Resenha: Julieta Imortal - Stacey Jay

23:17 1 Comments A+ a-


Li esse livro em uma tarde. A leitura é muito leve, divertida e gostosa. Stacey parece mostrar que sabe fazer um bom romance em seu livro de abertura no Brasil. Julieta e Romeu brigam há anos e anos porque ele a matou para que pudesse ter a vida eterna.

Habitando corpos de pessoas mortas há décadas e décadas Romeu luta contra Julieta pelas almas do apaixonados, ele do lado negro e ela do lado da luz. No século XX eles
 voltam a se enfrentar, só que o que Julieta ainda não sabe é que essa será sua última vez. Ela está habitando o corpo de uma garota normal, Ariel.

No começo achei/torci para que Romeu e Julieta se entendessem, mas as magoas causadas por ambos são mais profundas que qualquer amor que já sentiram. E também tem o Ben, que é perfeito do seu modo imperfeito. Não gosto do fato de que os mocinhos são sempre tão certinhos, lindos e perfeitos. O Ben é um bom rapaz que tem sim seus defeitos físicos, mas que eles se sobressaem ao fato dele ser tão fofo e legal.

A ação do livro é quase que inexistente, mas as narrações sobre sentidos, sensações do que ocorre ao redor dos personagens tornam a narrativa muito mais consistente. Ressalva para o fato de que Romeu é um ser das trevas que há séculos não sabe o que é sentir, então claro que essas sensações são descritas por Julieta.

Enquanto Julieta tenta salvar sua pele e a de seu atual amado, Ben, ela também precisa lutar contra Romeu e as trevas. Outra parte a se destacar é que mesmo depois de tudo de ruim que ele fez com Julieta, nota-se que ela não o odeia. O final do livro é tipo um surto para você querer mais, então leiam esse com o segundo em mãos.

Em breve trago uma resenha do Romeu Imortal para vocês!

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

1 Comentários
Comentários

1 comentários:

Write comentários
30 de julho de 2013 23:49 delete

Oi Ray. Tenho bastante curiosidade de ler esse livro mas já vi alguns comentários não tão bons sobre ele. Sabe aquela história que você sente curiosidade mas ao mesmo tempo não te enche de emoção? É meio assim com esse, e saber que tem um segundo volume não ajuda muito. rsrs. Abraço!

De Frente com os Livros

Reply
avatar