços!

pecasdeoito.blogspot.com.br

Reply
avatar
Carol Vargas
AUTHOR
5 de agosto de 2013 11:02 delete

Oi Ray, acho que é a primeira vez que comento aqui, mas já sigo o blog a um tempo. Gostei do gênero da resenha. O livro realmente é muito interessante.

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
5 de agosto de 2013 11:03 delete

Não de ler jornal, mais sou de ler livro. E gostei dessa resenha

Reply
avatar