Resenha: Todo Garoto Tem - Meg Cabot

12:35 0 Comments A+ a-


Começo, confessando que fiquei bastante desapontada com a Meg por causa desse livro. Primeiro o peguei para ler após anos tentando essa façanha, a expectativa estava altíssima e talvez isso tenha atrapalhado um pouco minha opinião sobre ele. Ou talvez, apenas a Meg tenha cometido um erro.

Todo Garoto Nem narra a história um casal, Holly e Mark. Eles planejam se casar, mas detalhe: O livro não é sobre eles, mas sim sobre seus melhores amigos. Jane e Cal se dão mal a primeira vista, e digo a primeira vista mesmo. Eles se odeiam, e enquanto Jane é totalmente a favor do casamento dos amigos, o Cal não poderia ser mais contra.

Apesar do ponto de partida da história ter tudo para ser um romance daqueles
 Jane e Cal são apenas sombras de Holly e Mark. Tudo ocorre muito rápido as passagens são muito corridas e o enredo não é tão firme quanto os outros livros da autora. Jane é uma personagem com muita personalidade, assim como Cal e ao pensar que isso renderia uma excelente leitura foi meu erro.

Não é que não aconselhe a ler o livro, afinal a Meg tem uma docilidade inata.

"Cal: Vamos lá. Me dê uma chance de eu provar a você que tenho.
Jane: Tem o quê?
Cal: Coração."
Ressalto que a leitura não é tão romântica quanto se é esperado, e a narrativa não tem absolutamente NADA a ver com o título. Fiquei perdida tentando encontrar um sentido, significado que quebrasse toda a rigidez que estava sentindo dentro da leitura, entretanto não consegui achar.

Como amante da Série Garoto da Meg, a nota máxima que daria a esse volume é 2, em uma escala de zero a 5. Algo a se elogiar é a incrível capacidade de descrição da Itália que a autora tem. É algo como teletransporte que se você fechar os olhos poderia enxergar perfeitamente tudo que ela fala.

Porém nem só de boas descrições de países vive um bom livro.

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

0 Comentários
Comentários