Iuri Abreu e sua obra "Perdidos na Tradução"

17:32 0 Comments A+ a-

Quando pensamos é outro idioma, procuramos saber logo o significado para aquela palavra no nosso. Foi pensando nisso que Iuri Abreu, autor do livro "Perdidos na Tradução" da editora Belas Letras, reuniu um acervo de 237 títulos de filmes estrangeiros e analisou criticamente as suas traduções em nossa língua e no português de Portugal.

O autor procura explicar em sua obra, lançada no mês de março, a relação que existe entre o nome original de um filme e o nome que é dado quando eles chegam aqui. As modificações que sofrem, o que continua ou não e como atingir o público alvo daquele estilo de filme são critérios utilizados pelos profissionais dessa área.

"Muitos nomes em inglês são enigmáticos, não dão a menor ideia da história. No Brasil há uma tentativa de explicitar, dar uma dica, não deixar dúvida", disse o autor.

Tradutor, com mais de 13 anos de carreira, o professor gaúcho mostra em seu livro  comparações entre os títulos traduzidos para o Brasil e Portugal, sem esquecer da relação poética e do recurso "palavra-chave" que é muito utilizado para as adaptações, pois alguns não seguem à risca a tradução propriamente dita, mas trazem uma ideia mais clara do que é o filme, o que acaba agradando.

Dessa forma, o leitor encontrará grandes nomes do cinema, como os famosos “Bonequinha de Luxo”, “ O Poderoso Chefão", "Ghost - Do outro Lado da Vida", dentre outros, onde o gaúcho nos mostra exemplos de casos onde o título não muda e outros em que os títulos recriados são bem interessantes e curiosos, que vão levar a uma leitura agradável e divertida.




0 Comentários
Comentários