Resenha: Nada é Para Sempre - Ali Cronin

19:09 0 Comments A+ a-



A série Garota <3 Garoto conta a história do último ano de colegial de sete amigos, Dona, Sarah, Cass, Ash, Rich, Ollie e Jack. Durante esse ano eles passam por todos os problemas que adolescentes se vêm perturbados: sexo, namoro, provas, brigas, amizade e muitos outros. O primeiro livro da série, ‘Nada é Para Sempre’, é narrado pela Sarah, a única garota do grupo de amigos que ainda é virgem.

Durante as férias ela viaja para a Espanha com o irmão mais novo, Dan, e os pais, lá ela conhece Joe e seus amigos. Joe é mais velho, faz faculdade e parece ser tudo que uma garota deseja em um garoto: atencioso, carinhoso e apaixonado. Sarah nunca sentiu como se sente por Joe e durante as férias vive um amor de verão experimentando as primeiras emoções que uma paixão traz, porém
 poderia esse amor de verão durar após o verão? Se depender do esforço da Sarah, sim! Contudo depois de uma despedida um pouco fria e sem expectativa de Joe ela volta para sua cidade e se vê enredada em uma trama onde corre para conseguir fazer esse amor durar. Durante a jornada de Sarah tentando fazer o amor acontecer seus amigos a ajudam à encontrar-se com Joe em Londres, onde ele mora e estuda, mas o rapaz é claro em suas despedidas que não quer nada sério, que o sexo é bom e que a companhia é o único motivo do romance ainda durar.

Entretanto Sarah pensa o contrário e fixa-se obsessivamente em ser a ‘namorada’ de Joe. Entre descoberta do sexo e a primeira paixão Sarah perder-se, e perde os amigos junto. Ela torna-se tão transtornada vivendo em torno de Joe vivendo pelos finais de semana que poderá o ver que perde o aqui e agora. Sabe aquela mocinha que você quer matar? Sarah. Sabe aquele casal que você não quer que fique junto? Sarah e Joe. É incrível como o ‘amor’ pode cegar alguém para aquilo que está bem em nossa frente e todos já foram adolescentes, então sabem bastante como isso funciona.

A melhor coisa dentro desse livro é a proximidade que o leitor sente no desenvolver da história. É simplesmente incrível como a autora consegue trazer a juventude para dentro das páginas dela. Ah, sem esquecer de um detalhe: sabe aquelas SMS que você manda pro seu paquera e ele não responde? Pois é, essa é a saga da Sarah e ela simplesmente me fez desejar matá-la, pelo simples fato de que ela ficava sempre arrumando desculpas para não assumir que o Joe não tava afim dela.

Mas como todo livro tem as partes boas e diga-se de passagem tem partes ótimas, mas o Ollie é uma surpresa tão boa que eu quis entrar no livro e beijar ele só pra ver se a Sarah se acordava! Ollie é o galinha do grupo, mas na verdade ele não é apenas galinha, ele é apaixonado pela Sarah e ainda fica dando conselhos para com relação ao Joe… Sofra o que eu sofri! Tirando as partes que você quer matar a Sarah, o livro é um dos melhores livros sobre o dia a dia na adolescência que já li. As intrigas, brigas, amizades, acontecimentos, rotina, brigas com os pais… tudo compõe um cenário extremamente fiel ao cenário real. Nada é Para Sempre é uma ótima pedida para qualquer pessoa seja ela adolescente ou não, porque que não gosta de lembrar os bons, e até mesmo os maus, momentos de sua adolescência?

Jornalista, taurina, viciada em livros, filmes, seriado e em conhecer novos lugares. Adora estudar inglês e acha que essa deveria ter sido sua língua mãe.

0 Comentários
Comentários