Resenha: Um Estranho em Meus Braços - Lisa Kleypas

20:13 0 Comments A+ a-



A narrativa começa quando Lady Larissa Hawksworth recebe a notícia de que seu falecido marido que estava desaparecido há um ano após um naufrágio enquanto viajava para a Índia, não estava morto como era suposto. E Larissa, que até então vivia de favores pelos sucessores do título, uma vez que a união dela como Hunter Hawksworth não havia resultado herdeiros, tem sua vida novamente virada ao avesso. Mas o homem que retorna para casa é muito diferente do Hunter que Larissa estava acostumada.

Lembrando apenas de como seu casamento fora sofrido, e de como seu marido deixava claro que preferia as amantes que a esposa, e tendo em vista que todas as uniões carnais entre ela e Hunter haviam sido lembranças extremamente dolorosas, Larissa parecia não saber se realmente ficava feliz em saber que o marido estava vivo. Eis que agora, Larissa se depara com um homem  que parece lhe ser muito atencioso, e disposto a fazer o casamento que antes havia sido um desastre, a que finalmente funcione. Mas quem pode culpar lady Hawksworth por não conseguir confiar totalmente nesse completo estranho que seu marido tem aparentado ser? Como pode ela confiar agora em um homem que diz que quer somente a ela depois de tantos anos de rejeição?

E agora Hunter está disposto a conquistar o coração e o corpo de Larissa, e não medirá esforços para tentar provar a sua amada que o que sente é verdadeiro e que ele não é mais o homem que era. Mas o que teria acontecido a Hunter em sua estadia na Índia para que mudasse tanto? Após tantas amantes e tanto desprezo, o que fez em fim que ele percebesse que amava sua esposa e não se importava se ela não era capaz de lhe dar um filho?

Nessa trama, Lisa Kleypas mostra que nem tudo é o que parece, e que muitas vezes você deve passar por aquilo que você acha moralmente correto em busca de menos pessoas sofram com acontecimentos que somente o destino é capaz de dar.

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

0 Comentários
Comentários