Devaneios: A importância da Leitura na Infância

14:50 10 Comments A+ a-

Esses dias minha professora de Leitura e Produção de Texto da faculdade nos indicou um livro que deveria ser lido e resenhado. Não liguei muito para a obra até que comecei a ler, o que me fez questionar algumas coisinhas que vou tentar passar para vocês aqui, sendo a principal o incentivo da leitura na infância.
Fazendo algumas pesquisas descobri que a Fundação Itaú em pesquisa com a Datafolha apurou que 96% da população acha importante que a leitura seja incentivada ainda na infância, porém menos de 35% afirmaram ler para seus filhos. Esta é a realidade de muitas famílias brasileiras, onde a estatística de leitura anual é de dois livros por pessoa. Trazendo este fato como algo pessoal, nunca fui incentivada a ler, nem mesmo na escola, durante a primeira infância de 0 à 5 anos. Ganhei meu primeiro livro da minha família aos 17 anos. Isto é algo que contrasta diretamente com o universo literário que estamos
 inseridos, certo? Todos somos apaixonados por livros e muitos que têm blogs foram incentivados a ler.
O que gostaria de mostrar com isso é que apesar de nos lermos, sei lá 50, 60, 100 livros por ano, não há um incentivo desta leitura ainda na infância, que é onde formamos boa parte de nossa personalidade, onde começamos a sublimar nosso complexo de édipo e passamos a nos questionar mais sobre o mundo. Este é o período ideal para que novos conhecimentos sejam jogados nas mãos deste pequeninos que seguem as migalhas que deixamos durante sua criação.
O livro Sobre a Leitura de Proust, que era previamente um prefácio do livro Em Busca do Tempo Perdido de Ruskin, me fez debater internamente até onde uma criança que não foi incentivada a ler pode desenvolver a paixão que eu desenvolvi. Não acho que este seja um dado positivo se pesquisado a fundo. Agora pergunto: Você tem alguma criança na família? E questiono novamente: Você a incentiva a ler? A sua família dá o devido suporte para que esta criança seja um leitor ávido de conhecimento e de leitura? Acho que esta é uma boa reflexão para todos.

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

10 Comentários
Comentários

10 comentários

Write comentários
21 de julho de 2013 18:22 delete

Excelente post! Parabéns! Ler é uma atividade mágica e quando desenvolvida desde a infância sem dúvida contribuirá para a formação de adultos pensantes, independentes e menos influenciáveis!

Abraços!

www.universodosleitores.blogspot.com.br

Reply
avatar
21 de julho de 2013 21:22 delete

Gostei muito do post.
Eu comecei a ler relativamente tarde, aos 10 anos (quero dizer, comecei a ler livros, eu já sabia ler aos 4 anos rs) que foi quando ganhei meu primeiro livrinho da coleção vagalume e não parei mais. Hoje em dia sei que meus filhos irão ter contato com este mundo literário mais cedo, devido a minha paixão.
bjos

jack do MyBookLit

Reply
avatar
Filipe Laia
AUTHOR
21 de julho de 2013 22:09 delete

Eu acho que se as escolas incentivassem mais à leitura, hoje teríamos um numero muito maior de leitores por prazer. Parabéns,pelo ótimo post!

Abraços
www.booksever.blogspot.com

Reply
avatar
22 de julho de 2013 11:04 delete

Oi.
Passando pela primeira vez para ver seu blog.
Eu adorei tudo e seu Post foi muito bem elaborado.
Quando eu era não tive muito incentivo, mas graças a Deus, consegui descobrir o caminho sozinha. kk
Parabéns pelo blog.
Beijos

http://elaeseuslivros.blogspot.com.br/

Reply
avatar
22 de julho de 2013 13:47 delete

Concordo que a leitura deve ser incentivada na infância, e se um dia eu tiver filhos com certeza irei ler para eles!
Quando eu era criança minha mãe comprava (muitas) revistinhas da turma da mônica, e foi isso que comecei lendo, até evoluir para os livros lá pelos 11 ou 12 anos (tudo bem que eu demorava uns 3 meses pra terminar um, mas eu lia hahaha).
Adorei o post, é uma questão realmente válida!

Beijos.
fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

Reply
avatar
22 de julho de 2013 23:19 delete

Oi Ray! Eu acho que o incentivo a ler desde criança é fundamental. Por experiência própria o meu amor literário começou bem cedo. Acho muito triste saber que a maioria das crianças não tem este incentivo. A minha prima mais nova, por nosso incentivo hoje também é uma leitora eu acho que faz toda diferença.

beijos

livrorosashock.blogspot.com.br

Reply
avatar
25 de julho de 2013 00:47 delete

Olá. Esse é um debate interessante. Muitos de nós que gostamos de livros omos um tanto autodidatas quando a criação desse hábito. Embora o número se mantenha baixo no país, creio que esteja crescendo com o passar do tempo. Eu pelo menos busco sempre incentivar as crianças ao meu redor para que leiam, mostrando principalmente que é algo divertido e nada de uma obrigação enfadonha. Adorei o post, um abraço!

De Frente com os Livros

Reply
avatar
25 de julho de 2013 13:01 delete

Esse incentivo é de fato muito importante. Acredito que ter sido levado a uma biblioteca, onde conheci as principais obras de Monteiro Lobato, pode ser considerado um incentivo, mas também não houve "pausa para leitura no fim da noite", por exemplo. De qualquer, busco sempre incentivar os mais jovens.
Ótima e importante postagem.

Beijos!
Ricardo - www.blogovershock.com.br

Reply
avatar
25 de julho de 2013 23:02 delete

Eu não fui incentivada a ler desde pequena, na verdade ganhei meus primeiros livros já com 7, 8 anos, mas virei leitora mesmo com 22 anos. É um dado triste a quantidade de livros que um brasileiro lê por ano, bom, eu acho.

Bjs, @dnisin
www.seja-cult.com

Reply
avatar
18 de dezembro de 2013 01:29 delete

Achei o post mto bacana, mas apenas uma correção. Em busca do tempo perdido é um livro de autoria do próprio Prous. O livro de Ruskin que Proust traduziu e escreveu esse prefacio é Sesame and lilies de 1865.
beijos

Reply
avatar