Resenha: O Duque Sombrio - Margareth Moore

17:37 0 Comments A+ a-

Titulo: O Duque Sombrio
Autora: Margareth Moore
Número de Páginas: 255
Onde Comprar: Saraiva

Fazia bastante tempo que eu não lia um romance da Harlequin, e esse foi uma boa surpresa.

A estória é narrada em terceira pessoa, como a maioria dos romances históricos, e aqui mais uma vez temos uma mocinha muito esperta. Hester é a última de suas irmãs que ainda não casou, e pelo que a sociedade diz, ela nunca irá casar, está ficando velha, não é dona de uma beleza singular, por tanto, sem muitos pretendentes. Em uma sociedade onde apenas seu exterior vale, ela mostra que ser inteligente é muito mais charmoso.

Só que ela não sabe é que o arrogante Adrian não está a procura de beleza, mas sim alguém que possa confiar e ser feliz, ser mais livre. Guardando um grande segredo de família, Adrian procura alguém que o aceite do jeito que é, sem o julgar por seu passado, e Hester não quer ser
 mais uma na longa lista de conquistas dele.

O Duque Sombrio ficou em minha estante a espera por algumas semanas e agora eu me arrependo. O romance é bastante leve e uma leitura muito rápida. Os personagens não têm tempo para ser cativantes, mas ouso dizer que são muito marcantes, sendo o extra que a Hester é o meu tipo de heroína. Ela não é doce, meiga, mas muito esperta, e confia nos instintos mais do que nos seus olhos e ouvidos, porém isso não a faz impulsiva.

Adrian é uma sombra, literalmente. Ele vive a sombra de seu meio-irmão, que por sua vez, é extremamente frustrado com ele. Um dos obstaculo que o casal enfrenta é o meio-irmão, assim como a madrasta dele, que parece aquelas bruxas falando coisas impróprias em momentos inoportunos vivendo do dinheiro dos outros.

Minha única surpresa negativa foi com relação ao final. Achei um pouco corrido, não tirou a compreenção da estória, mas queria algo mais palpável, nada que tire a qualidade da obra. A Harlequin tá me arrebatando com essa coleção de clássicos históricos!

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

0 Comentários
Comentários